Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Figueira observa garotos, vence o FLU e já olha para 2017

27 de novembro de 2016 3

O Figueirense fechou a temporada de jogos em casa vencendo o Fluminense por 1 a 0 , mas com futebol e presença da torcida de time rebaixado. O jogo foi muito ruim e o público de apenas 1.800 torcedores.

A observação de alguns garotos foi o que mais chamou a atenção no time do Figueira. Mas Dudu e Matheuzinho, que começaram a partida, embora mostrando potencial tiveram atuações discretas. O volante João Pedro, que entrou no segundo tempo, deixou melhor impressão, apesar de pouco tempo em campo.

Uma despedida melancólica, de um time sem qualidade e inspiração, e que ainda joga com o Sport domingo em Recife, já pensando em 2017.

Projetando

Marquinhos Santos será o treinador ano que vem. Uma decisão polêmica. Ele fica pelo contratado assinado até o final de 2017 e por que largou o Fortaleza para assumir o Figueira, trocando um acesso por rebaixamento. É respeitado por trabalhos que fez no Coritiba e Fortaleza, porém nada acrescentou ao Figueirense na reta final da Série A. Vai ter a chance de mudar a história.

Branco, que vem morar em Floripa, ganha força e assume o futebol junto com Léo Franco. Uma escolha que coloca um olhar técnico no departamento de futebol, corrigindo uma falha da gestão de Brilinguer nos 4 anos recentes. Vai depender, porém, da competência de Branco para dar certo. O torcedor não esquece a passagem dele como treinador e o retorno este ano como assessor do presidente, trabalhos que não deram bom resultado.

Barca

A reformulação do grupo de atletas começou com as dispensas de Ayrton, Pará, Diego Torres, Ēlvis, Maurides e Rafael Silva. Todos mereceram a liberação. No mínimo mais 10 atletas devem ser dispensados. O problema vai ser evitar a saída de jogadores que poderiam ficar. Casos de Gatito, Werley , Ferrugem, Lins e Rafael Moura.

Comentários (3)

  • Waltencir diz: 28 de novembro de 2016

    Quando o Figueirense foi devolvido pelo pri$co, achei que o clube iria ser devolvidobaos torcedores e acabasse isso de usar o clube como balcão de negócio, saiu um entrou outro pior. Deveria ser copiadobo que deu certo o Avaí trouxe pessoas com vínculos históricos como joceli e Evando? E o figueira? Nada só pessoas de fora como esse branco secador de alambique que perdeu o título vergonhosamente em 2012.

  • Bernardo Figueira diz: 28 de novembro de 2016

    Bom dia, Paulo.

    Voce é um dos poucos que tem coragem de falar algumas coisas no ar, enquanto alguns acabam se passando por “advogados” do presidente. Por esse motivo gostaria de compartilhar um episodio que aconteceu comigo no jogo de ontem. A segurança do estádio Orlando Scarpelli barrou a entrada de uma faixa que confeccionei, que perguntava ” E o Wilfredo quem demite?” Somente disseram : não pode entrar com faixa! Entrando nos Scarpelli a Gavioes – que não pede a saida do Wilfredo – empunhava 3 faixas! Estranho não?
    É preciso que essa caso seja divulgado para o bem do Figueirense e de seus torcedores! E o artigo 13 do Estatuto do torcedor??

    Obrigado,

    Bernardo de França da Silva;

  • Paulinho diz: 28 de novembro de 2016

    Se manter esse time para 2017 vai ser mais uma vergonha, o certo é mandar todos embora e fazer novas contratações, ter que aturar Yago, jeferson, renato e etc, vou comecar o ano gritando mais uma vez, socorroooooooooooooooooooooooooooooooooooo

Envie seu Comentário