Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 18 março 2017

As mudanças no futebol do Figueira

18 de março de 2017 5

A bandeja carregou as cabeças de Léo Franco e Branco, ainda no calor da derrota para o Joinville e, em pleno camarote da diretoria, no Orlando Scarpelli.

Foi a resposta do presidente, Wilfredo Brilinguer, á pressão da torcida por melhores resultados no momento que o clube atravessa uma das piores fases desde o ano 2000.

A dupla do futebol acertou pouco na montagem do time, não conseguiu fazer ajustes e ainda deu o azar de perder Marquinhos, João Paulo e Zé Love, jogadores que muito ajudariam para superar a turbulência técnica. Então, era uma mudança esperada.

O cargo de superintendente de futebol é fundamental na montagem da equipe e administração da área técnica, mas tem funcionado precariamente na gestão Brilinguer. Não há sequência de trabalho e de profissionais. Na média, muda tudo a cada trimestre.

Desde o final de 2012, quando Brilinguer assumiu a presidência, o período de maior sequência foi sob o comando de Argel, que iniciou em 2014 e terminou em 2015. Mesmo assim não foi um trabalho sustentado por conceitos de longo prazo, mas apenas conduzido pela energia e empolgação do treinador.

Agora , Carlos Arini, foi contratado para a função que já exerceu no clube. Os conceitos continuam os mesmos. Mais uma vez a preocupação não é com a formação de um time identificado com a torcida, mas sim com a colocação imediata de jogadores no mercado.

Joinville envolve o Figueira e vence no Scarpelli

18 de março de 2017 2

O Figueirense teve , mais uma vez, uma atuação constrangedora na derrota para o Joinville em casa, repetindo as atuações anteriores no campeonato.

O time, apesar das limitações, tentava equilibrar o jogo no primeiro tempo quando o atacante Bill- que ainda não fez gol no campeonato e mesmo assim recebeu a tarja de capitão – deu uma cotovelada em Junior Sutíl e acabou expulso.

O Joinville já vencia por 1 a 0 , gol de Renan Teixeira, então aproveitou para tomar conta da partida. Em alguns momentos colocou o Figueirense na roda e ampliou com gol de Marlyson no segundo tempo.

Grande resultado e boa atuação do Joinville, líder do segundo turno, que contou com boas atuações de Renan Teixeira, Bruno Rodrigues, Alex Ruan e Breno.

O Figueirense é um time sem nada. Até Dudu, revelação da temporada, não repetiu o desempenho de jogos anteriores.

Apito

Apesar da displicência em alguns momentos, Sandro Meira Ricci teve ótima atuação.