clicRBS
Nova busca - outros

Cidadania

26 jan00:17

Programa Mulheres da Paz tem inscrições prorrogadas

Desde o início de janeiro a Secretaria de Segurança Pública vem realizando as inscrições para as 200 vagas  do Projeto Mulheres da Paz. Até o momento, foram preenchidas cerca de 100 vagas.

Por este motivo, o período de inscrições foi prorrogado até o dia 20 de  fevereiro. Assim, informa-se às mulheres interessadas em atuar como “Mulher da Paz”, que  deverão realizar sua inscrição na Secretaria de  Segurança Pública, localizada na Rua XV de Novembro, 665, de segunda à sexta, das 12h30min às 18h30min, levando um documento 
pessoal de identificação.

Após a seleção, as mulheres receberão uma capacitação de 150 horas e  serão acompanhadas por uma Equipe Multidisciplinar composta por  Assistente Social, Psicólogo, Advogado e Educadores Sociais que fazem parte da Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo, Organização não Governamental contratada através de licitação para a execução de parte deste Projeto.

Na capacitação serão abordados assuntos referentes à Lei Maria da Penha, Segurança Pública, Acesso à Justiça, Direitos Humanos, Mediação de Conflitos e Conhecimentos básicos de informática.

PRÉ-REQUISITOS:

- Possuir, na data da matrícula, idade superior à 18 anos
– Disponibilidade para participação em, pelo menos, 80% (oitenta por cento) nas atividades do Projeto, atestadas por controle de frequência
– Residir em uma das 4 regiões contempladas para o Projeto
– Renda mensal inferior à 2 salários mínimos
– Saber ler e escrever

Região I: 50 vagas
Bairros: Zácchia, Valinhos e Vera Cruz

Região II: 50 vagas
Bairros: Santa Marta e Integração

Região III: 50 vagas
Bairros: Cruzeiro, São Luiz Gonzaga, Manoel Corralo e Entre Rios

Região IV: 50 vagas
Bairros: Victor Issler, Vila Annes e Bom Jesus
Total: 200 mulheres selecionadas nas quatro regiões

Comente aqui
20 jan17:45

Grupo de estudantes realizará ação social no Maranhão


Um grupo da Universidade de Passo Fundo (UPF) embarcou na tarde de quinta-feira para a Operação Pai Francisco do projeto Rondon. As ações acontecem em Bacuri, no estado do Maranhão, até o próximo dia 5 de fevereiro. Oito acadêmicos de diferentes cursos e dois professores integram a equipe.

Segundo a coordenadora do projeto na UPF, professora Ana Maria Migot, havia muita expectativa para a viagem, já que para muitos, essa está sendo a primeira para tão longe e, especialmente, com atividades acadêmicas envolvidas. De acordo com ela, no Aeroporto Internacional de Guarulhos todos foram recepcionados pelo capitão aviador Wanderso Marcos de Freitas e conduzidos à Base Aérea de São Paulo (BASP).

Nos próximos 15 dias, a equipe da UPF estará envolvida com atividades de extensão comunitária. O projeto Rondon é coordenado pelo Ministério da Defesa e tem como objetivos contribuir para a formação do universitário como cidadão, por meio de ações participativas sobre a realidade do país, e estimular no universitário a produção de projetos coletivos locais, em parceria com as comunidades assistidas.


Com informações da Assessoria de Imprensa da UPF

Comente aqui
17 jan19:49

Entidades passo-fundenses recebem doação de computadores


O Centro de Atenção Psicossocial – Caps Álcool e Drogas da Prefeitura de Passo Fundo e a Apae receberam nesta terça-feira computadores da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF).

O presidente da FUPF destacou a satisfação em fazer a entrega dos computadores, desejando que possam contribuir com os objetivos e o trabalho desenvolvido tanto pelo Caps quanto pela Apae.

Recentemente a FUPF adquiriu 1543 monitores com tecnologia LED e 728 microcomputadores com as mais recentes tecnologias, que estão sendo instalados em setores e laboratórios da UPF e outras mantidas da Fundação.

O Caps, que possui 180 pacientes credenciados atualmente, vai utilizar cinco equipamentos para a realização de uma oficina de informática.  Já a Apae, que recebeu 11 computadores, vai utilizá-los na área administrativa e na sala de informática.

Com informações da Assessoria de Imprensa da UPF

Comente aqui
09 jan20:06

Passo Fundo ganha nova ONG social

Milton Serpa Menezes, Leitor-Repórter

Passo Fundo ganhou mais uma entidade que busca realizar projetos sociais. A Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) Agentes do Amor Divino tem como finalidade desenvolver ações assistenciais, educativas, culturais, artísticas, esportivas, espirituais e ambientais.

Fundada em 16 de janeiro de 2011 por um grupo de 35 pessoas, a ONG passou pelo período de legalização e qualificação junto aos órgãos oficiais e começa a atuar efetivamente a partir deste ano.

Os membros da ONG acreditam que a sociedade deve se unir e se organizar na busca pela igualdade social, melhorando a qualidade de vida de comunidades carentes e solucionando questões ambientais.


As pessoas podem participar como associados, voluntários, parceiros ou colaboradores.

- Associados: atuarão efetivamente elaborando projetos e coordenando atividades e projetos sociais em benefício das minorias excluídas

- Voluntários:
doarão um pouco de tempo ou do conhecimento ajudando a transformar o mundo em um lugar melhor

- Parceiros ou Colaboradores: em qualquer projeto ou trabalho são necessários recursos e desta forma são fundamentais as parcerias, os doadores ou colaboradores. São bem-vindas doações de bens, alimentos, brinquedos e dinheiro. O valor doado poderá ser abatido no imposto de renda

Contato:
Agentes do Amor Divino
Rua Dona Eliza, 130 – Vila Fátima
Telefone: (54) 3313-6939
E-mail: amor@amor.org.br

Comente aqui
09 jan17:07

Assistência Social de Casca inicia atendimento no Centro de Referência em Assistência Social


A partir desta segunda-feira, a Assistência Social de Casca já está realizando atendimento no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), localizado na rua Almirante Alexandrino, próximo a Delegacia de Polícia. Antes, a Assistência Social atendia junto à Casa da Cultura.

A construção do CRAS iniciou em maio do ano passado com  recurso do Governo Federal, através do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A contrapartida do município foi de cerca de 35 mil reais.

Segundo a Assistente Social Keli Cristina Pastre haverá inicialmente o atendimento básico e com o passar do tempo os serviços serão ampliados.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Casca

Comente aqui
06 jan08:45

Instituição para idosas de Espumoso receberá cerca de R$ 30 mil


A Obra Social Santa Júlia, de Espumoso, receberá cerca de R$ 30 mil para investir em melhorias. Instituição mantida pela Congregação de Nossa Senhora teve projeto aprovado pela Companhia Rio-grandense de Artes Gráficas – Imprensa Oficial do Estado do Rio Grande do Sul (Corag). Iniciativa prevê a reestruturação dos espaços físicos da entidade.

Os recursos são provenientes de parte dos mais de R$ 700 mil que a Corag dispôs em um edital, como parte da Responsabilidade Social da companhia. As propostas não podiam ultrapassar os R$ 50 mil e o projeto “Acessibilidade Sem Limites”, da Obra Social Santa Julia, foi contemplado entre os 13 aprovados pela comissão da Corag.

A Obra Social Santa Julia é uma Instituição de Longa Permanência e atende atualmente 41 idosas da cidade de Espumoso e de municípios vizinhos. Com o recurso, serão reestruturados os espaços físicos e adquiridos equipamentos com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e a acessibilidade das usuárias. Entre as adaptações previstas no projeto está a adequação das portas internas e aquisição de equipamentos de locomoção para as usuárias.

O administrador da Obra Social Santa Júlia, Ricardo Feldmann ressalta que algumas melhorias já vêm sendo realizadas e os recursos auxiliarão na continuidade deste trabalho e na garantia da permanência das idosas em um ambiente ainda mais propício e confortável.

Com informações da Assessoria de Imprensa Notre Dame

Comente aqui
01 jan14:56

Projeto Justiça Comunitária busca a promoção da paz e da cidadania

O Núcleo de Justiça Comunitária foi implantado em Passo Fundo no ano de 2011 e atua nos Bairros José Alexandre Zacchia e Valinhos. Esses núcleos visam promover a pacificação social, o fortalecimento das bases comunitárias e a prevenção e solução de conflitos. 

A Mediação Comunitária é uma técnica de administração de conflitos de caráter informal, no qual uma terceira pessoa, chamado mediador, que não tem poder sobre as partes, facilita a comunicação entre estas e ajuda a criar opções, para chegar a um acordo consensual e mutuamente satisfatório.

A mediação comunitária promove uma maior responsabilidade e participação da comunidade na solução dos seus conflitos, abrindo novos caminhos para uma positiva transformação sócio-cultural.

O Núcleo atende de segunda à sexta-feira, das 13h30min às 17h30min e sábados das 8h30min às 12h. 

Com informações da Assessoria de Imprensa da IMED

Comente aqui
31 dez07:51

Fundo Diocesano da Solidariedade faz últimos repasses de 2011

Ao longo de 2011 o Fundo Diocesano de Solidariedade beneficiou cerca de 1,6 mil pessoas em toda a comunidade da Arquidiocese de Passo Fundo. Fechando o ano, na última semana foram feitos os dois últimos repasses de 2011. Grupos que realizam atividade de panificação, artesanato e agricultura familiar foram beneficiados.

Um deles foi para o grupo Partilha ao Progresso, do grupo de mulheres Nossa Senhora Aparecida, em Passo Fundo. A atividade, desenvolvida por cerca de 40 pessoas, realiza a produção de artigos de panificação e artesanatos, complementando a renda das famílias. Com o repasse, serão adquiridos artigos de panificação, como formas, espátulas e matéria prima para os produtos.


Para Terezinha de Almeida Lara, com o montante recebido será possível começar novos trabalhos.

- Tem muita família que precisa do que é produzido aqui pela gente. Para nós foi muito importante o repasse. Estávamos há tempo esperando por isso. Agora que nós conseguimos, vamos poder fazer os pães, massas e outros panificados – comenta.

Outro grupo que recebeu verba do Fundo foi o Caminhos do Sabor, da comunidade de São José, no interior de Vila Maria. Cerca de 10 pessoas estão envolvidas no projeto de uma agroindústria familiar, também de panificados e produtos caseiros.


De acordo com Paula Endrigo, uma das coordenadoras da iniciativa, a ideia de começar a produção veio a partir do Filó Italiano, um jantar que promove a cultura tradicional dos moradores do município.

- Com o evento que teve, o pessoal gostou muito da panificação que nós fazíamos, de forma voluntária. A partir daí começamos a produzir e vender na feira que acontece no município. Com o recurso viabilizado pelo Fundo Diocesano e a Cáritas vamos melhorar a nossa estrutura para aumentar a produção e comercialização dos produtos. O recurso ajudou muito, porque se não tivéssemos isso não teríamos ânimo de continuar e fazer com que o projeto se torne realidade – afirma.

Para Luiz Costella, coordenador da Cáritas de Passo Fundo, o trabalho que os grupos de mulheres desenvolvem promovem e beneficiam muitas outras pessoas.

- Cada repasse que o Fundo Diocesano promove traz uma continuidade nas ações que são desenvolvidas. Todos os grupos que são contemplados devem doar alguma parte do total recebido, como forma de promover a partilha e dar continuidade ao trabalho, ajudando outras pessoas.

Fundo Diocesano de Solidariedade

Criado no ano 2000, o Fundo já beneficiou 142 projetos na área de abrangência da Arquidiocese de Passo Fundo. Mais de 15 mil pessoas forma favorecidas pelo repasse. O montante de recursos, administrado pela Cáritas Arquidiocesana, é doado pela comunidade no Domingo de Ramos, que antecede a Páscoa, durante a Campanha da Fraternidade.

Informações: Assessoria de Comunicação Cáritas Arquidiocesana

Comente aqui
24 dez15:09

Bairro Zacchia recebe evento social do Projeto Território da Paz


O Projeto Território da Paz, da Brigada Militar, realizou no bairro José Alexandre Zachia um evento social para comemorar o Natal e o Ano Novo, na quinta-feira.

No evento, foram realizadas ações educativas como Escolinha de Trânsito, Educação Ambiental, Prevenção de Incêndios, Prevenção à violência e a drogadição (com o PROERD) e passeios a cavalo.

Comente aqui
17 dez22:16

Festa de Natal anima crianças com câncer


A Mamãe Noel surpreendeu os pequenos pacientes da Oncologia Pediátrica do Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), de Passo Fundo. Em meio a palhaços, balões coloridos e muitos presentes, o sorriso espontâneo das crianças foi a marca da terceira edição da festa de Natal, realizada na sexta-feira.

A psicóloga da unidade, Janaina Biazi afirma que proporcionar alegria aos pacientes e seus familiares é o grande objetivo da comemoração.

- A ideia é mostrar que este ambiente não é apenas para tratamento, mas também para se viver bons momentos de socialização.

O oncologista pediátrico Pablo Santiago, que atua no HSVP, ressaltou que estas festas contribuem para a recuperação dos pequenos pacientes e amenizam o ambiente hospitalar.

- É uma forma comprovada de colaborar na recuperação das crianças e as integra com a equipe técnica e todos os colaboradores da unidade.

Com a participação de voluntários da Liga Feminina de Combate ao Câncer e do grupo jovem do Leo Clube e Amigos de Passo Fundo, a festa ganhou aliados que se uniram em benefício das crianças em tratamento oncológico. Segundo a presidente da Liga, Neli Formighieri, ao assumir o voluntariado, há o comprometimento com estas causas que oportunizam as crianças viverem instantes especiais.

A felicidade era evidente no rosto de Fabiane da Silva Engel, mãe de Andressa, que pôde comemorar a saúde da filha que brincou com os palhaços e as outras crianças.

- É muito importante saber que a Andressa está bem. Eu vim com meu esposo e minha mãe para prestigiar a festa. 

Entre balões e presentes, Andressa disse que foi ótimo brincar com os palhaços, mas que ela achava que o Papai Noel era na verdade uma Mamãe Noel.

Informações: Assessoria de Imprensa HSVP

Comente aqui