clicRBS
Nova busca - outros

Chuva

25 jan11:00

Possibilidade de chuva diminui e temperaturas ficam mais amenas


A metade norte do Rio Grande do Sul segue sobre a influência da frente fria que provocou temporal em várias partes do Estado ontem. Por conta disso, a quarta-feira começou com tempo encoberto em Porto Alegre e em grande parte das localidades do norte gaúcho, mas a chance de ocorrência de chuva fica bem reduzida e restrita à Capital, à Serra, ao Litoral Norte e à divisa com Santa Catarina.

No decorrer do dia, com o avanço da frente fria, a nebulosidade diminui até a noite, quando a chuva deve parar de vez no Estado. Nas demais regiões predomina o tempo aberto, por causa da entrada da massa de ar seco que veio na retaguarda de frente fria.

Na quinta-feira o tempo volta a ficar seco e ensolarado em todas as regiões. Apenas no nordeste gaúcho pode ocorrer maior nebulosidade no começo do dia, mas não há previsão de chuva. A nova massa de ar que vai atuar sobre o Rio Grande do Sul, além de ser seca é mais fria, fazendo com que as temperaturas caiam, principalmente durante as madrugadas. Os dias começarão a ter características de outono, com amplitudes maiores de temperatura durante os dias.

ZEROHORA.COM

Comente aqui
25 jan10:56

Mesmo abaixo da média, chuva beneficia soja plantada até novembro

Roberto Witter | roberto.witter@zerohora.com.br


A chuva significativa dos últimos dias deu ânimo novo aos agricultores que plantaram soja até o fim de novembro. Às vésperas da fase de florescimento na maioria das lavouras, a projeção de técnicos e produtores é de que a planta cresça entre 15 e 20 centímetros em, no máximo, uma semana.

O salto na estatura significa esperança renovada para quem já projetava perdas de até 100%. Nos 1.080 hectares do agricultor Ricardo Brum, a chuva foi vasta e desigual. Em parte da área, a precipitação foi próxima dos 70 mm. Em outros locais, ultrapassou os 150 mm, em um período de apenas quatro dias.

— Até quinta, eu já imaginava perder tudo o que havia plantado. Mas essa chuva dos últimos dias deu um ânimo novo — conta Brum, com as canelas encharcadas pela água que atingia suas lavouras na terça-feira, em Cruz Alta.

Mas o produtor ainda faz ressalvas quando o assunto é a próxima colheita. Estima perdas em torno dos 50%.

— Foi um período muito grande de estiagem no crescimento da planta. Imagino colher 25 sacas por hectare. No ano passado, foi o dobro.

>> Leia mais em ZEROHORA

Comente aqui
25 jan00:02

Chuva atingiu quase todo o RS, mas volume é insuficiente para reverter quadro da seca

Com o avanço da instabilidade pela Metade Norte no final da tarde desta terça-feira, a chuva atingiu quase todas as regiões do território gaúcho. Somente pontos isolados não registraram pancadas. Entretanto, o volume de chuva foi baixo e não é suficiente para reverter o quadro da seca.

— Precisamos de vários dias de chuva para amenizar a seca. A frente fria que atua sobre o Estado tem condições de trazer mais precipitação nos próximos dias, o que pode amenizar a situação — diz a meteorologista Estael Sias, da Central RBS.

Em Passo Fundo, choveu cerca de 16.2 mm de acordo com a Estação Meteorológica da RBS.

>> Leia sobre a  chuva em outras regiões do RS em ZEROHORA.COM

Comente aqui
24 jan15:58

Chuva fraca atinge Passo Fundo


Uma pancada de chuva rápida e fraca atingiu Passo Fundo, no norte do Estado, por volta das 15h40min desta terça-feira. Até o momento, a temperatura mínima registrada na cidade foi de 20.2ºC, às 7h35min, e a máxima de 28.8ºC, às 15h05min, segundo dados da Estação Meteorológica da RBS.

Comente aqui
24 jan00:49

Depois do calor, terça-feira pode ter temporal no Rio Grande do Sul


Depois de um dia com calor acima de 37ºC em diversos municípios, a terça-feira deve ser de chuva generalizada no Rio Grande do Sul. A precipitação se espalha a partir da Fronteira Oeste e atinge a maioria das regiões até a noite. Ainda assim, os acumulados serão baixos, sem reverter o quadro da seca.

O alerta fica para as consequências que podem acompanhar a chegada desse sistema meteorológico.

— O encontro da massa de ar frio com o ar quente deve gerar instabilidade. Há risco de chuva forte, vendavais e granizo isolado — alerta a meteorologista Estael Sias, da Central RBS.

Com a chegada da chuva, o calor dará uma trégua, ainda que momentânea. A máxima, que nesta segunda chegou a 37,7°C, em São Gabriel, na Fronteira Oeste, deve recuar para menos de 30°C na maioria das regiões, devido ao excesso de nebulosidade. A partir de quarta, quando a frente fria se estabelece, a temperatura diminui ainda mais.

— As máximas devem cair cerca dos 10°C — diz Estael Sias.

Durante a tarde desta segunda, a propagação de áreas de instabilidade provocou pancadas de chuva em parte do Estado. As pancadas, porém, foram isoladas e passageiras com volumes acumulados baixos.

Em Gramado, na Região das Hortênsias, a estação da RBS registrou 39mm de precipitação. A temperatura caiu de 28,6°C para 19,4°C. A chuva ainda fez surgir um belo arco-íris no Centro da cidade.

Também foi registrada chuva na região de Pelotas, no sul do Estado, e em Santa Rosa, no Noroeste.

Tempo para os próximos dias

Nesta quarta, enquanto o frio começa a avançar pela fronteira com o Uruguai, o tempo ainda estará chuvoso na Metade Norte, onde poderão ocorrer acumulados significativos, sobretudo entre o Alto Uruguai e Serra. As temperaturas ficam mais baixas em todo o Estado, mesmo no Sul, onde, o sol já volta a aparecer.

Na quinta-feira, o ar seco e frio se espalha por grande parte do Rio Grande do Sul e garante um amanhecer com temperaturas na faixa de 12°C a 16°C na Metade Sul e no Oeste, e em torno de 10°C nos altos da Serra. No Litoral Norte, o tempo fica nublado e pode chover fraco. À tarde, mesmo com o predomínio de sol, a temperatura subirá mais lentamente em relação aos últimos dias devido aos ventos frios que devem soprar do quadrante sul.

ZEROHORA.COM

Comente aqui
23 jan01:11

Frente fria deve trazer chuva para o Estado até quarta-feira


Frente fria avança sobre o Estado trazendo precipitações isoladas, durante a segunda e a terça-feira, e o predomínio do tempo chuvoso em todo o Rio Grande do Sul na quarta-feira. No entanto, apesar de os volumes acumulados aumentarem no decorrer da semana, não serão suficientes para reverter o quadro de estiagem.

Mesmo com o avanço das áreas de intabilidade sobre o Estado nesta segunda-feira, as pancadas de chuva devem continuar com pequenos volumes e de forma localizada. Também persiste a alta temperatura, que deve chegar perto dos 40ºC no Oeste, na Campanha e no Centro do Rio Grande do Sul.

Para quem está programando pegar um bronze no Litoral Norte, a dica é aproveitar a praia pela manhã pois, à tarde, apesar do predomínio do sol, as nuvens devem aparecer. A temperatura máxima na região deve ficar em torno dos 31ºC.

Em Porto Alegre, a previsão é de céu aberto nesta segunda-feira e a máxima deve chegar aos 34ºC. A região Sul também atinge esta marca, uma vez que o dia que se inicia nublado e com mínima de 21ºC deve ter elevação de temperaturas até a tarde.

A semana deve começar com calor intenso, com valores chegando aos 36ºC, na metade oeste do Estado. Nas regiões próximas ao rio Uruguai, a temperatura pode chegar perto dos 40ºC durante a tarde.

Chuvas se intensificam a partir de terça-feira

Na terça-feira devem ser registradas pancadas de chuva em praticamente todas as regiões. O avanço de uma frente fria deixa o tempo chuvoso logo cedo no Sul, onde a máxima deve ficar na casa dos 30ºC.

Ao longo do dia, no Litoral Norte e na capital gaúcha, haverá pancadas de chuva — que devem se estender durante toda a noite em Porto Alegre. Na Capital, a máxima fica em tornos dos 34ºC e, no Litoral Norte, perto dos 31ºC.

E na quarta-feira a chuva domina o Rio Grande do Sul por conta da propagação da frente fria. Os volumes acumulados devem aumentar, mas ainda não suficientes para reverter o quadro de estiagem — uma vez que a tendência é que uma massa de ar seco possibilite o retorno do tempo seco.

ZEROHORA.COM

Comente aqui
18 jan00:02

Chuva rápida deve atingir o norte do Estado nesta quarta


Na quarta-feira, as pancadas de chuva devem se espalhar e voltar a atingir parte das localidades da metade norte do Rio Grande do Sul.

Porém essas pancadas de chuva serão típicas de verão. Ocorrem no período da tarde, depois de um dia abafado, serão isoladas e passageiras. O calor continua predominando sobre todo o Estado.

Na quinta-feira, o tempo abafado deve contribuir para as condições de dias típicos de verão, com pancadas de chuva isoladas e passageiras de final de tarde.

Comente aqui
16 jan10:16

Chuva melhora nível dos rios e leva alívio a produtores da região

Caio Cigana e Marcelo Gonzatto
caio.cigana@zerohora.com.br | marcelo.gonzatto@zerohora.com.br


Com volume superior a 50mm na maior parte do Estado, a chuva registrada nos últimos dias trouxe alívio aos produtores rurais gaúchos na maior parte do Rio Grande do Sul. Na região de Passo Fundo, a chuva diminuiu a preocupação dos municípios com o abastecimento de água, porém as perdas na agricultura e na produção de leite e milho são irreversíveis.

Em Passo Fundo, que decretou situação de emergência na zona rural, choveu 76,4mm entre a madrugada de sexta-feira e às 10h de domingo, o que representa 53% da média do mês, de acordo com a Estação Meteorológica da Embrapa Trigo. Desde outubro, o município não registrava chuva tão significativa e uniforme.

A precipitação serviu para amenizar a situação dos açudes da região, mas não foi suficiente para reverter o quadro da seca na agricultura. Culturas como a do milho tiveram perdas irreversíveis, de 60 a 80% dependendo do município. A produção de soja já contabiliza 20% de quebra e a chuva trouxe esperanças de recuperação da safra.

— Algumas plantas estavam murchando ou até amareladas. Com a chuva o soja retomará o crescimento na época da floração, mas ainda precisaremos de mais chuvas, já que o período crítico da cultura será em fevereiro na região — explica  Cláudio Dóro, engenheiro agrônomo da Emater.

>> Confira a situação nas outras regiões do Estado na ZEROHORA.COM

Comente aqui
14 jan17:03

Chuva atinge Passo Fundo

Uma pancada de chuva rápida atingiu Passo Fundo, no norte do Estado, por volta das 16h30min deste sábado. Choveu cerca de 4 mm, de acordo com a Estação Meteorológica da RBS. A previsão é de mais chuva ao longo do dia e a máxima não deve ultrapassar os 21°C.

Na sexta-feira, choveu mais de 50 mm no município. Chuva significativa não era registrada desde outubro, segundo a Estação Meteorológica da Embrapa Trigo.

>> Tirou fotos da chuva em Passo Fundo ou região ? Envie para participe@clicrbspassofundo.com.br!

Comente aqui
13 jan17:47

Chuva ultrapassa os 50mm em Passo Fundo


A chuva fraca que iniciou na madrugada desta sexta-feira segue contínua em Passo Fundo. Até às 16h, foram registrados 51mm de precipitação no município, segundo a Estação Meteorológica da Embrapa Trigo.

Passo Fundo não registrava volume significativo de chuva desde outubro, de acordo com o observador meteorológico da Embrapa Trigo Ivegndonei Sampaio. A temperatura em Passo Fundo é de 20°C.

Em Serafina Corrêa (foto), na região de Passo Fundo, a chuva que iniciou na noite de quinta feira segue pela tarde desta sexta. Volume de chuva deve amenizar a situação dos agricultores no norte do Estado que sofrem com a seca.


Comente aqui