Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "TÉCNICO"

Eliminação da Copa do Brasil derruba técnico do Avai

19 de abril de 2018 0

A demissão do técnico Claudinei Oliveira já estava em pauta antes do jogo com o Goiás. A eliminação foi a sinalização que faltava para o presidente Battistotti, sempre irredutível, se convencer que era o momento de mudança, adiada no final do ano, quando o time foi rebaixado.

Claudinei foi dos técnicos que mais tempo ficaram no comando do Avai em anos recentes. O acesso á Série A em 2016 deu força ao treinador, que, também, levou o time á final do estadual de 2017. Mas a queda para a segunda divisão e o fracasso no estadual deste ano, pesaram para sua saída. A eliminação da Copa do Brasil não seria problema, não fosse para o Goiás e jogando futebol muito defensivo, uma crítica sempre feita ao trabalho do treinador.

Resta ao clube, agora, agir rápido e contratador um profissional adequado para buscar o acesso, a grande metad da temporada. Gilmar Dal Pozzo tem experiência na Série B e mora na cidade.

Marcelo Cabo é o escolhido do Figueira

15 de junho de 2017 0

Marcelo Cabo chega ao Figueirense respaldado por uma boa passagem no clube como auxiliar técnico de Jorginho e Branco, mas, acima de tudo, pelo acesso e título que conquistou comandando o Atlético-GO na Série B do ano passado.

É jovem, porém, já tem boa experiência, além de conhecer o clube. É grande a chance de dar certo, mas o desafio não é fácil.

Há muitos problemas internos para resolver, além da organização do time.

A lista de jogadores experientes e com influência sobre os demais , treinado separado é uma delas.

Sai Marquinhos Santos , volta Marcio Goiano.

16 de fevereiro de 2017 7

A selva do futebol não perdoa: o resultado não vem? O técnico perde o emprego.

E, apesar dos péssimos resultados do ano passado e do início do estadual, foi na Amazônia que Marquinhos Santos caiu do comando técnico do Figueirense.

Ser eliminado da Copa do Brasil pelo Rio Branco no Acre e jogando pelo empate , foi demais para um trinador sem prestígio no clube .
A página virou para ele.

Capitão

Sempre lembrado pelo torcedor, muito por ter sido o capitão do time em uma era de conquistas, Marcio Goiano volta para assumir o comando em um momento de tensão e instabilidade.

Em 2010, fez um grande trabalho no acesso á Série A, mas quando voltou em 2012 nada deu certo.

Marcio Goiano não repetiu mais o trabalho de 2010 em outros clubes e sua carreira estagnou. Será um daqueles casos que dá certo apenas em um lugar? Vamos aguardar, mas para quem sonhava com o retorno de Jorginho, Goiano não vai empolgar.

Figueira observa garotos, vence o FLU e já olha para 2017

27 de novembro de 2016 3

O Figueirense fechou a temporada de jogos em casa vencendo o Fluminense por 1 a 0 , mas com futebol e presença da torcida de time rebaixado. O jogo foi muito ruim e o público de apenas 1.800 torcedores.

A observação de alguns garotos foi o que mais chamou a atenção no time do Figueira. Mas Dudu e Matheuzinho, que começaram a partida, embora mostrando potencial tiveram atuações discretas. O volante João Pedro, que entrou no segundo tempo, deixou melhor impressão, apesar de pouco tempo em campo.

Uma despedida melancólica, de um time sem qualidade e inspiração, e que ainda joga com o Sport domingo em Recife, já pensando em 2017.

Projetando

Marquinhos Santos será o treinador ano que vem. Uma decisão polêmica. Ele fica pelo contratado assinado até o final de 2017 e por que largou o Fortaleza para assumir o Figueira, trocando um acesso por rebaixamento. É respeitado por trabalhos que fez no Coritiba e Fortaleza, porém nada acrescentou ao Figueirense na reta final da Série A. Vai ter a chance de mudar a história.

Branco, que vem morar em Floripa, ganha força e assume o futebol junto com Léo Franco. Uma escolha que coloca um olhar técnico no departamento de futebol, corrigindo uma falha da gestão de Brilinguer nos 4 anos recentes. Vai depender, porém, da competência de Branco para dar certo. O torcedor não esquece a passagem dele como treinador e o retorno este ano como assessor do presidente, trabalhos que não deram bom resultado.

Barca

A reformulação do grupo de atletas começou com as dispensas de Ayrton, Pará, Diego Torres, Ēlvis, Maurides e Rafael Silva. Todos mereceram a liberação. No mínimo mais 10 atletas devem ser dispensados. O problema vai ser evitar a saída de jogadores que poderiam ficar. Casos de Gatito, Werley , Ferrugem, Lins e Rafael Moura.

Tuca e Branco no Figueira

05 de setembro de 2016 0

O Figueirense repete a estratégia do ano passado, quando efetivou Hudson Coutinho, e promove o auxiliar técnico Tuca Guimarães como treinador para a batalha contra o rebaixamento.

O time melhorou com ele no comando em comparação com o que jogava com Argel, além disso os jogadores aceitaram bem os seus métodos e avalizaram a efetivação.

É uma decisão adequada para a realidade. Alguém que já sabe tudo o que está acontecendo pode ter menos dificuldade de solucionar os problemas.

Agora a bola está com Tuca. Cabe a ele aproveitar a oportunidade.

Assessor

A contratação de Branco para assessorar o presidente , por enquanto , não passa de uma ação política para aumentar a representatividade nacional. Se , no futuro ele assumir uma função técnica, sua presença poderá ter alguma influência mais clara.

Claudinei Oliveira no Avai

24 de agosto de 2016 2

O treinador Claudinei Oliveira foi muito elogiado quando assumiu o time principal do Santos, mas a passagem foi curta.

Depois assumiu o Goiás e foi demitido após perder o título estadual . No Paraná Clube teve duas passagens, sem resultados expressivos, mas com trabalho bem avaliado.

Foi bem na Série A com o Atlético-PR a partir de setembro de 2014, mas fracassou no estadual de 2015. No vitória da Bahia ficou pouco tempo porque o time foi eliminado prematuramente do estadual.

É um treinador jovem , 46, mas já com boa experiência e que gosta de trabalhar com jogadores da base.

Assume o Avai sob condições adversas, mas é uma chance para consolidar sua carreira.

A saída de Guto e a chegada de Caio Júnior á Chape

25 de junho de 2016 0

A saída de Guto Ferreira interrompe um trabalho que deu bons resultados desde o ano passado na Chapecoense e representa risco de baixa no desempenho, mas também uma oportunidade para melhorar ainda mais.

Não cabe julgar a escolha do treinador, somente ele sabe o que mais pesou na decisão e somente ele poderia decidir. O que vai acontecer no futuro ninguém sabe.

Contratado

Caio Júnior foi a escolha da Chape para comandar o time a partir de agora. Diferente de Guto Ferreira ele gosta de times mais ousados, jogadores mais técnicos e futebol mais vistoso, porém , deve se adaptar às características do grupo.

É uma boa escolha. Caio Júnior tem larga experiência nos principais clubes do Brasil, conhece o futebol Catarinense, está precisando reconquistar espaço na Série A e pode elevar o padrão da equipe.

Tudo isso, porém , não garante o sucesso. O trabalho no dia a dia em Chapecó é que vai mostrar se vai dar certo.

Eutrópio, uma boa escolha do Figueira

19 de fevereiro de 2016 5

O Figueirense demorou , mas fez a melhor escolha disponível, neste momento no mercado, para substituir Hudson Coutinho.
Vinicius Eutrópio tem identificação com o clube desde á época de jogador , além disso , em 2013 comandou o acesso e no ano seguinte o título estadual.
Também montou um grupo de atletas que deu resultado positivo por dois anos.
Não é mágico , mas tem experiência e capacidade para colocar o time nos eixos.

Renê Simões vai mudar conceitos no Figueirense

17 de agosto de 2015 13

O Figueirense precisa evoluir e não seria contratando alguém com o mesmo perfil do treinador que saiu que isso aconteceria. Chega um técnico com bons conceitos táticos, resta aplicar.

Renê Simões tem grande experiência no Brasil e Exterior e ótima formação teórica sobre futebol. Sua carreira é marcada por poucos títulos, mas os times que comanda costumam jogar com a bola no chão e muita variação de jogadas.

Pela trajetória que tem não vai se assustar com “cara feia no vestiário “, mas terá muito trabalho em pouco tempo para implantar suas ideias e mudar a herança que recebe.

Não é um nome que empolga o torcedor, mas reúne todas condições de fazer um bom trabalho no Orlando Scarpelli.

Criciúma aposta em Petkovic para recuperar o time

12 de junho de 2015 4

A resposta do Criciúma a mais uma derrota na Série B – 3 a 1 para o Sampaio Corrêa – a quinta em sete jogos , foi o anúncio da contratação de Petkovic para comandar a equipe.

O sérvio era craque, mas como técnico tem apenas uma curta experiência no time B do Atlético-PR. É um nome que chega com prestígio da época de jogador e vai dar visibilidade nacional ao clube, porém o que o Tigre precisa é de alguém capacitado para unir os jogadores e fazer o time melhorar o desempenho.

Se Pet tem a competência para resolver os problemas do time, saberemos mais adiante já que ele não têm trabalhos anteriores como referência, porém seus conceitos sobre futebol , manifestados em várias entrevistas, são atuais. Resta aguardar como será a prática.