Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Joel e Douglas brilham no Rio e Avaí vence a primeira fora de casa

26 de junho de 2017 0

O Avaí precisou de 10 rodadas para fazer a melhor partida na Série A e, não foi apenas por que venceu fora de casa, mas, principalmente, devido a capacidade de chegar ao ataque e acertar as finalizações.

As mudanças no time produziram resultados positivos, e isso ficou mais evidente nos dois extremos do campo.

Enquanto Joel destruiu a defesa do Botafogo no primeiro tempo, o goleiro Douglas parou a ataque com uma defesa mais bonita do que a outra, depois do intervalo.

Finalmente surgiram jogadores para fazer a diferença na Série A e levar o time para a primeira vitória longe de casa.

Resultado que tira o time da lanterna e alivia a pressão no técnico Claudinei Oliveira.

Figueira segura empate diante do Santa Cruz em Recife

24 de junho de 2017 0

O jogo apresentou várias possibilidades para os dois times na Arena Pernambuco e, no final, acabou com o oitavo jogo sem vencer do Figueirense.

O Figueira ajustou as linhas e fez bom primeiro tempo na defesa, permitindo apenas um lance de perigo ao Santa. Destaque para o espírito de luta do time.

Um pouco antes do intervalo o bom desempenho deu resultado. Jorge Henrique recuperou a bola no ataque, Dudu Vieira deu sequência e tocou para Henan fazer um golaço.

A história mudou no segundo tempo. O Santa Cruz fez três alterações em 15 min e partiu para cima envolvendo a defesa. Marcelo Cabo demorou para mudar o time e sofreu pressão até os 30 min. Augusto empatou e o Santa teve chance para virar.

Nos 15min finais o Figueira voltou a equilibrar a partida e teve a chance da vitória em jogada
construída por Luidy na direita. O goleiro Júlio César evitou.

O Figueira melhorou o posicionando defensivo, mas ainda precisa muita evolução para equilibrar o time e voltar a sonhar com acesso.

Kozlinski compromete e Maicon vai mal na derrota do Avai para o Fluminense

22 de junho de 2017 0

A noite apresentava como atrações a estréia de Maicon e Joel no Avai e, com eles, a esperança que a história pudesse começar a mudar no campeonato.

Até a metade do primeiro tempo havia bons sinais de melhora, mas, como no futebol tudo pode mudar em um lance e em alguns segundos, o erro fatal apareceu e mudou tudo.

Quando Kozlinski tentou driblar Henrique Dourado começou a jogar fora a possibilidade de construir uma noite de emoções positivas. O goleador do campeonato não perdoou e abriu o placar.

A partir do lance de Kozlinski nada mais deu certo. Maicon, a grande atração da noite, desviou duas bolas e colaborou nos outros dois gols do Flumimense.

Tudo certo para o Fluminense, tudo errado para o Avai, que não sai da lanterna e não mostra força técnica e tática para reagir.

Figueira perde novamente e desce para o Z-4 da Série B

20 de junho de 2017 1

O Figueirense mudou o treinador e alguns jogadores, mas cometeu diante do Luverdense os mesmos defeitos no sistema defensivo dos jogos anteriores e acabou perdendo mais uma em casa, resultado que empurra o time para a zona de rebaixamento da Série B.

O jogo começou com muitas ações ofensivas do Figueirense, mas o Luverdense saiu na frente logo na primeira chance, contribuição do goleiro Thiago Rodriguez, que deixou passar uma chute de longe que era possível alcançar.

A reação foi rápida e Joãonzinho empatou a partida depois de grande lance de Luidy. A defesa, porém, continuou dando espaço e o Luverdense aproveitou. Rafael Silva fez 2 a 1. Novamente o Figueira reagiu e empatou com golaço de falta cobrado por Robinho.

Parecia que a situação mudaria, mas o “queijo suíço” não saiu da defesa e, mais uma vez, a jogada aérea se tornou fatal. Depois de escanteio o Luverdense fez o terceiro antes do intervalo.

O segundo tempo teve menos finalizações, muitos passes errados e nervosismo. O Figueirense sucumbiu, cansou e perdeu força.

Agora na zona de rebaixamento, a situação do Figueira exige reação imediata para não seguir exemplos próximos , como o do Joinville, ano passado.

Derrota para o Vasco coloca o Avai na lanterna

17 de junho de 2017 0

O Avai melhorou o desempenho, comparando com a partida em Goiânia, mas, novamente, não conseguiu evitar a derrota, agora para o Vasco em São Januário.

O Avai começou bem, mas antes de tirar proveito da situação a interrupção do jogo por 27 min, provocada pela falta de energia elétrica, permitiu ao Vasco se reorganizar.

No reinício o Vasco foi melhor, e aproveitou uma jogada de Nenê pela esquerda em cima de Leandro Silva e Judson, para abrir o placar. Yago Pikachu apenas completou.

Antes do intervalo o Avai reagiu e finalizou três vezes com perigo, mas a bola não entrou.

No segundo tempo o Leão teve mais posse de bola, porém, faltou contundência no ataque. A melhor chance apareceu somente nos acréscimos. Martin Silva salvou com o pé o chute de Leandro Silva.

O zagueiro Airton fez uma boa estréia e Judson foi o jogador mais participativo do Avai, mas faltou qualidade para fazer algo diferente no ataque.

As quatro rodadas sem vencer, um empate e três derrotas, empurram o time para a lanterna e exige uma reação imediato para se fortalecer.

Figueira perde novamente na estréia de Marcelo Cabo

16 de junho de 2017 1

Marcelo Cabo estreou no Figueira, mas o time continua perdendo e as mudanças que ele tentou não deram
certo no Durival Brito, em Curitiba.

O técnico baixou o posicionamento do time para estancar a fragilidade defensiva do Figueirense, objetivo que alcançou no primeiro tempo, apesar de, mesmo assim, permitir duas chances claras ao Paraná e ficar sem ações Ofensivas. O primeiro tempo foi de péssimo futebol.

O segundo tempo foi um pouco melhor, mas só depois de o Paraná abrir o placar – mais um gol de cabeça que sofre o Figueira- e a entrada de Marco António no meio-campo.

O crescimento depois do intervalo não foi suficiente para empatar a partida, embora duas boas finalizações. O novo treinador vai ter trabalho duro para ajustar a equipe.

Mais um jogo ruim e mais uma derrota. A situação fica preocupante para um time que tem cobrança por acesso.

Marcelo Cabo é o escolhido do Figueira

15 de junho de 2017 0

Marcelo Cabo chega ao Figueirense respaldado por uma boa passagem no clube como auxiliar técnico de Jorginho e Branco, mas, acima de tudo, pelo acesso e título que conquistou comandando o Atlético-GO na Série B do ano passado.

É jovem, porém, já tem boa experiência, além de conhecer o clube. É grande a chance de dar certo, mas o desafio não é fácil.

Há muitos problemas internos para resolver, além da organização do time.

A lista de jogadores experientes e com influência sobre os demais , treinado separado é uma delas.

Na derrota para o Atlético-GO, surgiu o pior Avaí

14 de junho de 2017 0

No jogo que era para fazer a diferença no início da Série A, o Avaí fez sua pior atuação no campeonato, até agora e saiu derrotado do estádio Olímpico em Goiânia.

A defesa estava perdida, o meio-campo não existiu e asfixiou o ataque. Assim, nada funcionou.

Além disso, foi um jogo muito fraco tecnicamente e o Atlético-GO nem precisou jogar uma boa partida para vencer por 3 a 1, gols de Jorginho e dois de Everaldo. Juan aproveitou a única chance do Avaí e fez o gol de empate no primeiro tempo.

Além da derrota, o prejuízo é maior para para o jogo com o Vasco, sábado, no Rio de Janeiro. Alemão saiu machucado, Betão e Luan receberam o terceiro amarelo.

O campeonato começa a apertar, com jogos quarta e domingo, e o Avai não pode perder tempo na busca da recuperação.

A demissão de Márcio Goiano.

14 de junho de 2017 3

O Figueirense venceu apenas 4 partidas em 21 jogos e já está mais próximo da zona de rebaixamento que do G-4 da Série B. Esses números explicam muito da demissão do técnico Márcio Goiano, decisão tomada depois do empate com o Criciúma.

Tem mais fatores , porém, que pesaram contra o treinador. O time apresentou problemas defensivos desde o primeiro jogo e não ocorreu nenhum ajuste para tapar o “queijo suíço” que virou a defesa. Os episódios com o goleiro Fábio e zagueiro Marquinhos, também desgastaram Goiano, que mostrou fragilidade na administração da situação.

Talvez em outro clube, Goiano recebesse a um pouco mais de tempo para desenvolver o trabalho, não no Figueirense, onde o presidente adora trocar o treinador: 11 desde 2014.

Agora é virar a página e acertar na contratação do novo comandante, que não precisa ser medalhão, venha com ambição e alguma experiência de Série B.

Empate não agradou Figueira e Criciúma no Orlando Scarpelli

13 de junho de 2017 1

O Figueirense fecha a sétima rodada da Série B em situação distante do G-4 na tabela e, principalmente, sem avançar no ajuste da equipe, que apresenta alguns bons jogadores, porém , mostra-se irregular no desempenho porque está desiquilibrada taticamente.

O jogo com o Criciúma foi de repetição de falhas defensivas e, desta vez, sem o mesmo desempenho ofensivo de alguns jogos anteriores.

Bem posicionado, o Criciúma explorou bem os contra-ataques e abriu vantagem com dois gols de Douglas Moreira, porém, não soube segurar o placar favorável.

Na reta final do jogo, Luidy acertou dois lances e empatou a partida. Dudu Vieira ainda teve a chance da virada, mas não aproveitou.

Um empate que não agradou os dois times. O Figueira por jogar em casa e o Criciúma por que tinha a vantagem de dois gols e segue na zona de rebaixamento.