Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Boa atuação não bastou para Figueira vencer o Santos

24 de outubro de 2015 7

O Figueirense dominou o Santos no primeiro tempo e só não abriu o placar por que Dudu perdeu dois gols e o árbitro, Leandro Pedro Wuaden, não marcou pênalti de Gustavo Henrique em Dudu. O Santos passou todo o primeiro tempo sem criar chance de gol.

O jogo mudou depois do intervalo. O Santos voltou mais atento , acertou contra-ataques e deu pouca chance ao Figueira, que finalizou duas vezes com Suéliton e outra com Juninho, embora usando três atacantes a partir da metade do segundo tempo.

Geuvânio perdeu a melhor oportunidade do Santos , logo aos 20 segundos.

João Victor foi o grande destaque do Figueira. Ele anulou Lucas Lima e acertou passes e lançamentos.

Um empate ruim para a necessidade do Figueira, porém , considerando a qualidade do adversário, fazer um ponto pode ser decisivo no final.

O público de 7.600 torcedores frustrou a expectativa.

Comentários (7)

  • Mazinho Alvinegro diz: 24 de outubro de 2015

    Concordo com teu comentário, Paulo!
    Digo mais:
    Demos sorte quando o árbitro não marcou um pênalty CBF, quando a bola bateu no braço do Yago.
    Porém, o resultado final não foi de todo ruim, haja vista que, o Santos tem ganhado todas neste ano.
    Somamos 1 ponto e isso pode fazer a diferença lá nos finalmentes.
    Pior foi o Vice-Inveja que, foi surrado pelo péssimo time do Argel.
    Abs, … mô quiridu!

  • Euclides Augusto diz: 24 de outubro de 2015

    As mudanças do Hudson tirou o poder de força do time e por isso ficamos nesse empate sem graça, nos deixando em uma situação muito incomoda. O nosso esquema de jogo é correria e Carlos Alberto não faz parte, ele passou o segundo tempo todinho caminhando em campo e reclamando dos demais jogadores e mesmo assim o Hudson insistiu com ele ai foi o nosso grande problema, Hoje o Rafa Bastos era para ficar em campo. O Hudson não está aproveitando a oportunidade que ganhou do Wilfredo para ser técnico. Na primeira oportunidade rebaixa o time, aí irá pastar o resto da vida.

  • William diz: 24 de outubro de 2015

    Eu também acho que o Carlos Aberto está na contra-mão do Figueira.
    É um baita jogador, mas só consegue jogar meio tempo.
    Sobre o jogo, acho que o resultado final não foi de todo ruim, haja vista que, o Joinveja foi surrado pelo fraco time do Argel em POA.
    Amanhã, quem diria, terei que torcer pelo GAYmio, pelo Cruzeiro, pelos Bambis de SP e pelos indios do RS do oeste.
    Acho que vou me dar muito bem nessa rodada.

  • Deba diz: 25 de outubro de 2015

    Porque não escrever a verdade, sempre achando uma desculpa para alegrar os Alvinegro se não é a cotovelada do Kempes, daí não sairia o gol que podia ser expulso e nem amarelo ganhou, e srmpre um pênalti não marcado, depois ficam brabos que chamam de clube azarado.
    Até um Boco acima que deveria se preocupar com o time dele, mas deu a entender que assistiu o jogo do Inter, deve ser uma viúva do Argel kkkkkkk ou recalcado de Joinville, pois todos comentários sempre tem uma coisa do Jec, mas não do Avai nosso maior adversário.

  • boco de floripa diz: 25 de outubro de 2015

    Como não vence fora do estadio vazio e com alambrado deu pra bola esse ano não faz mais que 38 pontos.

  • Deba diz: 25 de outubro de 2015

    Pelos erros gramaticais básicos, esse “Deba” genérico só pode ser o Chico-Manguaça logo após a “chicotada” que levou do Argel.
    Típico torcedor bailarina azarado, time azarado, tudo por conta do engomadinho rogador de pragas.
    Como diz o Da-Barra:
    Que burro!

  • cristiano vieira diz: 26 de outubro de 2015

    Amigo Paulo Branchi só viu o pênalti no figueirense? E os dois pênaltis a favor do Santos não conseguiu ver? kkkkk, grande abraço

Envie seu Comentário