Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Violência aumentou com redução da torcida?

07 de outubro de 2008 10

Leitor acredita que violência aumentou quando limitaram presença da torcida adversária nos estádios/Daniel Marenco, Banco de Dados - 28/09/2008

Reproduzo abaixo o e-mail do leitor Marcelo Barbosa da Rosa:

“Sou terminantemente contrário à torcida única nos estádios, e vou mais longe: acho que, se buscarmos o retrospecto de ocorrências, veremos que as situações de violência aumentaram após ter-se limitado, nos estádios, a presença da torcida adversária a uma pífia minoria. Sou gremista, mas freqüento Gre-Nais — no Olímpico e no Beira-Rio — há pelo menos 15 anos, e noto a violência aumentando juntamente com a redução dos espaços.

O fato é que ambos os clubes possuem uma porcentagem mínima de maus elementos, mas que sempre se fazem presentes nos jogos. Quando tínhamos metade da arquibancada destinada ao visitante, estes maus elementos acabavam diluídos na massa, e as atitudes das pessoas que estavam lá para torcer pelo seu clube preponderavam.

Vou sempre com minha irmã aos jogos e confesso que, nos dois últimos Gre-Nais, no Beira-Rio, foi difícil encontrar um lugar para se acomodar longe dos baderneiros gremistas, e acredito que o mesmo ocorra no Olímpico com a torcida colorada. Já presenciei, muitas vezes, torcedores identificando marginais nos estádios, mas isso só ocorre quando a esmagadora maioria é de bem — e, para tanto, é preciso que haja um grande número de representantes da mesma torcida.

A grande massa sempre coage a ação indesejada e, mesmo que esta se concretize, a maioria sente-se confortável em coibi-la e, se necessário, denunciá-la. Vamos fazer uma campanha para dividir os estádios novamente. Gre-Nais com gritante minoria de adversários não são realmente Gre-Nais.

Sei que, com o aumento do número de sócios, esta divisão atualmente é mais difícil, mas louvaria atitudes que alavancassem uma maior participação da torcida adversária no estádio. Além de promover o espetáculo promoveríamos a segurança.”

Postado por Sant`Ana

Comentários (10)

  • fâ do Santana diz: 8 de outubro de 2008

    Santana já faz muitos anos que não vou no estádio do adversário. Lembro-me que naquela época voavam copos de liquidos mal cherosos na torcida adversária, seja visitante ou não. atualmente está pior, o vandalismo quebra o estadio, quebra os veiculos da redondeza e explode rojões. ntigamente na pior das hióteses se voltava do campo enxarcado, hoje pode-se voltar mutilado.Por estes motivos não vou ao estadio adversário.A torcida encolheu e restaram apenas a escória,cercada por PMs lamentavelmente.

  • Antonio Magalhaes diz: 9 de outubro de 2008

    São todos uns frouxos querendo se entragar para estes covardes. Se todos dizem que são poucos porque não lutarmos para excluilos dos jogos. Vamos identificar estes babacas e nos dias de jogos fazer com que todos fiquem detidos. Policia incompetente só sabe passar no caixa fim do mes. Haja paciencia.

  • Sandro Santos diz: 7 de outubro de 2008

    Apoio totalmente o ponto de vista do leitor Marcelo Barbosa da Rosa. Os marginais não têm cores clubísticas como motor de sua paixão de torcedor. O que eles querem mesmo é a proteção da massa para praticar suas animosidades sem que sejam incomodados. Voltemos aos velhos tempos, em que os Gre-nais eram coloridos de azul e vermelho, divididos quase que igualitariamente, seja em que estádio for. Ainda somos a maioria do bem. “Não podemos se entregar pros home, de jeito nenhum, amigo e companheiro”.

  • Karol Nogueira diz: 9 de outubro de 2008

    Santana, sou gremista e apoio 100% a teoria do Marcelo, vou aos jogos com ele e sua irmã Luana, e cada vez mais a violência tem aumentado dentro do estádio, te confesso que ao Beira-Rio eu não vou, e somente por medo de ser agredida, acho que se as direções de Grêmio e Inter pudessem identificar esta minoria e barrá-los na entrada por meio judicial já ajudaria muito, pois esses não são torcedores e sim inimigos da sua própria torcida.

  • Gustavo diz: 8 de outubro de 2008

    Santana, concordo 100% com essa afirmação. Aliás, já tinha comentado com amigos. Pessoas de bem, como eu, que trabalham e tem família pra sustentar não conseguem ficar um dia inteiro numa fila para disputar 2000 ingressos e estes ingressos acabam sobrando apenas para os vagabundos baderneiros. Além disso, os baderneiros são uma minoria muito pequena, que realmente seria suplantada pelo resto da torcida.

  • Cássio Varisco Haetinger diz: 7 de outubro de 2008

    na minha opinião o problema nao é o torcedor comum no estadio. A causa do problema da violencia nos estadios são as torcidas organizadas. Estes sim são a verdadeira fonte da baderna. Eles usam o futebol como mera desculpa para os seus atos, e para se esconder no meio da multidão logo depois.

  • João diz: 8 de outubro de 2008

    Quando se limita um número extremamente pequeno para uma torcida comparecer num clássico, acaba limitando também o número de bons torcedores. Somente os torcedores com espírito de luta campal terão coragem para encarar o desafio. Tudo espartano com sede de luta. Mais uma vez fica provado que o grande culpado são estas diretorias duentes que comandam os clubes da capital.

  • Antonio Tettamanzy diz: 8 de outubro de 2008

    Santana, concordo 100% a teoria do Marcelo. Assim como ele, freqüento Gre-Nais há muitos anos e ultimamente tem sido muito complicado ir ao Beira-Rio. Parece que apenas os baderneiros continuam tendo coragem de aparecer por lá, sempre com o mesmo espírito de violência e baderna.

  • Abreu Martins da Silva diz: 8 de outubro de 2008

    Li o comentário do teu leitor e gremista,Marcelo Barbosa da Rosa,como teoria tem fundamento,porém,se c/minoria nas arquibancada fizeram o que fizeram,em dois grenais,um incendiando os banheiros químicos,e no último c/os paus das bandeiras,arrancaram pedaços de cimento,e jogaram nos torcedores do Inter.Na verdade,ñ sei se algo semelhante houve no Olimpico,p/parte de torc.colorados.Sou totalmente,em face disso,contrário a idéia de + torc.nos grenais.No grêmio,só gremistas,no Inter,só colorados.

  • Renato Amador diz: 13 de outubro de 2008

    Santana contamos contigo para iniciarmos uma campanha visando os intereces MAIORES DO IMORTAL TRICOLR,este ano não ganhamos nada!!!Eleição do conselho,negociação de jogador,Julgamento de jogador sem ter uma defesa altamente qualificada,tudo pode levar a termos mais uma que ficarmos lamentando,falta muito pouco não vamos perder mais esta oportunidade.Esta torcida merece ter um motivo de ser feliz este ano!Vamos acreditar é posivel ser campeão,basta unir todos os esforços,sem intereces mesquinhos

Envie seu Comentário