Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O dentista e o psicanalista

22 de janeiro de 2008 1

Mas agora vejam só como está sendo este início de ano para mim. Ontem, fiquei seis horas submetido à cadeira da minha dentista, nada de dor, tudo de medo. E depois que virei um verdadeiro Indiana Jones na cadeira de minha competente e admirável dentista, não só pela sua extraordinária técnica em restauração dos meus três dentes cariados, mas principalmente pela sua inexorável paciência em suportar os meus fiascos escandalosos, terei hoje à tarde uma prova mais severa.

É que, se ontem fui à dentista para tratar de minha esfera sensório-cognitiva, hoje à tarde irei a um psicanalista para me submeter a um tratamento de canal.

Comigo é assim, dentista trata da minha alma, porque me inspira dor, psicanalista esburaca o meu corpo.

Tratamento de canal quem me faz é psicanalista, que entra lá no fundo, no âmago, nas raízes da minhas arcadas sensoriais e intelectivas e tenta devolver-me o equilíbrio neuronial.

É preciso salientar que faço também tratamento de canal com psicanalista em face de um masoquismo que possuo desde criança: com psicanalista, tratamento de canal é sem anestesia.

Como dói confessar a verdade para o psicanalista.

Enquanto com a dentista eu exercito o meu prazer hedônico de vê-la apavorada e atrapalhada com meu insano medo, ou seja, com a dentista eu exercito meu sadismo.

Postado por Sant`Ana

Comentários (1)

  • joao batista da silva diz: 23 de janeiro de 2008

    Pablo,nestes quinze dias,falas de alegria,e sentimental ao espirito:faz bem um sorriso para a Dentista! e Confortavel a alma para um Psiquiatra!que acredito que estão,tomando un sol em Floripa com o querido Santana.

Envie seu Comentário