Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "COPA DO BRASIL"

Avai perde no Serra Dourada e se despede da Copa do Brasil

18 de abril de 2018 0

O Avai despediu-se da Copa do Brasil com derrota por 2 a 0 para o Goiás no Serra Dourada, em jogo que demorou demais para acreditar no ataque.

O empate na Ressacada já indicava a dificuldade que o Leão enfrentaria em Goiânia e, com o péssimo primeiro tempo, tudo ficou mais complicado.

O Goiás assumiu a posse de bola e partiu para cima desde o início é só diminuiu o ritmo depois de abrir o placar no final do primeiro tempo. Embora permitindo poucas chances claras, o Avai não foi ao ataque com perigo antes do intervalo. Confortável para atacar , o Goiás pressionou e aproveitou um pênalti duvidoso de João Paulo em Carlos Eduardo para fazer o gol.

Precisado vencer, o Avai mudou o posicionamento no segundo tempo. Rodrigão entrou na vaga de Beltran, depois Luanzinho substituiu Moritz. O time buscou o ataque e criou boas chances até os 30 min, mas não conseguiu empatar. Apesar de ficar com um a menos pela lesão de Junior Viçosa – O Goiás já havia trocado três jogadores – Carlos Eduardo fez jogada pela direita e decidiu o jogo. Ele tentou cruzar, mas a bola desviou em Judson e enganou o goleiro Aranha. O Avai ainda acertou duas bolas na trave nos últimos minutos, porém já era tarde.

O Avai chega a oito jogos sem vencer, resultados que colocam pressão no trabalho do técnico , Claudinei Oliviera.

Rodrigão estreia e evita derrota do Avai na Copa do Brasil

11 de abril de 2018 0

As principais jogadas e a maior emoção ficou para o final do jogo na Ressacada pela Copa do Brasil no empate por dois entre Avai e Goiás.

Cautela

O Avai não saiu de sua forma reativa de jogar até a metade do segundo tempo e, assim, poucas vezes chegou na área em boas condições de finalizar.

O Goiás, mais rápido nas ações pelos lados do campo, tinha mais posse de bola e criava melhores chances de finalizar.

A principal finalização, até então, fora de Carlos Eduardo, destaque do Goiás, que
acertou o travessão no início do segundo tempo.

O técnico Claudinei Oliveira tentou melhorar a produção ofensiva colocando Marquinhos, Rodrigão e Maurinho. A dose de mexidas foi forte demais em pouco tempo. O Avai distanciou as linhas, deu espaço e permitiu o gol. Chute de Breno e falha de Aranha.

Ferveu

Apesar de desorganizado em campo, o Avai foi buscar o empate com um rali emocionante no final e participação decisiva de Rodrigão, que estreava.

Romulo empatou aos 42 min com chute certeiro. Na sequência Junior Viçosa fez o segundo do Goiás, mas aos 48 min o goleiro do Goiás bobeou e Rodrigão empatou de cabeça.

Melhor, claro, seria a vitória, mas pelas circunstâncias foi um bom resultado para o Avai que costuma jogar melhor fora de casa.

Avai despacha o Fluminense e avança na Copa do Brasil

16 de março de 2018 0

O Avai soube usar a vantagem construída no primeiro jogo para , primeiro , bloquear o Fluminense e, depois, contra-atacar em alta velocidade para ganhar o jogo.

Como esperado, precisando ganhar, o Fluminense foi ao ataque e passou o primeiro tempo inteiro no setor ofensivo. Conseguiu levar perigo em alguns lances e até acertou o travessão, mas a área do Avai estava bem protegida e Aranha teve pouco trabalho, apesar de o Leão pouco atacar.

O expulsão “boba” de Getúlio indicava mais problemas para o Avai no segundo tempo, mas o se viu foi o contrário. O Fluminense não conseguia furar o bloqueio defensivo do Avai e começou a dar espaços para o contra-taque. Judson – destaque do jogo- comandava a marcação e saia rapidamente ao ataque. Aranha fazia boas defesas. Romulo e Maurinho puxavam as jogadas de velocidade pelos lados. As chances de gol começaram a aparecer.

Quando o jogo entrou na reta final, a expulsão de Dudu – decisão acertada do árbitro – fez o Fluminense perder força. O Avai aproveitou e, no cruzamento de João Paulo, Lourenço fez o gol de cabeça e confirmou a vaga.

O Avai fez dois jogos perfeitos contra o Flumiense, fatura R$ 1 milhão e 800 mil e mantém o sonhos de fazer história na Copa do Brasil.

Pênaltis eliminam o Figueirense da Copa do Brasil

15 de março de 2018 0

O Figueirense não avança na Copa do Brasil, mas volta de Belo Horizonte com a certeza de que está consolidando um time á altura dos desafios que tem na temporada.

Precisando vencer, o Figueirense adiantou as linhas e pressionou a saída de bola do Atlético, provocando erros de passes do adversário e mantendo boa posse de bola. Esta configuração prevaleceu por quase todo o primeiro tempo.

Quando Zé Antônio acertou um chutaço, em cobrança de falta e abriu o placar, tudo parecia perfeito, porém, na sequência, Ricardo Oliveira empatou e aliviou o Galo.

No segundo tempo, já sem Cleberson e Betinho, que saíram machucados antes do intervalo, o Figueirense atacou menos, ficou mais no próprio campo, mas aproveitou uma jogada pela direita com Maikon Leite para fazer o gol da vitória. Ele cruzou, Jorge Henrique, pegou o rebote e bateu no canto.

Satisfeito com o placar, o Figueirense arriscou menos, mas o Atlético, temendo o terceiro gol, também ficou no meio do caminho. Os dois times esperaram os pênaltis.

Jorge Henrique e Diego Renan bateram mal, facilitando a defesa do goleiro Victor. O Galo não errou nenhum pênalti e ganhou por 4 a 2.

Individuais

O Figueirense teve uma atuação forte no conjunto, com todos os jogadores mantendo boa média de desempenho. Jorge Henrique e Zé Antônio, porém, foram os dois melhores jogadores em campo.

Romulo decide no Rio e Avai volta com vantagem sobre o Fluminense

02 de março de 2018 0

A vitória do Avai, diante do Fluminense no estádio Nilton Santos, é daqueles resultados que geram grande confiança para a sequência da temporada e abre muita chance de classificação na Copa do Brasil. O empate basta na Ressacada.

O Avai conseguiu, mais uma vez, executar o que tem de mais eficiente desde a chegada do técnico Claudinei Oliveira.

Foi evidente a forte marcação no próprio campo, mas com saídas rápidas ao ataque,
principalmente pelo setor direito, lado que teve Romulo com atuação decisiva, Guga e Judson com participação importante.

O primeiro tempo foi instável do Leão, mas a reação para empatar surgiu antes do intervalo. Ibanēs abriu o placar em saída atrapalhada de Aranha, que depois se recuperou com boas defesas, deixando impressão positiva na estreia. Depois de jogada de Romulo pela direita, André Moritz empatou com belo chute de esquerda.

No segundo tempo, primeiro o Avai segurou a pressão e depois envolveu a defesa do Fluminense para ganhar o jogo e ainda perder chances de ampliar.

Maurinho recuperou a bola e tocou para Romulo driblar o goleiro e garantir a vitória.

Aos poucos , o técnico, Claudinei Oliveira, vai encontrando a forma do time jogar e dentro do estilo reativo das temporadas recentes.

Figueirense perde a invencibilidade diante do Atlético-MG

01 de março de 2018 0

O Figueirense perdeu a invencibilidade de 15 jogos, mas jogou bem diante do Atlético-MG no Orlando Scarpelli, pela Copa do Brasil, em partida que parou 15 min por falta de energia elétrica, no segundo tempo, e com público superior a 8 mil torcedores.

Diferente que se imaginava, o Figueirense adiantou a marcação e jogou o tempo inteiro no campo de ataque, já o Galo saiu apenas duas vezes com perigo, uma em cada tempo, mas teve aproveitamento.

O goleiro Victor segurou as finalizações de Samuel e Betinho, enquanto o chute de Zé Antônio passou por cima. A pressão do Figueira provocou vários escanteios, mas faltou concluir.

O Atlético, antes do intervalo, atacou uma vez e fez o gol com Otero.

O posicionamento não mudou no segundo tempo, mas o Figueifense sentiu o desgaste e finalizou pouco, embora o grande volume de jogo. Nos lances mais agudos, o goleiro Victor salvou em uma dividindo com André Luis e Ermel cabeceou para fora.

O Galo teve duas chances, na primeira André Luis tirou quase na linha do gol e depois Denis defendeu o chute de Ricardo Oliveira.

Apesar da insistência do Figueirense, o Galo segurou o placar e agora joga por empate a partida de volta.

Individuais

Felipe Amorim, até cansar, foi o melhor meia/atacante do Figueirense, porém foram os volantes Zé Antônio e Betinho que mais produziram. Betinho o melhor de todos.

No Atlético, apenas alguns momentos de Otero e Ricardo Oliveira, chamaram atenção.

Marquinhos e Romulo comandam classifição do Avai na Copa do Brasil

23 de fevereiro de 2018 0

O Avai conseguiu o melhor resultado da temporada, até agora, ao vencer e eliminar o Juventudade da Copa do Brasil no Alfredo Jaconi.

Depois de jogar na defesa o primeiro tempo inteiro, com destaque para o goleiro Koslinski que fez boas defesas e sem finalizar no ataque, o Avai mudou a história do jogo após o intervalo.

O crescimento do time e a mudança de atitude teve participação decisiva de Romulo e Marquinhos, que entrou no segundo tempo.

Romulo cruzou e Marquinhos abriu o placar com gol de peito. Na sequência Marquinhos ajeitou na entrada da área para Romulo bater no canto e fazer 2 a 0.

Vitória que alivia a situação do técnico Claudinei Oliveira, coloca um milhão e quatrocentos mil reais no cofre do Clube e remotiva o torcedor para os confrontos com o Fluminense na próxima fase.

Gol de Cleberson no final garante o Figueirense na Copa do Brasil

21 de fevereiro de 2018 0

O Figueirense passou por mais um teste forte da temporada e manteve a invencibilidade, agora de 14 jogos, com vitória emocionante diante do Oeste no Orlando Scarpelli.

O primeiro tempo foi tranquilo para o Figueirense, que comandou as ações com mais posse de bola e presença ofensiva. André Luis, depois de ótima jogadada de Renan Motta e João Paulo na esquerda, abriu o placar. Antes , Samuel sofreu pênalti, mas o árbitro marcou fora de área.

O jogo começou a mudar quando Rafael Cruz empatou, ainda no primeiro tempo.

O Oeste voltou do intervalo com atitude diferente. Partiu para cima, desestabilizou o Figueirense e criou duas ótimas oportunidades para virar o placar. Careca chutou para fora o lance que criou sozinho e o goleiro Denis salvou o cabeceio de Lidio.

O Figueirense nada conseguia criar e só melhorou um pouco com a entrada de Jorge Henrique e Ermel. A vitória saiu de uma cobrança de falta aos 45 min. Jorge Henrique cruzou na área e Cleberson desviou de cabeça.

Vitória e comemoração intensa dos jogadores e torcedores, por que o risco de ser eliminado foi iminente.

Individuais

Zé Antônio e Betinho mantiveram o nível das atuações e comandaram o meio-campo, mas o zagueiro Cleberson, firme em todos os lances e ainda autor do gol da vitória foi o grande destaque do Figueirense.

Habilidoso, Leonardo foi melhor do Oeste.

Pênaltis tiram Avai da Copa do Brasil

01 de março de 2017 3

O Avai, além de perder tecnicamente, deixa escapar um faturamento acima de um milhão de reais com a eliminação da Copa do Brasil.

o jogo único nesta fase aumentou a incerteza da Copa do Brasil e o Avai não soube enfrentar a situação de forma adequada. A atitude não foi a esperada para um jogo decisivo.

Desligado

O Leão demorou para entender o jogo no primeiro tempo e só criou lances claros de gol depois dos 40 min. Antes restou a reclamação de um gol não confirmado pelo árbitro. Romulo finalizou, mas apesar da discussão, Alemão fez carga no zagueiro que protegia a bola.

O Luverdense dominou a partida porque ganhou o meio-campo com boa presença dos volantes Ricardo e Diogo Sodré que comandaram as ações. Em um chute de fora da área, Diogo Sodré abriu o placar.

Junior Dutra

As alterações do técnico Claudinei Oliveira no intervalo mudaram a configuração da partida. Caio César entrou na vaga de Renato e Junior Dutra substituiu Diogo Jardel. O Avai acelerou o jogo, abriu espaços nos lados do campo e criou boas chances para empatar. O gol de empate saiu de um rebote do goleiro aproveitado por Junior Dutra. A partir do gol a pressão diminuiu e os dois times evitaram correr riscos, arrastando o jogo para os pênaltis.

Sem pontaria

Mais uma vez o Avai não teve a atitude esperada no início da decisão. Marquinhos Santos bateu fraco e o goleiro Diogo Silva, o cara da partida, defendeu. Depois Romulo também não aproveitou e, para fechar a sucessão de mancadas, Leandro Silva bateu por cima, jogando fora a vaga e a esperança de seguir na competição.

Avaí administra o jogo e avança na Copa do Brasil

15 de fevereiro de 2017 1

O Avaí não precisou fazer uma grande partida para eliminar a Desportiva e avançar na Copa do Brasil, jogo disputado em Cariacica no Espírito Santo.

A Desportiva pressionou bastante até os 25 min do primeiro tempo , mas não aproveitou as boas jogadas para fazer a vantagem.

O Avaí respondeu com o gol de Diego Jardel aos 27 min e, a partir dai, assumiu o controle da partida até o final.

A Desportiva perdeu a força física, ficou sem a intensidade do ínicio do jogo e Rómulo aproveitou para ampliar, já no segundo tempo. A Desportiva descontou de pênalti, mas não tinha condições de conseguir mais .

O Leão avança como esperado.

Destaque

Diego Jardel foi o grande
destaque do Avaí. Além do gol organizou o time e construiu boas jogadas pela direita.