clicRBS
Nova busca - outros

Marau

29 jan11:23

Família de empresário é feita refém durante assalto

Atualizada às 17h30min

Marielise Ferreira | marielise.ferreira@zerohora.com.br

Uma família foi feita refém durante a madrugada deste domingo em Marau. Três homens armados invadiram a residência de um empresário na localidade Colônia Gobbi, interior do município.

Eles anunciaram o assalto e mantiveram o proprietário da casa, a esposa e filhos dele sob revólveres durante uma hora. Depois de recolher joias, dinheiro e armas da casa, no valor aproximado de R$ 25 mil, os homens fugiram.

Ninguém foi ferido. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso.

Comente aqui
12 jan14:59

Marau decreta situação de emergência devido à seca

O município de Marau decretou situação de emergência devido à seca na manhã desta quinta-feira. Prejuízo no município é de cerca de R$ 60 milhões, segundo a Prefeitura.

O milho é a cultura que mais sofre com a falta de chuva. Estimativas da Emater apontam perda de mais de 80% na safra e prejuízo de cerca de R$ 10 milhões.

As lavouras de soja tiveram perda de 45%, o que representa prejuízo de R$ 35 milhões. Na produção de leite, a queda é de 30% e os prejuízos de quase R$ 4,5 milhões.

Com as perdas na lavoura, o comércio do município também foi prejudicado. Redução nas vendas é de 5%, segundo estimativa do município. Casos de falta de água no interior também foram registrados.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Marau

Comente aqui
27 dez16:45

Morre motorista de caminhão que se envolveu em acidente em Marau

Fábio Lehmen | fabio.lehmen@rbstv.com.br



Morreu no início da tarde o motorista de uma carreta que se envolveu em um acidente na manhã desta terça-feira, na ERS-324, em Marau. Marcos Risato Campiolo, de 34 anos, conduzia uma carreta com carga de milho e colidiu de frente com um caminhão carregado de areia.

O motorista chegou a ser socorrido, mas morreu depois de passar por cirurgia no hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo. O motorista do outro caminhão permanece hospitalizado em Marau.


Comente aqui
23 dez11:22

Sistema inovador em suínos

Leandro Becker | leandro.becker@zerohora.com.br


Liberdade, tecnologia e bem estar animal norteiam um inovador sistema de criação de suínos desenvolvido nos Estados Unidos. Os avanços da pesquisa foram detalhados pelo PhD e especialista em medicina suína Thomas Parsons em visita à fábrica da GSI em Marau, na semana passada.

A linha de pesquisa de Parsons, que já serve de protótipo para aplicação em escala comercial nos Estados Unidos, une a tecnologia de um sistema nutricional individualizado por microchips à maior liberdade de movimento do animal. O resultado é mais produtividade em um ambiente saudável aos suínos. Em roteiro pelo país, o especialista também assessorou projetos de suinocultura na região Sul.

ENTREVISTA

Thomas Parsons, especialista em suínos da Universidade da Pensilvânia

“A tecnologia abre portas”

Zero Hora – Como funciona seu inovador modelo de produção?
Thomas Parsons – Ao serem criados em ambientes coletivos, alguns suínos geralmente engordam mais do que outros.O desequilíbrio ocorre porque há animais agressivos que conseguem comer mais, resultando em uma seleção natural. Nesse sentido, se propôs um sistema de alimentação computadorizado que utiliza um microchip para identificar a nutrição adequada para cada animal em diferentes horas do dia, mesmo em ambiente coletivo. Ele ainda concilia nutrição adequada com bem-estar e maior liberdade de movimentação para o animal. Outra ideia implantada é a criação de fêmeas gestantes sem celas, o que garante mais conforto, espaço para circulação da área coberta e uma gestação saudável.
ZH – Qual o papel da tecnologia nesse processo?


Parsons – A tecnologia abre portas para um futuro cada vez mais promissor e agrega valor à produção. Apesar de não ser tão popular pelo custo mais elevado, o sistema sugerido pretende qualificar a criação garantindo o bem-estar animal. Os suínos são animais inteligentes e, além do desenvolvimento físico, é preciso estar atento à saúde mental deles. Aliado a isso, a genética também é decisiva para um crescimento do setor.

>> Leia a entrevista completa na Zero Hora desta sexta-feira


Comente aqui
12 dez19:06

Marau assina contrato pavimentação com a Caixa

A Caixa Econômica Federal assinou nesta segunda-feira, com o município de Marau, o primeiro contrato do estado do RS de financiamento no âmbito do programa Pró-Transporte. Os recursos serão aplicados na pavimentação de 47mil m2 de ruas nos bairros Santa Lucia, São José e Nova Alternativa, beneficiando uma população estimada em 8 mil habitantes.

Este é o primeiro contrato, nesta modalidade, assinado na região norte do Estado do Rio Grande do Sul, destinado à melhoria de vias urbanas.

O projeto, que está inserido no Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2), receberá investimentos da ordem de R$ 2,5 milhões para a pavimentação, canalização pluvial, sinalização de trânsito, construção de passeio público e rampas para cadeirantes nos bairros beneficiados. Desse total, R$ 2,4 milhões serão financiados pelo Programa Pró-Transporte, com recursos do FGTS, e a prefeitura entrará com a contrapartida de R$ 130 mil.

- Aqui em Marau este projeto do PAC2 levará melhores condições de vida para a população de três bairros, com solução completa na infraestrutura de pavimentação e drenagem – explica o superintendente regional da CAIXA, Ruben Valter Grams.

Já o prefeito Vilmar Perin Zanchin destacou os benefícios que o projeto propiciará e as parcerias estabelecidas.

- Estamos muito felizes com a assinatura deste contrato, pois vai permitir a melhoria na infraestrutura urbana, em benefício da população dos bairros de Marau – afirma.

Pró-Transporte

O objetivo do programa é financiar, ao setor público e ao setor privado, a implantação de sistemas de infraestrutura de transporte, atendendo prioritariamente áreas de baixa renda e contribuindo na promoção do desenvolvimento físico-territorial, econômico e social, como também para a melhoria da qualidade de vida e da preservação do meio ambiente.

Informações: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal

Comente aqui
08 dez18:31

Comunidade do interior de Marau reconstrói estruturas danificadas com vendaval

Jader Pires | jader.pires@rbstv.com.br


Na comunidade de Gramadinho, no interior de Marau, o dia foi de reconstrução. Na quarta-feira, um vendaval provocou estragos na localidade.

Os troncos das árvores derrubadas pelo vendaval foram cortados na manhã desta quinta-feira. À tarde, ainda se trabalhava para restabelecer a energia elétrica. Na comunidade de Gramadinho, o dia foi para reparar os danos.

Parte do salão de festas comunitário ficou destelhado. No momento da vendaval, algumas mulheres estavam no local, mas ninguém ficou ferido. 

A estrutura mais prejudicada da localidade foi a de um aviário. Quando o vento destruiu a estrutura, cerca de 13 mil frangos estavam no local. De acordo com o proprietário, mil animais morreram.

Comente aqui
08 dez11:13

Vendaval destelha aviário e capela de igreja no interior de Marau

Leandro Becker | leandro.becker@zerohora.com.br


Um vendaval por volta das 17h30min de quarta-feira provocou danos no interior de Marau. Conforme o Corpo de Bombeiros, o vento destelhou um aviário com cerca de 100 metros de extensão, danificou telhas do salão comunitário e da capela da igreja.

De acordo com os bombeiros, o vento foi tão forte que também derrubou árvores, mas não souberam informar quantas. Apesar do susto, ninguém se feriu. Uma equipe de bombeiros levou lonas e prestou assistência à comunidade, localizada a cerca de 15 quilômetros da cidade, para amenizar os prejuízos.

Comente aqui
04 dez19:48

Quase cinco dias depois, incêndio em aterro sanitário é extinto em Marau

Leandro Becker | leandro.bekcer@zerohora.com.br


Após quatro dias e 20 horas de trabalho, bombeiros, policiais militares e servidores da prefeitura extinguiram por volta das 15h30min de domingo os focos de incêndio no aterro sanitário da empresa Nova Era no interior de Marau, no norte do Estado.

O fogo, ainda de causa desconhecida, iniciou por volta das 19h de terça-feira. Ele foi extinto com o uso de terra e de um líquido gerador de espuma. Desde as 7h30min, pelo menos seis pessoas e três máquinas da prefeitura trabalharam no local.

Durante a semana, o Instituto Geral de Perícias especializada em incêndios esteve no local para avaliar o caso e tentar descobrir a origem do fogo. A Polícia Civil apura se houve causas acidentais, se ocorreu por negligência da empresa, ou se foi criminoso.

Segundo a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) o aterro possui licença ambiental em vigor para receber até 300 toneladas por dia e, atualmente, concentra os resíduos de 30 municípios da região, o que dá aproximadamente 100 toneladas por dia.

Por outro lado, a Fepam observa que o empreendimento precisa de readequações, principalmente relativas ao sistema de tratamento de efluentes, o que já estaria sendo providenciado pela empresa responsável.

>> Leia Mais em zerohora.com

Comente aqui
30 nov10:35

Incêndio no aterro de Marau já dura mais de 12 horas

Bombeiros de Marau trabalham para conter um incêndio de grandes proporções que atinge o aterro sanitário do município, localizado no Norte do Estado, desde o começo da noite de ontem.

Segundo informações do batalhão, o fogo começou por volta das 19h de terça-feira e há grande dificuldade para extinguir completamente as chamas por causa dos gases inflamáveis gerados pelo lixo.

ZEROHORA

Comente aqui
07 nov15:17

Carro é roubado em Marau

Neste sábado, em Marau, por volta das 23h, Willian Junior Padilha foi abordado por dois homens armados quando estacionava o carro em frente a uma boate. Ele teve o rosto tapado e foi obrigado a rodar no veículo por cerca de 20 minutos até um matagal onde foi amarrado. Ao conseguir fugir foi até a residência mais próxima e pediu ajuda à Brigada Militar.

Comente aqui