Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Chape voa, Avai afunda na goleada em Chapecó

20 de março de 2016 2

A Chapecoense foi implacável com o Avai na Arena Condá na goleada por 4 a 0, mas a crueldade poderia ser maior se tivesse mantido o interesse no jogo quando ficou com um jogador a mais, depois da expulsão do zagueiro Gabriel.

Mais organizada, confiante e qualificada a Chape mostrou desde o início a grande diferença em campo. Bruno Rangel foi logo fazendo três e bateu o próprio recorde de maior artilheiro na história do clube.

Do Avai nada se viu. Sem tática e estratégia adequadas para a situação, ficou também sem destaques individuais ou superação através da luta. Apenas entrou em campo, porém não jogou. Nem do gol impedido de Bruno Rangel pode reclamar.

Seria apenas coincidência o fato de a defesa, que já não era boa, ter virado um queijo suíço depois da chegada de Antônio Carlos?

A derrota afunda o Avai , que deve mudar de técnico nesta segunda-feira.

A vitória coloca a Chape mais perto da conquista do campeonato.

Comentários (2)

  • Nodu Mang diz: 21 de março de 2016

    O quê?
    O combinado do mangue caiu de QUATRO diante da fraca chape?
    Não me dix!
    Aí eu me obrigo a rir bem baixinho, … “hihihihi”.

  • Nodu Mang diz: 21 de março de 2016

    Parece que a turma do mangue estão passando só na base de mortadela com tubaína.
    Aí eu consigo evitar de rir bem baixinho, .. “hihihihihiiii!”.

Envie seu Comentário