Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2017

Falhas no primeiro tempo foram decisivas para derrota do Avaí em São Paulo

29 de julho de 2017 2

As chances do Avaí conseguir um bom resultado diante do Palmeiras, em São Paulo, esfriaram logo no início da partida e se tornaram quase inviáveis ainda no primeiro tempo.

Com a proposta de apostar quase tudo na defesa, como sempre , o Avaí resistiu pouco tempo e facilitou as ações do Palmeiras. O gol de Dudu aos 11 min começou a mudar o que o Avaí tinha planejado.

Aos poucos o time conseguiu reagir, avançou ao ataque, conseguiu três finalizações, mas não aproveitou. O Palmeiras, na segunda chance que teve, ampliou com Deyversom.

A expulsão de Juan, por reclamação, fechou o quadro negativo do primeiro tempo e deu
mais vantagem ao Palmeiras.

O segundo tempo foi de pouca reação do Avaí e administração do placar pelo Palmeiras.

Individualmente, Joel foi o destaque do Avaí. No segundo tempo ele acertou dois belos chutes quase descontou.

Com a derrota, o Leão deixa escapar a chance de sair da zona de rebaixamento.

Derrota, protestos e demissões no Figueirense

29 de julho de 2017 0

O sábado foi , mais uma vez , de tensão fora de campo e pouco futebol no Orlando Scarpelli. A consequência foi mais uma derrota e demissões no departamento de futebol.

Antes do jogo alguns torcedores ameaçaram os jogadores, derrubaram um portão do estádio e provocaram medo aos jogadores no vestiário.

Com a bola rolando o Figueirense repetiu o futebol sem inspiração dos últimos jogos e perdeu para o Vila Nova, mergulhando cada vez mais na zona de rebaixamento.

A resposta da diretoria veio com a demissão do treinador, Marcelo Cabo e do superintendente de esportes, Carlos Arini.

Mais uma uma troca de treinador e de superintendente, decisão que mais aparece no Figueirense dos últimos tempos, mais pouco resolvem.

Resistência da defesa garante vitória do Avai diante do Cruzeiro

23 de julho de 2017 0

O Avai aplicou todas as suas forças de resistência para voltar a vencer na Ressacada, em jogo que deu a bola para o Cruzeiro e levantou uma muralha na defesa para suportar a pressão.

O jogo se desenvolveu o tempo inteiro com a mesma configuração. O Cruzeiro tocando bola e o Avai recuado, apostando tudo na defesa.

Assim, não foi surpresa que sofresse pressão em vários momentos e permitisse boas chances ao Cruzeiro, mas quando a defesa não tirava o goleiro Douglas brilhava e garantia o placar. Até em lance duvidoso de pênalti a favor do Cruzeiro, a decisão do árbitro pesou a favor.

E, no único lance claro de gol que criou, Junior Dutra fez o gol da vitória e aliviou a situação do Avai.

Individualmente, destaque para as atuações de Douglas, Alemão e Junior Dutra.

Uma vitória fundamental para melhorar a possibilidade de terminar o turno com mais de 20 pontos, e que marca a recuperação do time, agora com três vitórias, três empates e uma derrota em sete jogos.

Figueira é humilhado em Minas

21 de julho de 2017 3

O Figueirense bateu no fundo do poço do desempenho técnico ao sofrer uma goleada humilhante em Belo Horizante.

Abalado emocionalmente, sem confiança e mal posicionado taticamente, o Figueirense mal conseguiu lutar. O América não perdoou e liquidou o jogo antes do intervalo, abrindo três gols de vantagem.

O segundo tempo serviu apenas para ratificar a superioridade do time mineiro, embora a diferença caiu para dois gols, um marcado de pênalti,que não existiu, no último lance da partida.

América 4 a 2 e mais uma atuação vergonhosa.

No momento, a Série C assombra o Estádio Orlando Scarpelli.

Avai faz bom jogo e para o líder na Ressacada

19 de julho de 2017 0

O Avai não tirou a invencibilidade do Corinthians, mas realizou a melhor partida em casa, até agora na Série A.

O primeiro tempo foi equilibrado e truncado, com os dois times arriscando pouco no ataque. Nas duas melhores possibilidades de finalização, Juan não aproveitou para o Avai e Guilherme Arana perdeu para o Corinthians.

As lesões de Jadson e Pablo, substituídos em 14 min, atrapalharam os planos do técnico Fabio Carille.

O jogo mudou bastante no segundo tempo, principalmente depois da entrada de Romulo e Marquinhos, mudanças que aumentaram as possibilidades ofensivas do Avai, mas abriram espaços na defesa.

Os times se abriram e a emoção aumentou. Simião perdeu gol na pequena área e Joel acertou a trave. O Corinthians foi mais perigoso nos últimos minutos e finalizou duas bolas na trave, além de obrigar Douglas a fazer defesas importantes.

Apesar da situação na tabela, o empate foi um bom resultado para o Avai, que teve o goleiro Douglas como o maior destaque da partida.

Figueira e Oeste maltratam o futebol no Orlando Scarpelli

18 de julho de 2017 0

É difícil descrever a falta de qualidade que invadiu o jogo Figueirense e Oeste no Orlando Scarpelli, provocando dos piores jogos dos últimos tempos, principalmente no primeiro tempo, etapa que não teve nada além de faltas, chutões e passes errados.

No segundo tempo, depois que Zé Antônio e Luidy entraram, o rendimento melhorou um pouco. Renan Motta também entrou, mas nada acrescentou. Surgiram alguns lances de perigo a favor do Figueira, mas as melhores possibilidades ainda foram do Oeste.

Mazinho apareceu livre, mas o assistente errou e marcou impedimento. Jheime, na melhor chance da partida, perdeu na frente do goleiro Saulo.

No final, o que melhor aconteceu para o Figueirense foi não ter perdido, apesar de ser um resultado ruim para quem luta contra o rebaixamento.

Empate foi bom para o Avai em Salvador

16 de julho de 2017 0

O Avai repetiu em Salvador no jogo com o Bahia o que vem fazendo em todos os jogos Fora de casa. Apesar da ausência de Judson e Luan, continuou sendo um time que apostou tudo na defesa para não perder.

Assim, a posse de bola foi quase toda do Bahia, que dominou o primeiro tempo, finalizou várias vezes e teve duas chances claras para abrir o placar. Uma parou na trave e outra o goleiro Douglas defendeu.

A única finalização do Avai foi um cabeceio para fora do atacante Joel.

A configuração do jogo pouco mudou no segundo tempo. O Banhia continuou dominando a partida até abrir abrir o placar, aos 30 min, e parecia encaminhar a vitória, mas o Avai não desistiu.

Depois de cobrança de escanteio, Junior Dutra deu uma puxada na bola e Romulo desviou quase dentro do gol , empatando a partida.

Considerando o futebol que apresentou, as poucas chances que criou e a desvantagem no placar, empatar foi um grande resultado para o Avai.

Figueirense vence o Brasil com dois golaços

14 de julho de 2017 0

O Figueirense interrompeu a sequência de resultados negativos com um vitória que exigiu muito suor diante do Brasil no Bento Freitas, em Pelotas.

A opção por três zagueiros, protegidos pelos garotos Patrick e Pereira, funcionou bem contra um adversário que insistiu bastante nas jogadas aéreas.

No primeiro tempo o Brasil criou apenas uma chance e conseguiu fazer o gol. O Figueirense teve boas saídas ao ataque e fez dois golaços. Primeiro Robinho e depois Henan.

No segundo tempo o jogo só complicou depois que Leandro Almeida foi expulso. Decisão correta do árbitro.

A pressão foi intensa e o atacante Marcinho perdeu a grande chance de empate no último lance do jogo.

Uma vitória construída com muita luta e dois golaços. Talento e suor que podem iniciar uma nova história dentro do campeonato.

Individualmente, todos tiveram bom desempenho. Destaque, porém, para Saulo, Pereira, Robinho e Henan.

Goleada para o Coritiba mantém o Avai no Z-4

14 de julho de 2017 1

O Avai tomou uma ducha gelada na reação para deixar o rebaixamento com a goleada que sofreu do Coritiba depois de três bons resultados seguidos, principalmente, as vitórias fora de casa diante de Botafogo e Grêmio.

E jogar em casa se torna um trauma, porque o time não sabe tomar a iniciativa, ter posse de bola e envolver o adversário.

O Avai ainda tentava se encontrar em campo quando Judson fez o pênalti que provocou o primeiro gol da partida. Marquinhos empatou com a colaboração do goleiro Wilson, mas não demorou muito para o Coritiba fazer o segundo e segurar a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo a situação piorou. O Avai tentava reagir quando o técnico Claudinei Oliveira fez três alterações que desestruturaram completamente o time. Ele tirou Romulo, Marquinhos e Judson e colocou Willians, Pedro Castro e Lucas Otávio. Foi um desastre.

O Coritiba aproveitou e fez o terceiro com a colaboração do goleiro Douglas e ainda chegou ao quarto gol, liquidando a partida bem antes do final.

Marquinhos foi o melhor jogador do Avai, enquanto Neto Berola e Kleber foram os destaques do Coritiba.

A derrota mantém o time no rebaixamento e diminui drasticamente a projeção de pontuação no primeiro turno.

Derrota para o CRB mantém Figueira no Z-4

11 de julho de 2017 3

O Figueirense voltou a ser um time inseguro, desatento na marcação e pouco criativo no ataque, em Maceió, na partida com o CRB.

A consequência foi mais uma atuação fraca e nova derrota, que mantém o time no Z-4 da Série B.

Embora o bom início de jogo, quando teve boa posse de bola, bastou o CRB pressionar um pouco que as falhas da defesa apareceram. O CRB abriu 2 a 0 antes do intervalo.

O deslocamento de Dudu Vieira para a lateral-direita e entrada do volante Patrick fez o desempenho subir um pouco no segundo tempo, mas não foi suficiente para , ao menos, empatar a partida.

Henan descontou e a reação não avançou. Faltou a superação, sempre necessária quando a fase não é boa, para evitar o pior.

Restou a boa estréia do goleiro Saulo, que fez boas defesas e evitou uma derrota por placar maior.