Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "GOIÁS"

Leão conquista vitória gigante em Goiânia

26 de outubro de 2018 0

O Avai fez em Goiânia, no estádio Olímpico, uma de suas melhores atuações na Série B, até agora, e ainda diante de um dos melhores times da competição.

O placar de três a zero começou a ser construído nas primeiras ações do jogo. Antes de dois minutos Getúlio recebeu na esquerda, tentou duas vezes e abriu o placar. Aos cinco minutos Getúlio recuperou a bola e tocou para Renato. Ele cobriu o goleiro e aplicou uma ducha gelada no time e na torcida do Goiás.

A partir da vantagem de dois gols o Avai não correu mais riscos o jogo inteiro. Pelo contrário, esteve sempre mais perto de mais gols. O terceiro saiu logo no início do segundo tempo e abafou a tentativa de reação do Goiás. Matheus Barbosa abriu para Renato, ele cruzou no pé de Daniel Amorim que não deixou escapar a oportunidade.

A defesa estava intransponível, apesar da insegurança de Koslinski em alguns lances, o meio-campo marcou de forma incansável e acionou bem o ataque. Os três atacantes -Getúlio, Daniel Amorim e Renato- foram decisivos com bons lances e um gol cada.

A estratégia do técnico Geninho foi muito facilitada pelos gols logo no início, mas a força mental do Avai impressionou diante de um adversário qualificado.

Individualmente, todos apresentaram desempenho alto, mas Getúlio e Matheus Barbosa estiveram perto da perfeição.

A arbitragem, que preocupava antes do jogo, foi muito bem. Caio Max Vieira não cometeu erros.

Sem escolher adversário e estádio para vencer, o Avai se aproxima com força do acesso.

Goiás domina, vence e complica o Figueira

17 de agosto de 2018 0

O Figueirense volta a jogar mal, perde em casa novamente e tem jogador expulso no jogo que teve as estreias de Lucas Marques e Elton. O Goiás dominou a partida o tempo inteiro e virou o placar para 2 a 1 no segundo tempo.

Perdido

Prevaleceu o jogo corrido, com toques rápidos e bons lances no primeiro tempo. O Goiás veio disposto á atacar e já criou chance aos cinco minutos. A reposta do Figueirense saiu na sequência. Matheus Salles recebeu de Renan Motta e tocou na saída do goleiro. A bola tocou na trave e entrou. A vantagem virou ilusão.

O Figueira recuou e apenas esperou o Goiás. Conseguiu somente mais uma jogada perigosa antes do intervalo. O goleiro Marcos quase tomou um franco em chute fraco de Henan.

O Goiás teve mais de 60 por cento de posse de bola e várias finalizações até conseguir o empate no último lance do primeiro tempo. Felipe Garcia empatou em jogada regular, apesar da dúvida da própria arbitragem antes de confirmar.

Sem reação

Elton entrou na vaga de Henan e fez a sua estreia, mas foi o Goiás quem continuou com mais posse de bola e finalizações depois do intervalo.

Sem acertar os passes o Figueira não conseguia chegar ao ataque, mesmo assim o técnico Milton Cruz não mudava o time.

A virada estava desenhada e saiu em cobrança de escanteio que nem no primeiro gol. O zagueiro David subiu sem dificuldade e cabeceou forte. O goleiro Denis colaborou e caiu para dentro da baliza com a bola.

Perdendo, o técnico do Figueira tirou dois volantes e colocou em campo dois atacantes. Saíram Lucas Marques e Matheus Salles , entraram Juninho e Maikon Leite.

Na base do desespero nada produziu no ataque e ainda viu Zé Antônio chutar o adversário e receber cartão vermelho.

Parece que o repertório do técnico Milton Cruz está acabando.

Uma derrota comprometedora e que deixa o Figueirense para trás, no momento, entre os times que lutam por G-4.

Avaí perde mais uma em casa

04 de julho de 2018 0

O Avai tropeçou na Ressacada, mais uma vez, perdeu a folga que tinha na tabela e corre sério risco de sair do G-4 ao final da rodada.

Sem Renato e Betão, o técnico, Geninho, escolheu Marquinhos Silva para a zaga e escalou Getúlio no ataque. O ex-zagueiro do Figueirense foi bem, tanto que ficou em campo para a saída de Alemão no momento da entrada de Marquinhos.

O Leão teve mais posse de bola, criou algumas chances, mas com pouca intensidade não repetiu as boas atuações de alguns jogos anteriores.

O Goiás saiu pouco da defesa e esperou uma desatenção do Avaí para fazer o gol da vitória. Michael bateu no canto ainda no primeiro tempo.

No segundo tempo, com a entrada de Maurinho, Marquinhos e André Moritz, mudando o sistema tático, o Avaí partiu para cima, mas só teve lances claros nos minutos finais. André Moritz chegou a acertar a trave.

A ausência de Renato e a queda de rendimento de Rodrigão estão afetando profundamente o aproveitamento do ataque avaiano.

O Goiás, que ficou que várias rodadas na zona de rebaixamento, agora já encosta no G-4.

Avai perde no Serra Dourada e se despede da Copa do Brasil

18 de abril de 2018 0

O Avai despediu-se da Copa do Brasil com derrota por 2 a 0 para o Goiás no Serra Dourada, em jogo que demorou demais para acreditar no ataque.

O empate na Ressacada já indicava a dificuldade que o Leão enfrentaria em Goiânia e, com o péssimo primeiro tempo, tudo ficou mais complicado.

O Goiás assumiu a posse de bola e partiu para cima desde o início é só diminuiu o ritmo depois de abrir o placar no final do primeiro tempo. Embora permitindo poucas chances claras, o Avai não foi ao ataque com perigo antes do intervalo. Confortável para atacar , o Goiás pressionou e aproveitou um pênalti duvidoso de João Paulo em Carlos Eduardo para fazer o gol.

Precisado vencer, o Avai mudou o posicionamento no segundo tempo. Rodrigão entrou na vaga de Beltran, depois Luanzinho substituiu Moritz. O time buscou o ataque e criou boas chances até os 30 min, mas não conseguiu empatar. Apesar de ficar com um a menos pela lesão de Junior Viçosa – O Goiás já havia trocado três jogadores – Carlos Eduardo fez jogada pela direita e decidiu o jogo. Ele tentou cruzar, mas a bola desviou em Judson e enganou o goleiro Aranha. O Avai ainda acertou duas bolas na trave nos últimos minutos, porém já era tarde.

O Avai chega a oito jogos sem vencer, resultados que colocam pressão no trabalho do técnico , Claudinei Oliviera.

Rodrigão estreia e evita derrota do Avai na Copa do Brasil

11 de abril de 2018 0

As principais jogadas e a maior emoção ficou para o final do jogo na Ressacada pela Copa do Brasil no empate por dois entre Avai e Goiás.

Cautela

O Avai não saiu de sua forma reativa de jogar até a metade do segundo tempo e, assim, poucas vezes chegou na área em boas condições de finalizar.

O Goiás, mais rápido nas ações pelos lados do campo, tinha mais posse de bola e criava melhores chances de finalizar.

A principal finalização, até então, fora de Carlos Eduardo, destaque do Goiás, que
acertou o travessão no início do segundo tempo.

O técnico Claudinei Oliveira tentou melhorar a produção ofensiva colocando Marquinhos, Rodrigão e Maurinho. A dose de mexidas foi forte demais em pouco tempo. O Avai distanciou as linhas, deu espaço e permitiu o gol. Chute de Breno e falha de Aranha.

Ferveu

Apesar de desorganizado em campo, o Avai foi buscar o empate com um rali emocionante no final e participação decisiva de Rodrigão, que estreava.

Romulo empatou aos 42 min com chute certeiro. Na sequência Junior Viçosa fez o segundo do Goiás, mas aos 48 min o goleiro do Goiás bobeou e Rodrigão empatou de cabeça.

Melhor, claro, seria a vitória, mas pelas circunstâncias foi um bom resultado para o Avai que costuma jogar melhor fora de casa.

Figueira tropeça outra vez em casa e continua no Z-4

12 de agosto de 2017 1

O Figueirense tropeçou mais uma vez em casa e deixou escapar a chance de deixar a zona de rebaixamento da Série B, em jogo de baixa qualidade técnica no Orlando Scarpelli. Foi o primeiro jogo da gestão empresarial que assumiu o Figueirense terça-feira.

O técnico, Milton Cruz, montou um time mais cadenciado em sua estréia e não deu certo. O Goiás não teve dificuldade para ajustar a marcação e foi mais perigoso quando avançou. O atacante Carlos Eduardo perdeu a chance mais clara do primeiro tempo, finalizando para fora quase da pequena área.

O segundo tempo foi mais movimentado, embora a pouca qualidade. Carlos Eduardo abriu o placar para o Goiás e deixou o Figueirense mais ansioso e desorganizado em campo.

Depois da entrada de Luidy o Figueirense melhorou um pouco e chegou ao empate com pênalti batido por Zé Love. Na sequência teve a chance da virada, mas a bola cruzada por Luidy passou na frente dos atacantes na pequena área.

O Goiás poderia ter feito o segundo, porém, Saulo evitou o gol de Aylon cara a cara. O último lance do jogo foi do Figueira. Depois de mais uma jogada de Luidy, o estreante Lucas Silva – que pouco mostrou – perdeu a chance de frente para o gol, Henan estava na jogada, pegou o rebote e bateu para grande defesa do goleiro. Na terceira tentativa no mesmo lance, Patrick chutou contra o zagueiro e deixou o jogo empatado.

Fernandes

O Grande ídolo do Figueira dos últimos tempos voltou ao Scarpelli e foi recebido com aplausos e carinho da torcida. Um momento de emoção para todos. Fernandes vai ter uma função, ainda não definida, no departamento de futebol do Figueirense.

Robinho

O mais talentoso jogador do time estava escalado e concentrado para o jogo, mas a negociação com o Fluminense avançou, e o jogador não quis ficar e pediu para não jogar. Mais um problema para um time que ainda não se encontrou na competição. O Figueirense vai receber um milhão de euros pela liberação do jogador.

"Novo" Figueira vence e deixa boa impressão na estreia

13 de maio de 2017 0

O Figueirense entrou em campo com um “novo” time no Serra Dourada e , considerando a falta de entrosamento, a qualidade do adversário e o fator local, teve desempenho razoável e fez uma grande vitória na arrancada da Série B.

Ainda não dá para avaliar padrão de jogo, estratégia, tática e desempenho individual, mas é visível que o perfil do time mudou. Comparando com o estadual, é um time mais veloz, leve e com posse de bola acentuada.

Embora vencendo, o Figueirense quase não finalizou. A única chance criada foi aproveitada pelo garoto Robinho ainda no primeiro tempo. No Segundo tempo o goleiro Thiago Rodrigues salvou o time duas vezes.

O time vai ter tempo para evoluir e mostrou potencial para crescer. A vitória traz confiança e vai facilitar a evolução.

Renan mantém o Avaí no G-4

04 de outubro de 2016 0

O Avaí, mas do que nunca , surfou na onda favorável que lhe dá confiança para vencer o Goiás, se manter no G-4 e colocar mais um “tijolinho na fortaleza do acesso”, como gosto de dizer o técnico Claudinei Oliveira.

Não faltou luta ao time do Avaí, porém a criatividade e as ações ofensivas estiveram perto de zero.

Quem mais jogou, mais tentou o ataque e mais criou foi o Goiás, mas quem ganhou foi Leão, por que contou , mais uma vez , com grande atuação do goleiro Renan e gol em impedimento do garoto Vítor, que vestia a camisa de titular pela primeira vez.

Além disso, no momento de grande pressão , a catimba do técnico Claudinei Oliveira provocou a expulsão do zagueiro Felipe Menezes, aliviando a situação do Avaí. No último lance, Renato fez o segundo e carimbou a vitória.

Apito

Apesar de mostrar um pouco de insegurança no controle disciplinar, Pathrice Maia acertou
as principais decisões como no caso das expulsões de Felipe, Claudinei Oliveira e Konslinski. O erro no gol de Vítor foi do assistente. No geral, porém , arbitragem apenas razoável.

Avai chega á quarta derrota seguida

17 de junho de 2016 3

O Avai repetiu diante do Goiás os mesmos erros de outros jogos, embora o reforço na marcação, e acabou perdendo a quarta partida seguida e despencando na tabela de classificação.

No primeiro tempo o Avai não atacou e a defesa estava desarrumada, só não sofrendo o gol por que o goleiro Renan até pênalti defendeu.

Melhorou no segundo tempo quando ajustou a marcação em cima dos laterais do Goiás, mas no momento decisivo da partida sofreu o gol. Fábio Sanches fez o pênalti e Anderson Sales cobrou.

Romarinho saiu machucado no primeiro tempo e Lucas de Sá na segunda etapa. Luan perdeu o equilíbrio emocional e acabou expulso e , assim, Cassiano não teve trabalho para fazer o segundo gol e liquidar a partida aos 42 min

Mais um jogo de péssimo futebol e sem conquistar pontos desestabilizam o Avai, que terça-feira joga em casa com o Atlético, a surpresa do campeonato até agora.

Tigre mostra bom futebol na vitória diante do Goiás

25 de maio de 2016 0

O Criciúma aproveitou o fator local, adiantou a marcação e pressionou o Goiás desde o início do jogo no Heriberto Hülse e mostrou que está forte para o início da Série B.

O gol saiu cedo e facilitou o caminho do Tigre. As jogadas aéreas estavam funcionando e Gustavo aproveitou a primeira, Nathan a segunda , dando tranquilidade ao time. O Goiás quase não atacou.

No segundo tempo o Criciúma continuou envolvendo o Goiás e não teve dificuldade para fazer o terceiro com Élvis, encaminhando a vitória. O Goiás descontou no final e não assustou.

Um bom início do Tigre , que faz sete pontos diante de três adversários fortes. Venceu o Náutico e o Goiás e empatou com o Joinville.