Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "GRÊMIO"

Faltou a vitória em casa, mais uma vez, ao Avai

29 de outubro de 2017 1

Foi um jogo de bom toque de bola, com alta produção ofensiva do Avai, mas sem os três pontos indispensáveis para o Leão se afastar da confusão na tabela.

Individualidade do Grêmio

O primeiro tempo começou lento, mas o gol de Thyere para o Grêmio esquentou a partida e abriu espaços em campo.

O Grêmio fez o segundo gol, mas o bandeira errou e marcou impedimento no lance.

O Avai reagiu e construiu boas jogadas pela esquerda, principalmente com o lateral João Paulo. O empate, porém, saiu com belo chute de Pedro Castro, pegando rebote de escanteio na entrada da área.

Parecia que o Avai conseguiria a virada, mas Everton fez grande lance individual no lado esquerdo e tocou para Kaio dar nova vantagem ao Grêmio.

As individualidades fizeram diferença a favor do Grêmio antes do intervalo.

Reação

O Avai voltou do vestiário pressionando o Grêmio e quase empatou em lance de cabeceio de Junior Dutra. Foi mais um escanteio bem cobrado por Marquinhos. O Grêmio, também, foi ao ataque e perdeu a chance do terceiro com Michel. Na frente do goleiro Douglas, ele chutou para fora. Foi a única chance do time no segundo tempo.

A bola de escanteio continuava forte, mesmo sem Marquinhos, que tinha acabado de sair para a entrada de Joel. Desta vez o escanteio veio da esquerda , Betão finalizou no rebote e Leandro Silva desviou para empatar o jogo. Capa, também, já estava em campo na vaga de João Paulo. Aos 29 min Maurinho substituiu Romulo.

O jogo seguiu aberto e o Avai arriscando tudo para conseguir a virada. Aos 39 min o chutaço de Maurinho parou no travessão. Aos 43min o goleiro Paulo Victor, o cara do jogo, salvou o cabeceio de Joel.

Embora a boa atuação, principalmente no segundo tempo, a virada não veio e o Avai, mais uma vez tropeça em casa, e volta ao Z-4.

Douglas fecha o gol novamente e Avai surpreende o Grêmio em Porto Alegre

09 de julho de 2017 2

O jogo em Porto Alegre foi de ataque contra defesa quase o tempo todo, mas, no final prevaleceu quem soube defender melhor.

E nem foi a estratégia defensiva do Avai que parou o ataque do Grêmio, mas, sim, a exuberante atuação individual do Goleiro Douglas, que fez dez defesas importantes, incluindo um pênalti batido pelo lateral Edilson, jogador revelado pelo Leão.

Depois da metade do segundo tempo, quando o Grêmio abriu mais o time para tentar a vitória, o Avai deixou de apenas se defender e conseguiu duas chegadas fatais ao ataque.

Primeiro Simião fez um golaço de fora da área e depois Junior Dutra ampliou com outro belo gol.

Uma vitória fundamental para recuperar os pontos perdidos em casa e que revela um time capaz de segurar qualquer adversário em qualquer lugar, condição importantantissima para se manter na elite.

Empate com gosto de Série B

29 de outubro de 2016 8

Os empates de Inter e Coritiba animaram a torcida, mas o resultado diante do Grêmio foi uma ducha gelada na tentativa de “ressuscitar” no campeonato.

O Figueirense não conseguiu envolver os reservas do Grêmio e contou apenas com um cabeceio de Rafael Moura no primeiro tempo como principal lance de ataque.

Foi uma uma atuação descontrolada emocionalmente, desorganizada na parte tática e sem atitude individual para superar os problemas. As substituições pouca adequadas do segundo tempo acabaram desconstruindo o pouco de “time” que existia.

Empate e desempenho com carimbo de Série B.

Falhas individuais provocam derrota do Figueira para o Grêmio

10 de julho de 2016 7

O Figueirense fez um bom jogo em Porto Alegre, mas acabou perdendo novamente e continua sem vencer fora de casa. Desta vez o time apresentou organização e variação tática adequadas, mas as falhas individuais decidiram a partida.

Bem posicionado na defesa, o Figueirense saiu rápido para o ataque e perdeu boas oportunidades para abrir o placar no primeiro tempo. Destaque para o estreante Rafael Silva , que fez as principais jogadas pela esquerda.

O Grêmio, porém , abriu o placar antes do intervalo. Pedroso passou mal a bola e Wallace pegou a sobra e chutou de longe. O goleiro Thiago Rodrigues aceitou.

O Grêmio voltou melhor, dominou o segundo tempo e criou as melhores chances até os 25 min, mas perdeu ou Thiago Rodrigues defendeu.

O Figueira reagiu com a entrada de Dodô no lugar de Bady e empatou com belo gol de Ayrton. Teve chance para a virada, mas Dodô não chegou a tempo depois de falha da defesa.

Desesperado, o Grêmio apostou na pressão final e aproveitou falha de Jocinei para ganhar a partida. Bobô completou para a rede aos 47 min.

Apito

Jailson Macedo de Freitas, poderia ter marcado um pênalti para o Grêmio logo no início , quando a bola explodiu no braço de Werlei. Demais lances foi bem.

Avaí deixa boa impressão diante do Grêmio

28 de janeiro de 2016 3

O Avaí surpreendeu diante do time reserva do Grêmio na Arena Condá e buscou o empate por dois gols , apesar de ficar duas vezes atrás no placar.

Movimetação e ações ofensivas rápidas foram o ponto forte do time comandado por Raul Cabral. O posicionamento defensivo mostrou-se falho, além de algumas falhas individuais.

O zagueiro Henrique errou e o Grêmio abriu o placar através de Edinho a um minuto de jogo. O Avaí reagiu bem, dominou o primeiro tempo e criou as melhores chances. Destaque para o meia Caio César com muita força e jogadas verticais.

Willian deixou sua marca e empatou a partida logo no início do segundo tempo. O Avaí dominava o jogo quando Bressan fez o segundo gol, aproveitando falha de posicionamento da defesa e de Caio César que não acompanhou o zagueiro.

O zagueiro Henrique fez pênalti em Moisés e o árbitro não marcou. O afoito zagueiro avaiano fez outro pênalti , agora em Lincol. Bobô bateu e Renan brilhou evitando a derrota.

O Avaí cresceu com as entradas de Chapecó e Tauã, criou bons lances até Gabriel empatar de cabeça, aproveitando cruzamento de Chapecó.

Um bom jogo e uma boa amostra da garotada do Avaí.

Chape faz virada monumental diante do Grêmio e afasta rebaixamento

18 de outubro de 2015 7

A Chapecoense não conseguiu disputar o título catarinense, mas deixava claro que estava trilhando o caminho certo na montagem do time para a Série A. O que parecia uma profecia lá no início do ano, agora se confirma. Apesar de trocar de técnico, apesar de faltar alguns pontinhos, estará na Série A em 2016.

A vitória diante do Grêmio em Porto Alegre e , principalmente , como aconteceu deixa esta certeza. Vencer o terceiro colocado do campeonato, virando uma desvantagem de dois gols, com jogador expulso e gol no último lance, é para derrubar qualquer dúvida.

Vinicius Eutrópio tinha razão quando disse que faltava aproveitamento no ataque. A presença de Túlio de Melo resolveu o problema. Hoje eles fez dois.

Mais aliviada na Série A, a Chape pode apostar mais fichas no jogo com o River pela Sul-Americana.

Embalo do Figueira para no Grêmio

03 de setembro de 2015 6

O Figueirense oscilou no rendimento e isso foi decisivo para sofrer a terceira derrota em casa na temporada, a primeira sob comando de René Simões.

Gol de escanteio

O Grêmio apostou na marcação forte no próprio campo e o Figueirense, com três volantes, teve pouca criatividade no início do jogo. O gol de Bobô, aproveitando cobrança de escanteio, fortaleceu a estratégia do técnico Roger Machado.

A partir da metade do primeiro tempo o Figueirense cresceu e pressionou bastante. Clayton e Fabinho tiveram chance de empatar, mas não aproveitaram. A lesão de Dudu atrapalhou o planejamento do Figueira. Marcão entrou em seu lugar antes do intervalo.

O Grêmio teve mais uma chance , mas Bobô perdeu. O aproveitamento fez a diferença.

Três atacantes

O Figueirense voltou com João Victor no lugar de Paulo Roberto e começou melhor a segunda etapa. Rafael Bastos e Marcão perderam chances incríveis para empatar. O Grêmio apenas se defendia.

O técnico René Simões tentou dar mais agressividade ao ataque com a entrada de Alemão e, para isso , tirou Rafael Bastos. A mudança não deu certo. O Grêmio reforçou a marcação com a entrada de Shuster no lugar de Maxi Rodrigues e anulou as ações ofensivas do Figueira.

A única vez que entrou na área do Figueira, até então , o Grêmio liquidou o jogo com Pedro Rocha, aos 32 min.

O Figueirense terminou o jogo com mais posse de bola, mais escanteios e faltas a favor e mesmo número de chances criadas. O aproveitamento fez a diferença a favor do Grêmio.

Figueira busca terceira vitória com René Simões na Série A

02 de setembro de 2015 0

O Grêmio chega desfalcado de cinco titulares ao Orlando Scarpelli, o que aumenta a chance do Figueirense manter o embalo da chegada de René Simões. Não será fácil repor, no mesmo jogo, as ausências de Marcelo Grohe, Erazo, Douglas, Maicon e Luan.

Resta ao Figueirense aproveitar o momento. O técnico René Simões pede mais toque de bola ao time, mas deve optar por Rafael Bastos no meio-campo, justamente o jogador que menos passa a bola aos companheiros.

Independente da escalação , porém, a chance de vitória é boa e, se for conquistada, coloca o Figueira em situação confortável na luta contra o rebaixamento.

Reação do Joinville para no Grêmio

16 de agosto de 2015 4

O Joinville fez um bom primeiro tempo diante do Grêmio, quando abriu o placar e teve duas chances claras para ampliar, mas não repetiu o desempenho na segunda etapa e a consequência foi a virada.

Depois do intervalo o Joinville até suportava a pressão, mas depois de cobrança de escanteio o Grêmio empatou e depois virou em cobrança perfeita de falta do lateral Galhardo.

O Joinville melhorou o desempenho com PC Gusmão no comando e recuperou parcialmente a pontuação na tabela, porém termina o turno com 16 pontos e alto risco de queda.

Goleiro do Grêmio para o Tigre

21 de julho de 2015 12

A noite teve todos os elementos de uma decisão no Heriberto Hülse e começou com a boa presença de público. No gramado, um bom jogo , muitos lances e um gol, expulsão , lesão, drama , tensão e pênaltis.

Apesar de o Grêmio abrir o placar com um gol esquisito de Pedro Rocha, as melhores chances do primeiro tempo foram criadas pelo Criciúma. Faltou acertar a finalização , principalmente Rodrigo Andrade, que perdeu dois gols.

O Grêmio ajustou a marcação no segundo tempo e perdeu a chance de ampliar em três oportunidades. Luiz salvou duas e Luan perdeu outra. O Criciúma também levou perigo, mas finalizou pouco. No final, já sem Guilherme Santos que fora expulso e Rodrigo Andrade que saiu machucado, o Criciúma lutou com 9 jogadores para evitar o segundo gol e conseguiu, porém a vaga não estava garantida.

O goleiro Marcelo Grohe foi o destaque do jogo, pegou dois pênaltis e acabou com o sonho do Tigre de repetir 1991 na Copa do Brasil.