Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Figueira escapa de perder em Caxias

11 de agosto de 2018 0

O frio em Caxias não impediu um jogo movimentado e com muitos lances de gol no Alfredo Jaconi. O empate sem gols foi melhor para o Figueira porque o Juventude teve mais chances para vencer.

Incrível

O Figueirense optou por tentar controlar as ações ofensivas do Juventude no primeiro tempo e sair com toques rápidos para o setor ofensivo. Acabou ficando mais na defesa, permitiu mais posse de bola e finalizações, porém o Juventude não criou lances claros para fazer o gol.

A melhor chance foi do Figueira. Matheus Sales começou a jogada e tocou para Jorge Henrique, ele rolou para Henan. O centroavante dominou livre e de frente para o goleiro fez o mais difícil. Tocou para fora. Lance inacreditável. Outra chance também surgiu para Henan, novamente com passe de Jorge Henrique. Ele bateu cruzado e o goleiro defendeu.

Pênalti

O Juventude voltou melhor para o segundo tempo e aproveitou momentos de desatenção da defesa do Figueirense para criar lances de perigo. Antes dos 10 min o goleiro Denis salvou uma e Elias perdeu outra chance clara para o Juventude.

Milton Cruz tentou colocar o Figueira mais no ataque com duas alterações. Saíram Renan Motta e Henan e entraram Juninho e André Luis. Juninho entrou bem, chegou a acertar a trave de fora da área, mas acabou sentindo lesão e foi substituído por Maikon Leite.

Sem compactação o Figueira concluiu pouco e deu muito espaço. O Juventude continuou criando mais chances. Leandro Lima perdeu uma e Maikon outra boa possibilidade de fazer.

No último lance do jogo, já aos 50 min, Nogueira fez pênalti, o árbitro marcou fora da área. Fred bateu e a trave salvou.

Apesar de não voltar ao G-4, o Figueira pode comemorar o ponto. Jogou menos e foi beneficiado pelo erro do Árbitro Marcelo de Souza.

Envie seu Comentário