Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "GOLEADA"

Figueira consegue a reabilitação com goleada em Maceió

22 de maio de 2018 0

O Figueirense conseguiu a recuperação na Série B, depois de três derrotas, com uma atuação segura e placar folgado diante do CSA em Maceió.

As alterações do técnico Milton Cruz deixaram o time mais forte fisicamente e com mais capacidade de marcação, sem perder a força ofensiva.

Clebérson deu segurança e orientação defensiva. João Lucas reforçou a defesa no lado esquerdo e ainda foi ao ataque. Pereira reforçou a pegada no meio. Renan Motta, que só começou a partida por que Maikon Leite, sentiu-se mal no aquecimento, lutou bastante, fez um gol e deu passe para outro. O craque do jogo, porém, foi Jorge Henrique com ótimos passes e um gol.

O gol de Renan Motta , em lance individual criado por Ferrareis, logo no início, indicava que a noite poderia ser diferente dos outros jogos.

O gol de Didira na sequência não tirou a tranquilidade. O Figueirense continuou mandando no jogo e terminou o primeiro tempo com mais posse de bola, além de duas chances claras que Henan e Jorge Henrique não aproveitaram.

A vitória foi encaminhada em 10 min depois do Intervalo. João Lucas cruzou para Jorge Henrique fazer o segundo. O terceiro foi de Henan com passe de Renan Motta.

Com o jogo quase decidido o Figueira administrou a vantagem e ainda teve tempo para fazer a goleada. André Luís, que entrou no segundo tempo, voltou a fazer um gol depois de três meses. Ele bateu pênalti com chute perfeito no canto.

O peso que a derrota para o Fortaleza teve para empurrar o time para baixo, a goleada em Maceió tem para jogar para cima.

Rodrigão comanda goleada do Leão em Maceió .

15 de maio de 2018 0

O Avai não perdeu o embalo do clássico e fez mais uma vitória fora de casa, desta vez, com uma goleada marcante em cima do CRB em Maceió.

O jogo foi decidido no primeiro tempo, etapa, que, curiosamente, o CRB teve mais posse de bola e mais finalizações perigosas, mas o Avai decidiu com jogadas rápidas, verticais, e sendo eficiente quando criou as chances de finalização.

A noite, mais uma vez, era de Rodrigão. Ele abriu o placar, pegando rebote do goleiro, em lance que teve Alemão impedido, interferindo na jogada, antes do cruzamento de Capa. Depois Rodrigão deu um toque para Renato fazer o segundo. Capa ampliou com belo chute antes do intervalo.

Com Aranha pegando tudo, Renato, Guga e Capa sempre acelerando as jogadas e o Rodrigão decidindo, o jogo ficou fácil e a clássica goleada de quatro gols chegou com outro de Rodrigão no segundo tempo.

Vitória incontestável, que empurra o Avai para a região do G-4 na tabela e afirma a nova forma de jogar, implantada pelo técnico Geninnho.

Atlético atropela o Avai na Baixada

04 de agosto de 2017 2

O Avai sofreu em Curitiba a sua derrota mais pesada e dolorida do campeonato até agora, e logo de um adversário direto na luta contra o rebaixamento.

A proposto de jogo que vem adotando o técnico Claudinei Oliveira, apostando quase tudo na capacidade de se defender, deu certo até sofrer o primeiro gol, aos 34 min do primeiro tempo. Antes o Avai teve uma boa chance, mas Junior Dutra não aproveitou.

Depois do intervalo a reação do Avai parou na falha do goleiro Douglas, que soltou uma bola no pé do atacante, e no gol contra de Capa.

Com o placar desfavorável de três gols o Avai tentou partir para cima e deu espaços na defesa , que o Atleitco soube aproveitar.

Final, 5 a 0 , para o Atlético é muitos problemas para o Avsi, que agora precisa vencer o Santos para não terminar o turno abaixo dos 20 pontos.

Figueira é humilhado em Minas

21 de julho de 2017 3

O Figueirense bateu no fundo do poço do desempenho técnico ao sofrer uma goleada humilhante em Belo Horizante.

Abalado emocionalmente, sem confiança e mal posicionado taticamente, o Figueirense mal conseguiu lutar. O América não perdoou e liquidou o jogo antes do intervalo, abrindo três gols de vantagem.

O segundo tempo serviu apenas para ratificar a superioridade do time mineiro, embora a diferença caiu para dois gols, um marcado de pênalti,que não existiu, no último lance da partida.

América 4 a 2 e mais uma atuação vergonhosa.

No momento, a Série C assombra o Estádio Orlando Scarpelli.

Goleada para o Coritiba mantém o Avai no Z-4

14 de julho de 2017 1

O Avai tomou uma ducha gelada na reação para deixar o rebaixamento com a goleada que sofreu do Coritiba depois de três bons resultados seguidos, principalmente, as vitórias fora de casa diante de Botafogo e Grêmio.

E jogar em casa se torna um trauma, porque o time não sabe tomar a iniciativa, ter posse de bola e envolver o adversário.

O Avai ainda tentava se encontrar em campo quando Judson fez o pênalti que provocou o primeiro gol da partida. Marquinhos empatou com a colaboração do goleiro Wilson, mas não demorou muito para o Coritiba fazer o segundo e segurar a vantagem até o intervalo.

No segundo tempo a situação piorou. O Avai tentava reagir quando o técnico Claudinei Oliveira fez três alterações que desestruturaram completamente o time. Ele tirou Romulo, Marquinhos e Judson e colocou Willians, Pedro Castro e Lucas Otávio. Foi um desastre.

O Coritiba aproveitou e fez o terceiro com a colaboração do goleiro Douglas e ainda chegou ao quarto gol, liquidando a partida bem antes do final.

Marquinhos foi o melhor jogador do Avai, enquanto Neto Berola e Kleber foram os destaques do Coritiba.

A derrota mantém o time no rebaixamento e diminui drasticamente a projeção de pontuação no primeiro turno.

Ponte atropela o Figueira

27 de julho de 2016 8

A Ponte Preta foi impediosa com o Figueirense no Moisés Lucarelli e aplicou uma goleada estonteante por 5 a 0, eliminando o Figueira da Copa do Brasil e fazendo Argel ficar sem vitória depois de 4 jogos de seu retorno.

Nada deu certo para o Figueira, começando pelo goleiro Thiago Rodrigues, que, embora defendendo um pênalti, colaborou nos dois gols do primeiro tempo. A Ponte não perdoou e encheu a mão comandada por Thiago Galhardo, o cara da partida.

Uma derrota vergonhosa e que vai exigir uma revisão imediata nas mudanças que Argel tenta implantar no time e , principalmente, uma avaliação criteriosa das carências que o grupo de atletas apresenta.

Figueira joga pouco e sofre goleada

30 de junho de 2016 5

O Figueirense perdeu quase sem ameaçar o Palmeiras e acabou goleado por 4 a 0 em São Paulo. Um resultado que mostra a força do time comandado por Cuca em primeiro lugar, mas também as deficiências do Figueira.

A movimentação foi equilibrada no primeiro tempo, porém faltou finalização ao Figueira. O Palmeiras aproveitou as duas chances que teve e abriu vantagem que tranquilizou os jogadores. Moisés de cabeça aos 7 min e Dudu aos 42 acabaram com o planejamento de jogo do técnico Vinicius Eutrópio.

No segundo tempo domínio total do Palmeiras, que não teve trabalho para tocar a bola e ampliar com Gabriel Jesus.

A zona de rebaixamento está perto, a pressão aumenta e o jogo com o Atlético-MG, domingo, é fundamental para aliviar a equipe e a manutenção do técnico Vinicius Eutrópio, que antes deste jogo não tem a situação avaliada.

Chape voa, Avai afunda na goleada em Chapecó

20 de março de 2016 2

A Chapecoense foi implacável com o Avai na Arena Condá na goleada por 4 a 0, mas a crueldade poderia ser maior se tivesse mantido o interesse no jogo quando ficou com um jogador a mais, depois da expulsão do zagueiro Gabriel.

Mais organizada, confiante e qualificada a Chape mostrou desde o início a grande diferença em campo. Bruno Rangel foi logo fazendo três e bateu o próprio recorde de maior artilheiro na história do clube.

Do Avai nada se viu. Sem tática e estratégia adequadas para a situação, ficou também sem destaques individuais ou superação através da luta. Apenas entrou em campo, porém não jogou. Nem do gol impedido de Bruno Rangel pode reclamar.

Seria apenas coincidência o fato de a defesa, que já não era boa, ter virado um queijo suíço depois da chegada de Antônio Carlos?

A derrota afunda o Avai , que deve mudar de técnico nesta segunda-feira.

A vitória coloca a Chape mais perto da conquista do campeonato.

Goleada expõe as limitações do Avai

13 de março de 2016 6

O Avai foi nem sombra de outros jogos da temporada diante do Metropolitano e acabou sofrendo uma goleada desconcertante em Jaraguá do Sul. O futebol apresentado não deixa dúvida que o time está no limite do rendimento.

Desatento desde o início , o Avai deu espaços aos jogadores rápidos do ataque do Metrô e sofreu as consequências. Em 10 min o placar já estava 2 a 0.

Sem reação, o Avai não conseguiu produção ofensiva pela fragilidade no meio-campo e ficou exposto aos contra-ataques. O terceiro gol saiu ainda no primeiro tempo.

Depois do intervalo o goleiro Renan defendeu um pênalti, evitando o quarto gol, o Leão descontou, mas o Metrô não demorou para fechar a goleada e dar o troco da derrota no turno.

Uma derrota que deixa o Avai longe do sonho de surpreender no returno e tranquiliza o Metropolitano na luta contra o rebaixamento.

Diego Jardel brilha e Avaí goleia

04 de fevereiro de 2016 0

O Avaí confirmou diante do Metropolitano a boa impressão que deixou nos dois primeiros jogos da temporada e foi quase perfeito na goleada em Palhoça, no estádio Renato Silveira.

Aproveitando a fragilidade do time de Blumenau , o Avaí impôs o toque de bola, teve grande volume de jogo e criou várias oportunidades.

Os gols foram saindo ao natural e todos com jogadas trabalhadas e de aproximação.

Diego Jardel fez nova função pela direita e Rafinha estreou com bom futebol pelo meio.

O primeiro gol saiu no primeiro tempo quando o Avaí já dominava totalmente a partida . Diego Jardel abriu o placar.

No segundo tempo ficou melhor ainda. Romulo fez o segundo, Diego Jardel o terceiro e Willian fechou a goleada. Deu até para colocar o japonês Toshi em campo para delírio da torcida que gritava por ele.

O cara

Diego Jardel fez dois gols , participou de outro e deu bons passes, se transformando no melhor atacante do time. Uma grande atuação.

Fragilidade

O Metrô não conseguiu atacar e não soube marcar. Valdir Espinosa vai ter muito trabalho para arrumar o time.

Apito

Sem lances polêmicos , o árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira, teve uma atuação tranquila.