clicRBS
Nova busca - outros
31 jan11:37

Artigo: Sobre a tal falta de qualificação

Ms. Vanessa Rissi, Psicóloga Organizacional e Professora da Faculdade IDEAU

Muito se tem ouvido falar que sobram vagas de emprego e faltam candidatos qualificados. Em Passo Fundo, por exemplo, no início do ano 2012, o mercado de recursos humanos está aquecido em função do alto número de contratações que grandes empresas recém instaladas na cidade precisam realizar. A queixa dos profissionais responsáveis pelos processos seletivos é: “faltam profissionais qualificados”. Pois bem, o que vem a ser exatamente a qualificação?

Em rápida consulta ao Dicionário Michaelis online, encontra-se a seguinte descrição sobre a palavra qualificação: “capacidade que habilita uma pessoa para um cargo ou emprego”. Então, o que habilita uma pessoa para exercer uma posição profissional? Sua competência. Por competência podemos entender o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes. Conhecimento é o que se sabe (informações, conteúdos, procedimentos, conceitos). Habilidade vai, além disso, isto é, o que se sabe fazer (capacidade de colocar o conhecimento em prática para gerar resultados). A atitude, por sua vez, é o querer, o querer fazer, que se manifesta através do comportamento.

O conhecimento se adquire através de estudo, de cursos, graduação, pós-graduação, participação em palestras, seminários, enfim. Sabe-se que as pessoas têm cada vez mais melhorado seu nível de escolaridade e participado de eventos com o intuito de aperfeiçoar o conhecimento. Contudo, essas pessoas são qualificadas para o trabalho? Não, necessariamente, porque a qualificação envolve outros atributos já descritos, as habilidades e atitudes. Ou seja, qualificação também envolve características comportamentais. É a esse ponto que se pretende chegar com este artigo.

O entendimento da palavra qualificação precisa ser ampliado uma vez que é desta questão que os selecionadores falam, muitas vezes, quando referem não encontrar profissionais qualificados. O que está faltando nos candidatos às tantas vagas de emprego disponíveis são características comportamentais como comprometimento, responsabilidade, iniciativa, disposição para o trabalho, disciplina, energia. Qualificação envolve, portanto, muito mais do que formação técnica.

Por

Comentários