clicRBS
Nova busca - outros

Inclusão Social

16 nov17:34

Equoterapia é destaque em Passo Fundo


O projeto de Equoterapia desenvolvido pela Universidade de Passo Fundo (UPF) está entre os finalistas do 6º Prêmio de Responsabilidade Social organizado pelo Sindicato dos Estabelecimentos do Ensino Privado no Estado do Rio Grande do Sul (Sinepe/RS). A iniciativa de Passo Fundo  concorre na categoria Participação Comunitária. O vencedor será conhecido no dia 22 de novembro e a premiação acontecerá no dia 6 de dezembro.

Nesta primeira fase de avaliação, cada projeto inscrito foi examinado por três jurados, que atribuíram notas de acordo com o regulamento de cada premiação. Os três trabalhos com as melhores médias foram classificados para a segunda fase de julgamento, onde defenderão os projetos em audiências públicas. A premiação organizada pelo Sinepe/RS inclui ainda os prêmios Destaque em Comunicação, nona edição, e de Inovação em Educação, segunda edição.

Destaque social

O projeto de equoterapia foi criado em 2003, com o objetivo de disponibilizar terapêuticos e pedagógicos para potencializar a qualidade de vida de pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica. Atualmente o projeto atende cerca de 70 pessoas por semana e envolve aproximadamente 40 acadêmicos dos cursos de Educação Física, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Psicologia e Fonoaudiologia.

- Este projeto merece atenção por ser abrangente e por prestar um serviço de atendimento social. Ao atender os alunos do Centro de Atendimento Socioeducativo, por exemplo, o projeto auxilia na ressocialização desses grupos e preenche uma lacuna no atendimento social – explica coordenador da iniciativa, professor Péricles Saremba Vieira.

Conheça os finalistas da categoria Participação Comunitária:

Colégio Mauá – Santa Cruz do Sul
Fazendo arte – programa social Movida

Rede Marista – Porto Alegre
Centro Social Marista de Porto Alegre (CESMAR): Reescrevendo histórias de vida no bairro Mário Quintana

Universidade de Passo Fundo (UPF) – Passo Fundo
Equoterapia: contexto de construção da auto-imagem e da cidadania de pessoas com deficiência

Informações: Assessoria de Imprensa UPF

Comente aqui
13 set10:56

Três bairros de Passo Fundo receberão Mutirão da Cidadania

O Mutirão da Cidadania, um projeto social que envolve acadêmicos e professores da IMED, tem atividades marcadas em três bairros de Passo Fundo.  O bairro Zacchia recebe o muritão no dia 24 de setembro, o Victor Issler no dia 22 de outubro e a Vila Ipiranga no dia 12 de novembro.

Durante o Mutirão da Cidadania são realizadaas atividades de orientação jurídica e mediação de conflitos, orientação para escovação e saúde bucal, realização de atividades ligadas à inclusão social e digital, brincadeiras envolvendo trânsito, orientações sobre nutrição, diálogos sobre transtornos psicológicos, realização de testes de glicose e de medição de pressão arterial.

________________________________
Fonte: Assessoria de Imprensa IMED


Comente aqui
17 ago21:40

Justiça arquiva processo contra a APAE

Em novembro de 2008, o Ministério Público de Passo Fundo moveu um inquérito para pedir o afastamento dos membros da diretoria da APAE da cidade. Durante a instrução do processo, a Federação das APAEs do Rio Grande do Sul nomeou uma diretoria interventora, que permanece no cargo há um ano.

O processo andou, com a produção de provas pelo Ministério Público, mas ficou constatado que não persistia nenhum elemento que pudesse representar  mau atendimento ou qualquer problema com a instituição. Quando a APAE entrou no processo, o que só aconteceu no início deste ano,  porque apenas nesse tempo a APAE foi citada, o advogado José Mello de Freitas, que atuou de forma voluntária, alegou que não havia  nenhuma razão para o processo continuar.

- O atendimento estava correto, não acontecendo  nenhum fato negativo – comentou o advogado.

Por essa razão, foi solicitada a extinção do processo, com a concordância do MP. O juiz da Infância e da Juventude já realizou a homologação, arquivando o processo.

1 comentário
24 jun13:57

Auxílio à Associação Passo-fundense de Cegos é discutida na Secretaria Estadual da Justiça

O deputado Luciano Azevedo (PPS) tratou nesta semana junto à Secretaria Estadual da Justiça da inclusão da APACE (Associação Passofundense de Cegos) nos programas sociais do governo. A intenção é viabilizar alternativas de fortalecimento da entidade e a liberação de recursos para a aquisição da nova sede.

Luciano destacou que a APACE, fundada em 1999, possui mais de 180 sócios e desenvolve importante trabalho de inclusão social de cegos e deficientes visuais. No mês passado, o deputado esteve reunido com integrantes da entidade e recebeu apelo para auxiliar na ampliação e melhoria do atendimento prestado.

A APACE tem como meta a educação, a reabilitação e a independência da comunidade de deficientes visuais. A entidade oferece atendimento psicológico em grupo e individual, aulas de alfabetização no Sistema Braile, grupos de leitura, reforço escolar e atividades profissionais, educacionais, culturais, esportivas e sociais.

Comente aqui
09 mai15:22

Mutirão pela inclusão digital beneficia crianças da Vila Popular

Construção de cidadania e inclusão social e digital é o que busca a parceria entre os projetos Transformação em Arte e Mutirão pela inclusão digital. O Transformação em Arte atende cerca de 50 crianças em situação de vulnerabilidade social, na Vila Popular, em Passo Fundo. Já o Mutirão pela inclusão digital busca a inclusão de minorias através de aulas de computação na Universidade de Passo Fundo.

O projeto Transformação em Arte, criado pelo TransformAção, busca através de oficinas educativas de capoeira, percussão e dança, educar crianças e adolescentes, formando cidadãos conscientes e responsáveis com a sociedade e com os diversos ambientes em que estão inseridos.

O Mutirão pela inclusão digital, uma iniciativa da Universidade de Passo Fundo, foi criado em 2004, e já beneficiou mais de 1600 pessoas oferecendo oficinas de informação e comunicação através de tecnologias de informática. O projeto envolve mais de 30 pessoas, entre alunos estagiários e professores da UPF.

- O Mutirão não busca preparar essas crianças para o mercado, ou qualificá-las para uma profissão. O projeto visa resgatar e reforçar a cidadania, a leitura e a criatividade dos participantes – afirma Adriano Teixeira, coordenador do projeto.

A parceria entre os projetos traz inúmeras possibilidades aos participantes. Laís Mezzomo, estagiária do projeto há um ano e aluna do curso de pedagogia explica que a metodologia de trabalho das oficinas prevê algumas situações que devem ser trabalhadas com os participantes: email, blog, imagens, vídeos e construção de textos. A aluna destaca ainda que as crianças tem uma grande liberdade durante as oficinas, e que as aulas são desenvolvidas conforme o interesse e avanço dos próprios participantes.

- Quero agradecer muito todas as pessoas que contribuíram para que tenhamos outras oportunidades para crescer na vida. Aqui no mutirão é muito legal, nós nos divertimos muito e ao mesmo tempo aprendemos – declara um participante, de 13 anos.

A participação das crianças nas oficinas é importantíssima para a inclusão digital consciente das crianças do projeto, uma vez que muitas delas não teriam essa oportunidade em outra ocasião. As oficinas serão realizadas até o fim do ano, com duração semanal de duas horas e devem beneficiar 25 crianças.

Comente aqui
02 mai19:15

Participe da Campanha do Agasalho 2011


Participe da Campanha do Agasalho 2011 promovida pela RBS TV Passo Fundo. Basta comparecer a um dos pontos de arrecadacão espalhados pela cidade e doar um ou mais agasalhos. Eles servirão para aquecer o inverno de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Onde doar? 

– Lojas da Comercial Zaffari em Passo Fundo e Região
– Stok Center
– RBS TV
– Secretarias Municipais
– Câmara de Vereadores
– Hospital Municipal
– CODEPAS
– Funzoctur
– Prefeitura Municipal de Mato Castelhano

Comente aqui
26 abr18:59

Atendimento mais qualificado para autistas de Passo Fundo é discutido na Assembleia

O deputado Luciano Azevedo (PPS) esteve ao lado de pais e integrantes da Associação dos Amigos Criança Autista Passo Fundo (Auma) e da Escola Municipal Professora Olga Caetano Dias para discutir campanhas de conscientização e alternativas para incluir socialmente crianças que sofrem o distúrbio. Durante audiência pública realizada nesta terça-feira, na Assembleia Legislativa, Luciano sugeriu a elaboração e divulgação de cartilha sobre o tema e defendeu a construção de sede própria para a escola de Passo Fundo.

- O autismo merece toda a atenção e estamos engajados na luta para assegurar atendimento especializado e qualificado. É fundamental que se discuta o tema com profundidade – afirmou Luciano. Ele lembrou que a Escola Professora Olga Caetano Dias foi a primeira escola pública a atender especificamente pessoas com autismo no Rio Grande do Sul.

A diretora da escola, Ana Maria Brandão Ractz, destacou a necessidade de criar instituições especializadas para autistas, investir na capacitação de professores e pais e garantir sustentação para o trabalho pedagógico com psicólogos, fisioterapeutas, psiquiatras e fonoaudiólogos.

- Esses profissionais dão amparo para que o trabalho pedagógico se efetive – salientou a diretora. Ana Maria considerou inaceitável a exclusão social e educacional dos autistas.

Os autistas pensam e agem de forma diferente, mas pensam e agem. Não podem ser excluídos – afirmou.

A audiência foi proposta pelo deputado Alexandre Lindenmeyer (PT) e teve relatos emocionados de pais e depoimentos de especialistas no tema.

Autismo

O autismo é considerado o mais grave distúrbio da comunicação humana, e atinge principalmente meninos. No Brasil, a síndrome afeta cerca de 2 milhões de crianças, mais do que câncer, AIDS e diabetes. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), existem cerca de 70 milhões de autistas em todo o mundo.

Comente aqui
24 mar10:11

Conselho de Assistência Social oferece curso de formação

Sob o tema “O marco legal das entidades beneficentes de assistência social: desafios para a implantação”, o Conselho Municipal de Cidadania e Assistência Social, com o apoio da Secretaria de Cidadania e Assistência Social (Semcas), promove nesta sexta-feira, dia 25 de março, um encontro de formação destinado à entidades beneficentes de assistência social e interessados no assunto.

Oportunidade em que o ex-presidente do Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), e atual vice-diretor da Escola Bom Jesus, da rede Sinodal de Joinvile,  professor Sílvio Iung, fará uma explanação sobre o tema. O encontro acontece no salão da Assistência Social Diocesana Leão XIII, nos turnos da manhã e tarde. Mais informações pelo fone (54) 33123070, ramal 221.

Comente aqui
22 mar14:50

Autismo é discutido na Assembleia Legislativa

Durante reunião da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira, o deputado Luciano Azevedo (PPS), destacou a importância de dar atenção especial ao tema do Autismo.

Ele lembrou que, em Passo Fundo, existe a Escola Municipal Professora Olga Caetano Dias, a primeira escola pública para atender especificamente pessoas com autismo no Rio Grande do Sul, além de grupo de pais e associações atuantes.

- É fundamental que se discuta o tema com profundidade – observa.

Luciano apoiou a proposta do deputado Alexandre Lindenmeyer (PT) de promover audiência, em abril, para acompanhar as campanhas que a Organização das Nações Unidades promove em prol das pessoas autistas. Ele prometeu ajudar na mobilização.

Comente aqui
20 mar21:44

Programa Vida Urgente promove Curso de Capacitação de Voluntários

A Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, através do Programa Vida Urgente, promove o Curso de Capacitação de Voluntários neste mês de março. O objetivo é desenvolver multiplicadores das atitudes de valorização e preservação da Vida.

O curso é uma oportunidade de viver e saber mais sobre o “Universo Vida Urgente”. Os alunos irão conhecer a história da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e a visão sobre o trânsito, cidadania, voluntariado e “Cultura do Herói” da instituição.

As inscrições podem ser feitas pelo e-mail capacitacao@vidaurgente.com.br ou pelo telefone (51) 3230-0893.

Dias: 26 e 27 de março (sábado e domingo)
Horário: das 9h às 12h e das 13h30min às 18h
Local: Fundação Thiago de Moraes Gonzaga, rua Botafogo, 918, bairro Menino Deus, em Porto Alegre



Comente aqui