Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Sem atacar, Joinville perde a primeira na Série B

25 de maio de 2016 0

O placar foi apenas de um a zero, mas em nenhum momento o Jonville indicou que tinha alguma chance de , ao menos, empatar a partida na Fonte Nova.

O goleiro Agenor ainda fez alguns milagres , mas não teve como evitar o gol de Ernane e a primeira derrota na Série B.

A falta de produção ofensiva, problema que vem desde o ano passado, é o ponto que continua tirando o equilíbrio do Joinville.

Chapecoense deixa escapar vitória no final

25 de maio de 2016 0

A Chapecoense conquistou mais um ponto fora de casa e manteve a invencibilidade, mas sai de Volta Rodonda lamentando o empate por dois gols com o Flamengo.

É que além de ter jogado bem , a Chape ficou com um jogador a mais boa parte do segundo tempo e vencia até o último minuto.

O jogo foi marcado por dois pênaltis que não existiriam e foram confirmados pela arbitragem. Bruno Rangel empatou o jogo em lance que ele caiu na área, mas não foi tocado. Hyoran cobrou falta no ângulo e virou o placar. Um belo gol.

No último minuto Alan Patrick cobrou pênalti inventado pelo árbitro e empatou para o Flamengo.

Mas uma boa partida da Chapecoense, mas não soube cuidar dos detalhes para garantir a vitória.

Mais um empate do Figueira

25 de maio de 2016 2

O Santos dominou o primeiro tempo, o Figueirense mandou no segundo e jogo terminou empatado com a participação da arbitragem.

Rafael Moura

A posse de bola foi quase toda do Santos antes do intervalo, mas, embora o domínio, foram poucas as vezes que o Peixe envolveu a defesa e conseguiu finalizar.

Com a marcação muito recuada no meio-campo, o Figueirense deixava os volantes Renato e Thiago Maia soltos para rodar a bola no ataque e não conseguia avançar.

Em rara jodada ofensiva, o estreante Airton deu bom passe para Rafael Moura mostrar sua qualidade na conclusão e ele não falhou.

A vantagem foi embora na sequência com um pênalti bobo cometido por Ferrugem. Victor Bueno empatou.

Pênalti

Com Dudu no lugar de Guilherme Queiroz, o Figueira voltou melhor e quase fez o segundo gol em cabeceio de Jaime, mas o zagueiro foi mal no lance seguinte e fez pênalti. Joel virou o placar.

O Figueira tentou pressionar e reclamou de pênalti de Thiago Maia em Ferrugem.

Aos 21 min o Santos ficou com um a menos , depois de falta violenta do zagueiro Gustavo Henrique em Dudu.

O Santos não atacou mais e a bola ficou só com o Figueirense até cair no pé de Ermel , depois de cruzamento de Dudu. Um golaço aos 46 min.

Quase perdeu , quase ganhou , mas no final outro empate que trava o time na tabela.

Apito

Wagner Magalhães acertou ao marcar os pênaltis para o Santos e na expulsão de Gustavo Henrique, porém prejudicou o Figueira ao não marcar pênalti em Ferrugem.

Figueira mira primeira vitória contra o Santos

25 de maio de 2016 0

O empate com o Cruzeiro e a evolução apresentada pelo time , animam o Figueirense para o jogo com o Santos no Orlando Scarpelli.

A repetição da equipe é uma tendência, embora Ermel pode começar o jogo, depois de ter ficado no banco em Minas.

É uma partida com características bem diferentes dos jogos com a Ponte e o Cruzeiro. O Santos, apesar dos desfalques de Lucas Lima, Ricardo Oliveira e Gabigol, é um time mais ajustado e que gosta de jogar no ataque em qualquer lugar.

Há necessidade de atenção redobrada na defesa, sem deixar de tomar a iniciativa e buscar o gol com o apoio da torcida.

Depois de dois empates, vencer agora evitaria pressões nas rodadas seguintes.

Tigre mostra bom futebol na vitória diante do Goiás

25 de maio de 2016 0

O Criciúma aproveitou o fator local, adiantou a marcação e pressionou o Goiás desde o início do jogo no Heriberto Hülse e mostrou que está forte para o início da Série B.

O gol saiu cedo e facilitou o caminho do Tigre. As jogadas aéreas estavam funcionando e Gustavo aproveitou a primeira, Nathan a segunda , dando tranquilidade ao time. O Goiás quase não atacou.

No segundo tempo o Criciúma continuou envolvendo o Goiás e não teve dificuldade para fazer o terceiro com Élvis, encaminhando a vitória. O Goiás descontou no final e não assustou.

Um bom início do Tigre , que faz sete pontos diante de três adversários fortes. Venceu o Náutico e o Goiás e empatou com o Joinville.

Avai empata com mais um gol de Tatá

24 de maio de 2016 0

O Avai conquistou um ponto diante do Luverdense, mas teve chance de conquistar a vitória em Lucas de Rio Verde.

O volume de jogo e as melhores chances do primeiro tempo foram do Luverdense, mas o Avai foi eficiente e aproveitou a única oportunidade que teve. Jajá fez ótimo passe e Tatá concluiu.

O segundo tempo foi mais equilibrado e surgiram vários lances para os dois times.

Romarinho, Jajá e Toshi não aproveitaram , mas Régis concluiu bem e fez o gol de empate do Luverdense.

Silas fez alterações para manter o time no ataque, mas faltou o detalhe para ganhar o jogo.

Individuais

O goleiro Renan, os zagueiros André e Gabriel , os laterais Renato e João Paulo e os volantes Jajá e Lucas de Sá tiverem bom desempenho.

Os demais jogadores produziram pouco, inclusive o meia Tatá , autor do gol e nada mais.

Avai, Criciúma e Joinville na terceira rodada da série B

23 de maio de 2016 1

Avai

Saindo do frio e enfrentando uma longa viagem , o Avai encara a Luverdense no Mato Grosso com o objetivo de buscar a primeira vitória fora de casa para incrementar a campanha na arrancada.

Alemão volta e fortalece a marcação na lateral-direita, enquanto Tatá deve ficar no time por causa da lesão de Vinicius Pacheco.

Espera-se que o time comandado por Silas continue evoluindo, afinal, são apenas três jogos com os novos jogadores á disposição.

Apesar das dificuldades que a Luverdense costuma impor, são boas as possibilidades de conseguir uma vitória.

Criciúma

O Tigre vai para a terceira rodada sem ter saído do estado, o que evita desgastes com viagens.

O adversário, porém, é o mais forte até agora e deve exigir muito do Togre no Heriberto Hülse. O Goiás , com Vasco e Bahia, é um dos favoritos ao acesso.

O Tigre precisa melhorar bastante se quiser vencer a segunda e lutar pela liderança nesta rodada.
A saída de Roberto e entrada de Juninho indica a preocupação do técnico Roberto Cavalo em melhorar o trabalho de bola no meio-campo.

Joinville

O Joinville repetiu nos dois jogos iniciais da Série B suas atuações do estadual, marcadas por se defender bem e chegar pouco ao ataque. Não perdeu , mas não ganhou e deixou o torcedor preocupado.

A partida com o Bahia, quarta-feira, em Salvador , é das mais difíceis da Série B e vai exigir bom futebol do time catarinense se quiser evitar uma derrota.

O maior desafio do técnico Hémerson Maria é encontrar uma dupla ou trio ofensivo que funcione.

Chape confirma momento positivo e vence o América-MG

22 de maio de 2016 2

A Chapecoense confirmou a expectativa e venceu o América-MG na Arena Condá , mas não foi com a facilidade esperada, muito menos com grande atuação.

Surpreendida com um pênalti no primeiro tempo, a Chape produziu pouco e esbarrou na forte marcação mineira.

O pênalti a favor no início do segundo tempo começou a mudar a história do jogo. Hyoran melhorou a criação pelo meio ao entrar no segundo tempo, mas foi Bruno Rangel quem comandou a virada ao fazer dois e participar do gol feito por Silvinho.

Apesar de alguns momentos de pouco futebol, a Chape não deixou escapar a chance e despachou um dos adversários diretos na tabela.

Figueira empata no Mineirão com estocadas de R. Moura

21 de maio de 2016 8

A evolução do time, esperada havia 10 jogos, finalmente apareceu no Mineirão.

As estratégias do técnico Vinicius Eutrópio deram resultado do início ao fim.

Primeiro o Figueira resistiu bem á pressão do Cruzeiro , depois surpreendeu com variados lances de ataque.

A dificuldade inicial foi superada com a troca de lado dos jogadores Guilherme Queiroz e Ferrugem.

No segundo tempo , quando a intensidade caiu um pouco , Eutrópio apostou em Ermel e Ortega, mais tarde Dudu e controlou o Cruzeiro.

Estocada

Antes de atacar com eficiência, o Figueirense escapou de sofrer o gol em lance que Arrascaetta perdeu na frente de Gatito. O lance começou em um passe errado de Jocinei.

A resposta foi uma arrancada de Ferrugem, cruzamento de Jéferson e gol de Rafael Moura. Primeiro tempo terminou bem.

Melhor

Segundo tempo começou melhor ainda. Foram 4 escanteios em poucos minutos e mais uma estocada de cabeça de Rafael Moura, ampliando o placar.

Não deu tempo de administrar a vantagem. Jocinei não matou a jogada e Élber descontou. Mais cinco minutos e Douglas Coutinho empatou, isso aos 17 min.

Com as alterações, o Figueirense voltou a crescer e a perder chances.

Depois de grande lance, Dudu rolou a bola para Rafael Moura que desperdiçou chutando em cima do goleiro.

No final , um bom resultado, apesar de ter chegado perto da vitória e , principalmente , uma boa atuação.

Individuais

Sem responsabilidade nos gols , Gatito mostrou segurança em seu retorno.

Jéferson, apesar da dificuldade inicial, fez bom jogo e o cruzamento para o primeiro gol.

Jaime mostrou personalidade e nunca foi envolvido.

Ferrugem foi incansável e deu a arrancada para o primeiro gol.

Com dois gols , Rafael Moura , foi o cara do jogo.

Apito

Wagner Reway inventou duas faltas na entrada da área para o Cruzeiro. A ajuda parou por aí.

Sustos não impediram a vitória do Avai

21 de maio de 2016 0

O Avai oscilou dentro do jogo, apresentou momentos de boa organização e outros de instabilidade, mas conseguiu vencer o Sampaio.

No ataque

O Avai teve posicionando ofensivo no primeiro tempo e jogou dentro do campo do Sampaio Corrêa.

Apesar de criar poucos lances , dominou as ações e não deixou o Sampaio finalizar.

As melhores jogadas rolavam pela direita com Renato e Tauã. Por lá saiu o gol quando Tauã cruzou no pé de Willian , que bateu de primeira e comemorou.

Fôlego

O Avai poderia ter liquidado o jogo logo no início do segundo tempo, mas Romarinho e Tauã perderam as oportunidades.

O tempo foi passando e o Avai mostrou desgaste físico e recuou. Willian foi substituído por Lucas Coelho , que não entrou bem.

O Sampaio melhorou, principalmente depois da entrada de Pimentinha, e quase empatou em três momentos livres na frente do goleiro Renan.

Quando o jogo estava acabando, Tatá fez um golaço por cobertura e levantou a torcida.

No final , apesar dos sustos, o Leão garantiu o placar e a primeira vitória na Série B.

Individual

O lateral João Paulo foi discreto na estreia. Ficou mais na defesa.

Gabriel foi bem na zaga e começou a jogada do gol.

Lucas de Sá , com bons passes e superação na marcação , foi o melhor do Avai.