Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 12 março 2016

Joinville não deixa Figueirense reagir e vence no Scarpelli

12 de março de 2016 13

O Joinville não ficou apenas na defesa buscando os contra-ataques, como muitos imaginavam. Desde o inicio adiantou a marcação, bloqueou os lados do campo e trabalhou a bola pelo meio, principalmente com a projeção ofensiva dos volantes Naldo e Anselmo, que ganharam quase todos os rebotes. Esta configuração tática só mudou no segundo tempo, depois da expulsão de Kadu.

O Joinville abriu o placar aos 12 min , na primeira chance que surgiu. Apesar da polêmica o árbitro Sandro Meira Ricci acertou. O assistente Éder Alexandre marcou impedimento, Bruno Águiar fez o gol. Depois de conversar com o assistente o árbitro Sandro Meira Ricci confirmou o gol porque a bola foi tocada para trás por Dodô.

A discussão esquentou o jogo e o Joinville tirou proveito. Aos 16 minutos Kadu já fazia o segundo gol.

O Figueirense acertou a trave, mas não conseguiu descontar antes do intervalo.

Controle

O Figueirense tentou pressionar no início do segundo tempo, mas o Joinville continuou melhor até os 20 min. O Figueirense cresceu apenas depois da entrada de Gabriel Esteves e Ermel, com a expulsão de Kadu passou a dominar a partida.

Depois de Nirley acertar a trave e Agenor fazer boas intervenções, Ermel descontou para o Figueira. Tarde demais. O Joinville soube controlar o jogo.

O Figueira se distancia e o Joinville se fortalece na luta pelo segundo turno.

Destaques

Agenor, Naldo, Anselmo e Kadu foram os destaques da partida. O goleiro liderou o time e fez boas defesas, os volantes marcaram bem e saíram para o jogo com qualidade e Kadu deu agilidade ao meio e ainda fez o gol.

Apito

Sandro Meira Ricci conversou demais e contribuiu para o jogo parar por muito tempo. depois árbitro e assistente não se entenderam no primeiro gol do Joinville.

Arbitragem confusa.