Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O gaúcho é diferente do restante dos brasileiros

09 de junho de 2009 101

Um debate interessante está sendo instigado pela Rádio Gaúcha: se o gaúcho é arrogante ou não, originado de uma declaração do ministro da Defesa, Nelson Jobim. Acho que não é bem arrogância, o gaúcho é diferente do restante dos brasileiros porque ele é orgulhoso de ser gaúcho. Ninguém é mais orgulhoso de ter nascido num Estado como o gaúcho.

O próprio papa João Paulo II constatou isso quando ele mesmo disse que o “Papa é gaúcho”, ou qualquer coisa parecida. Ele chegou aqui e viu que se tratava de um povo diferente — orgulhoso de sua condição e naturalidade.

É um orgulho que temos! Veja o nosso grande poeta Jayme Caetano Braun, como ele exaltava essa condição épica, heróica de que o gaúcho é guerreiro, valente, corajoso. É uma mística nossa.

Ouça meu comentário no Gaúcha Hoje

Postado por Paulo Sant`Ana

Comentários (101)

  • guilherme soares diz: 9 de junho de 2009

    Pois é Santana,

    Temos orgulho de ser gaúcho mas infelismente estamos perdendo esta identidade para culturas estrangeiras como gostaria de ver o povo gaúcho votar um plesbicito separando o RS, SC e PR imaginas que país seria criado um abraço e saudações tricolores.

  • teca diz: 9 de junho de 2009

    Não é arrogância, é provincianismo mesmo!!
    Dos mais baratos…começando pelo povo, terminando nos sensos comuns que lemos na mídia inculta local.

  • Francisco de Azambuja diz: 9 de junho de 2009

    Vivo longe do RS há 10 anos, mas, pelo menos uma vez ao ano, retorno para passar algumas semanas. O Gaúcho realmente é orgulhoso de ser, digamos, GAÚCHO! Mas fica numa linha tênue entre orgulho e empáfia…Muitas vezes nos fechamos em nós mesmos e esquecemos que o mundo é feito de colaboração entre os povos.

  • Kleber diz: 9 de junho de 2009

    pior que o gaúcho só o catalão, aliás o RS é a Catalunya brasileira!!

  • Milton Candido diz: 9 de junho de 2009

    Santana, tudo que compromete a comercialização e o consumismo tem sido denegrido. Nao serve. Ora, somos o povo mais nacionalista do Pais. Nada de maior politização, apenas nacionalismo e patriotismo. E isso nao serve a globalização. Entao, denigre-se o gaucho como denegriram o caipira, o caboclo, o japones e o portugues, enquanto que se valoriza e se previlegia a superficialidade do centro-norte. É apenas isso e nesse contexto a midia tem se esmerado.

  • Guilherme diz: 9 de junho de 2009

    Temos o mesmo orgulho de quem nasceu em Angola, EUA, Canadá, Argentina…, ou seja, em qualquer outro lugar. Por acaso alguém já disse que tem vergonha de ter nascido em algum lugar? Nunca ouvi isso. Agora: 1. os gaúchos são mesmo arrogantes. 2. se vc realmente ouviu o que o Papa disse, devia estar surdo. Ele pediu para o povo: O Papa é gaúcho???, depois de ouvir o pessoal ficar gritando isso por um tempão.

  • Tiago José Fernandes diz: 9 de junho de 2009

    Olá Sant`Ana!Suspeito de que o Ministro Jobim tenha se equivocado quando usou o termo arrogante,porém que somos diferentes por nossas características e sentimentos,ah! isso somos.Às vezes,na política,é preciso escolher entre a simpatia e a intransigência (Maquiavel)e aí quebra-se a regra do politicamente correto.Penso ter sido isso que fez o Dr. Jobim,que sabemos ser de fino trato.Há de se observar ainda a declaração dentro do contexto,pois o risco da má interpretação é inevitável nestes casos.

  • Romeu Flores diz: 9 de junho de 2009

    a arrogância anda de mãos dadas com o orgulho.

  • Pablo de Avila Saldo diz: 9 de junho de 2009

    Paulo, o acriano também é um povo orgulhoso de si, bem nos moldes gaúchos. Acho que temos Histórias semelhantes. É um povo que valoriza suas lutas e busca uma forma autêntica de viver, sobretudo em relação à floresta.
    Sou gaúcho, moro a 6 anos no Acre, e me senti muito a vontade por aqui.

  • Willy Walter Hartke diz: 9 de junho de 2009

    Ser diferente não é necessariamente condição para se sentir melhor que os outros. A isso se chama de “arrogancia”. O próprio papa falou “eu sou carioca”, mudava dependendo do estado que estava visitando.

  • Ígor diz: 9 de junho de 2009

    Somos gaúchos e orgulhosos disso, somos separatistas e queremos nossa República livre, queremos autonomia política e econômica para elevar o Rio Grande para além de um país, um território onde sejamos respeitados e livres, o que o Brasil, com essa tradição ridicula, jamais podera nos dar!
    Rio Grande livre, já!
    Sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra!

  • Bernardo diz: 22 de junho de 2009

    exelente mas seria interessante que fosse mas a fundo nesta causa de que gaucho é diferente! pois lá dentro do coração de todos nos tem uma vontade de mostrar isto mais a fundo!
    por que não fazer? almenos mostrar nossa vontade já a muito inrrustida!

  • MATHEUS pereira diz: 9 de junho de 2009

    arrogancia,bairrismo e tudo mais.nao tem coisa melhor pra de bater? pelo amor de deus.

  • Noemi diz: 9 de junho de 2009

    É arrogante mesmo, e muito.

  • Carlos E. Souza Schneider diz: 9 de junho de 2009

    Não somos arrogantes, nem orgulhosos! Talvez o Ministro seja. A diferença é que sabemos donde viemos, o que nos custou, os que nossos antepassados passaram, sejam eles portugueses, espanhóis, índios, negros, italianos, alemães, etc. Não ha orgulho nisso, há reconhecimento, identitade única, fundamento, razão patriótica de existir. Os demais estados não tem o nosso apelo patriótico. Não somos só nós, basta ir ao Uruguai e a Argentina. Apenas não nos pisam no pala assim no más, não há arrogância.

  • Fernando diz: 9 de junho de 2009

    Gaúcho diferente é o mito mais ridículo que existe. Nossos políticos são diferentes do Piauí ou do Maranhão? Não, não são, que dia o senhor Sérgio Moraes, dos albergueiros e os investigados pela PF. Somos educados? Alguém ja tentou atravessar aa rua numa faixa de segurança em Porto Alegre? Se tentar, boa sorte. Temos a cidade mais emporcalhada por pixadores do Brasil. Todos os monumentos de Porto Alegre estão imundos e depredados. Até o Laçador ja foi pixado e teve partes roubadas…

  • Douglas Eralldo diz: 9 de junho de 2009

    Caro, S`antana

    Ser for arrogante orgulhar-se de seu passado, e de sua origem, somos sim, arrogantes;

    Qual estado entoa com tanto orgulho eu hino? Em qual outro lado do país se é tão patriota? Onde mais há tanto orgulho em ver seus irmãos fazendo sucesso? Sim, os gaúchos assim o fazem, pos basta alguém nascido no Rio Grande enfrentar qualquer peleia, que haverá alguém para auxilia-lo.

    Não tenho dúvida em afirmar, que o Brasil seria muito melhor, se agisse como nós, gaúchos.

  • Leonardo Alvez diz: 9 de junho de 2009

    Santana;
    O problema de olhar para o próprio umbigo só prejudica muito o crescimento intelectual de uma pessoa. Os alemães também amam sua pátria a ponto de se acharam melhores que os outros. O gaúcho tem que se integrar com os demais brasileiros, porque a sua formação populacional não difere em nada do resto, só em proporções de um elemento étnico em vantagem sobre outro. Mas a língua e a mestiçagem é a mesma. Assim, o respeito e a fraternidade devem prevalecer e o amor mais ainda ao país.

  • Felipe Simoes Pires diz: 9 de junho de 2009

    Muitos gaúchos sao arrogantes por acreditarem em bobagens que se ouve à exaustao, como que somos europeus ou que somos mais brasileiros que os outros.
    Somos, sim, diferentes. Um outro povo, uma outra cultura, uma outra história. Quem entende os motivos de ser separatista, entende que nao somos melhores e respeita a cultura dos outros. Mas a cultura brasileira nao é a nossa.
    Quando se acha que se é os únicos brasileiros genuínos, está na hora de admitir que nao somos brasileiros. Com orgulho

  • ligia gonçalves meirelles diz: 9 de junho de 2009

    sou gaucha com muita honra sim senhor,ausente por motivos alhios a minha vontade,casei-me com carioca e vim morar no RJ,sentia-me orfa de patria,sempre com triste e amada saudade, desta terra tao querida,o qual sempre me orgulhei e quando tentavam entabular qualquer conversa fazendo o gaucho tema principal das piadas eu perdia as estribeiras e lascava algumas farpas a moda gaucha e me e me retirava do recinto,visivilmente irritada e ofendida,esta meu torrao amado,hoje feliz retorno feliz.

  • luiz carlos pauli diz: 9 de junho de 2009

    Santana. Meu temor é esse. Zero Hora é lido em todo o país, quiçá, no mundo. As pessoas leem isso e concluem que queremos ser mais do que os demais brasileiros. Já estive em SP e Brasilia e, me disseram que Gaúcho todo se “acha”. Na minha opinião, matéria nesse sentido, nem deveria ser levantada. Infeliz do ministro Jobim que lascou essa frase de gaúcho.

  • Paulo Selbach diz: 9 de junho de 2009

    Amigo Paulo

    Sou Gaucho de Montenegro, nao acho que sejamos arrogantes e nem diferentes,acho que nos temos uma mistica,somos os defensores da Patria,protegendo a Naçao dos Argentinos,Uruguaios e Paraguaios.
    Moro em Fortaleza e acho os Cearences tao diferentes quanto os Gauchos.A diferenca, o RS foi Colonizado por Alemaes e Italianos,que vieram pra trabalhar na terra,por isso defendem a terra,enquanto a colonizacao no CE se deu por Portugueses e Libaneses.Grandes negociantes.
    sds
    paulo

  • Thiago Azeredo diz: 9 de junho de 2009

    Continuando.. Os assaltos a ônibus tem se intensificado pois a unica alternativa para voltar é o ônibus.
    A diretoria da TRENSUB não toma nenhuma iniciativa os grvistas estão se lixando para o população que DEPENDE do trem, para trabalhar, estudar e procurar emprego.
    Por favor, o senhor tem um espaço na midia grite aos diretores da trensub, ao metroviarios a ao governo federal que existem milhares de pessoas de bem sofrendo na região metropolitana por causa dessa GREVE. ALGUÉM NOS AJUDE!

  • Mario diz: 9 de junho de 2009

    SOU GAÚCHO…e acho o povo daqui, MAL EDUCADO, EGONCENTRICO E BAIRRISTA…GAUCHO É DESCENDENTE de Alemao, Italiano e outros…muitas raças que fizeram o mal no passado ou até hj.

  • Beto Terra diz: 10 de junho de 2009

    Santana, talvez por termos sido u último estado a entrar no mapa do brasil e assim mesmo através de força armada e talvez por várias vezes termos nos rebelado a essa união forçada a que fomos submetidos, talvez por isso nos rotulem como arrogantes, mas na verdade somos sim um povo totalmentwe independente do resto do brasil, por vezes me vejo mais no povo uruguaio que propriamente no povo brasileiro.
    Sou GAÚCHO e isso me basta, acredito na nossa libertação e nos desmanear dessa união forçada.

  • Cristian de Sales Dambros diz: 10 de junho de 2009

    Sou gaúcho, mas moro em Manaus. Sempre gostei do meu estado, mas nunca como agora. Aqui, tenho vários amigos, gaúchos e não gaúchos, e vejo claramente a diferença entre sentir orgulho e ser arrogante e digo que o gaúcho é muito orgulhoso do seu estado. Acho que os demais brasileiros deveriam tentar despertar o mesmo sentimento que nós temos pelo RS pelo seus estados e país. Tb acho q muitos gaúchos n sabem o quanto gostam de seu estado porque nunca viveram fora do estado.

  • Aldo Renato Soares diz: 9 de junho de 2009

    Deve ser orgulho do passado, por supuesto… Seria bom pensar, e principalmente agir, pensando no futuro….

  • Noemir Felipetto diz: 9 de junho de 2009

    Caro Santana, vim com meus pais para o Mato Grosso do Sul ainda bebê (década de 70), mas a cada dia que passa me sinto mais gaúcho, mesmo morando em outro estado. Não consigo traduzir em palavras o que sinto, mas digo que ser gaúcho é muito bom, e vejo isso aqui de longe, pois minha família (pais e irmãos) e agora meus filhos temos uma grande afinidade com as coisas daí, a começar pelo time de futebol (Grêmio, chimarrão, churrasco, CTG), nossas tradições… e assim por diante.

  • elio diz: 9 de junho de 2009

    Somos diferentes até para recebera ajuda do governo federal para amenizar os efeitos da seca no estado, apena 20 milhões ou alguma coisinha a mais. Somos discriminados , por isso, tenho orgulho de ser gaúcho e diferente dos demais brasileiros. Os nordestinos, por exemplo, gostam de serem chamados de “nordestinos”porque eles não tem amor pelo estado em que nascem. Eu jamais aceitaria de ser chamado de sulista.

  • Karla diz: 9 de junho de 2009

    Gaucho é orgulhoso sim. E arrogante também.
    Até os comerciantes daqui são arrogantes, principalmente os portugueses. Se fores comprar uma caixa de fosforo por exemplo até viram a cara. Claro que não são todos, mas a grande maioria.Povo arrogante ao extremo!!

  • Rafael Coelho Leal diz: 9 de junho de 2009

    E este orgulho se justifica certamente, Sr. Paulo Santana. Afinal, somos a primeira economia do país, Estado mais desenvolvido,com o maior volume de exportações, mais seguro, estradas integralmente duplicadas, menor taxa de analfabetismo, com sua capital totalmente iluminada, limpa, segura, com um trânsito organizado e perfeito. Também justifica-se o orgulho pois recebemos o maior numero de turistas, somos cosmopolitas, e prefeitos. Santana, sai da aldeia e vai dar uma volta pelo Brasil! Ferias!

  • Beto Terra diz: 15 de junho de 2009

    RODRIGO R. Porque tu não vai para São paulo te junta aos santistas já que achas POA e o RS tão atrasados e falando em enrustidos o grande desfile deles foi ontem, se já estivesse por lá poderias ter participado daquela modernidade toda.

    Aprende amar tua terra rapaz e brigue por ela com toda tua força. Seja gaúcho e tenha orgulho disso.
    Viva o SEPARATISMO !!! Viva o Rio Grande!!!
    Quem é gaúcho de verdade sente orgulho dessa patria RS.

  • Matheus diz: 15 de junho de 2009

    É que o Fábio de Ivoti deve ser servidor público federal !! Por isso ele repudia o separatismo! hehehe E deve trabalhar no Banco do Brasil ainda por cima, nao duvidem!! Mas calma meu amigo, a República Rio-Grandense não deixaria ninguém na mão, teu emprego ta “agarantchido”, como gostam de falar os cassetas do brasil q tu tanto admiras!!

  • jeferson lopes diz: 10 de junho de 2009

    santana!nos gauchos somos diferentes sim!nunca aceitaremos cabresto de ninguem!!!porque os outros falam tanto de nos???isto me cheira a inveja!!!santana ja viste nosso desfile farroupilha?olha o ardor,o amor a dedicacao!muito mais q no tal desfile da patria!somos um povo unico e nunca vao matar meus avos pra ficar de bem com os netos!RSLIVRE JÁ!!! http://WWW.RIOGRANDELIVRE.ORG

  • Daniel Gonçalves Ferreira diz: 14 de junho de 2009

    Primeiramente, acho que o Fábio deveria se mudar para Criciúma e morar com o Emerson e formar um par de imbecis. Não sabem o que é o verdadeiro gaúcho. Não sabem ser gaúchos. Não têm a fibra do gaúcho. Não são gaúchos.

  • Gustavo diz: 10 de junho de 2009

    Isto é o obvio, a propria historia do gaucho é distinta da do brasil. Agora o que falta é dar o que é de direito a um povo, um estado. Quero meu Rio Grande independente, livre e prospero. Sem essa politica viciada e corrupta de brasilia. Alias, o que o brasil nos oferece?

  • Gustavo diz: 12 de junho de 2009

    Caro Fabio de Ivoti, como podes afirmar que o Rio Grande não sobreviveria sem o brasil se anualmente o gov federal leva R$ 22bi em impostos e “investe” apenas R$ 9bi?? Além de nos impor a maior carga tributaria DO MUNDO. E se o RS é tão ou mais corrupto que o br não é por causa da moral, mas sim por esta constituição feita especialmente para propiciar a corrupção. E se virassemos um Uruguay, compare os numeros, IDH: UY 0,859 (posição mundial: 47º), BR 0,807 (posição mundial: 70º).

  • Gustavo diz: 12 de junho de 2009

    “Certamente serei censurado por esta forma de orgulho. Mas se tiverem que me censurar por alguma coisa, que me censurem pelo orgulho” – Antonio de Souza Neto, 1836.

  • ramao macki diz: 9 de junho de 2009

    …Realmente isso é verdade. Sou militar, sempre estou trabalhando em Estados diferentes e ja residi em mais de 8 Estados e o gaúcho se destaca dos demais por tudo: educação, valores, tradição, e principalmente, ORGULHO DE SER GAUCHO!!!!

  • Tche Voni diz: 16 de junho de 2009

    A revolução pela liberdade do povo Gaúcho apenas começou em 1835 e estará de pé passificamente até o ultimo verdadeiro Gaúcho!
    RS Livre, basta ser gaúcho, ser gaúcho nos basta!
    Parabéns pelo aniversário Grande Santana!

  • jeferson p lopes diz: 14 de junho de 2009

    SANTANA!!! O GAUCHO NAO E DIFERENTE, É ÚNICO!!!!!!!!!!! VIVA O RIO GRANDE DO SUL!!
    POVO SEM IDENTIDADE VIVE DE BAIXO DA BOTA!!!
    rslivre já!!!

  • Antonio diz: 9 de junho de 2009

    Minha segunda tentativa em tentar ajudar (sic) com a matéria desta coluna, penso que nao sou bem aceito, mas tudo bem, ainda faco mais esta tentativa. Porque nao somos nem melhores e nem piores que o resto pais, possivelmenmte até piores, vide matéria de ZH:
    “Ato cruel mata cão Alegria.
    O animal era um dos personagens mais queridos do campus”

    Sem palavras …

  • JOÃO diz: 9 de junho de 2009

    Claro que nós Gaúchos somos diferentes do resto do pais.Temos orgulho e temos do que ter orgulho,não é mania de grandeza.Pois quando Caminha escreveu para o rei de Portugal parecia que ele falava do Rio grande em que nessa terra plantando tudo dá.Dá pecuária dá industria de ponta dá tecnologia dá clima europeu dá melhor qualidade de vida dá presidente do Brasil dá miss universo dá poeta dá cantor dá intelectual dá escritor dá dois times Campeões do Mundo no futebol e por aí vai.

  • Beto Terra diz: 15 de junho de 2009

    Saudações separatistas ao aniversário do Paulo santana.

    Parabéns e muitos anos de vida !!!!!

  • Silvano Joél Modinger diz: 9 de junho de 2009

    Santana o Luciano do Vale da emisora Bandeirantes também fez um comentário desses na rede local de SP, dizendo até que os gaúchos não são merecedores de receber a copa, pois eles dizem q são gauchos e não brasileiros.
    Isso fica claro q fora do Rio Grande, somos visto assim, eles dizem ” o gaúcho quer ser melhor do que os outros, eu estou sempre viajando a trabalho para SP e isso é verdade, quando eles me falam isso eu digo: é verdade somos muito melhores do que vocês em tudo.
    RSLIVRE

  • Volnir Santos diz: 9 de junho de 2009

    Que fique bem claro: NÃO PREGAMOS SEPARATISMO DE RAÇAS… ISSO É CRIME, É NOJENTO!… E ABOMINÁVEL!!! NÓS PREGAMOS APENAS QUE TODO POVO, CULTURALMENTE HOMOGÊNEO COMO O GAÚCHO, TEM O DIREITO DE SE AUTODETERMINAR!!! Nós, gaúchos, não somos melhores nem piores que outros povos do Brasil, da América ou do mundo… Somos apenas ÚNICOS! E isso é o suficiente para queremos nossa independência! Frase de um amigo meu!

  • Luiz diz: 9 de junho de 2009

    antes Gaúcho, depois Brasileiro…

  • Thales Toledo diz: 10 de junho de 2009

    Sim, o povo daqui é arrogante por demais.

  • Felipe diz: 9 de junho de 2009

    O gaúho e assim, porque não cabreisteia pra qualquer um, tem fibra, e o melhor de tudo, descarta valores tupiniquins, como aquels que são os mais “apreciados” pelos estrangeiros. Se somos diferentes, e não gostamos de ser reconhecidos por esses valores (samba, bunda, caipirinha,…), se não temos nada a ver com o país, então, deveria-mos ter o nosso proprio país.

  • Ortunho diz: 9 de junho de 2009

    A colonização fundamentalmente européia -portuguesa, alemão, italiana – e a pouca presença de sangue negro entre nós, quando comparada com outros estados brasieliros mais próximos do equador, dá aos gaúchos um comportamento europeu, mais fechado e mais sisudo que o comportamento dos demais brasileiros. É isso que faz com que os outros nos julgem arrogantes, e não um suposto “amor ao estado”. Alíás Boa Terra, Cidade Maravilhosa, São Paulo Terra Boa, nunca foram razões para julgamento semelhante.

  • Alex diz: 9 de junho de 2009

    Estive recentemente em Recife-PE e vi um povo muito mal educado, não tem aquela hospitalidade gaucha, discriminam o povo gaucho, fiquei muito revoltado com aquele povinho, nunca mais volto em Recife!

  • Guilherme FR diz: 9 de junho de 2009

    Acredito que nós gaúcho somos muito bairistas. Isso prejudica nossa relação com os outros estados do nosso país. Basta ver a atual situação financeira do estado e a crise politica que vivemos. Muitos gaúchos esquecem que somos todos brasileiros, lembram disso apenas na copa. Não temos nada a ganhar com este “orgulho” que cega a realidade. Se somos guerreiros deveriamos lutar para sair dessa situação, e não ficar com o nariz impinado dizendo “eu sou gaúcho” de braços cruzados.

  • PEDRO GIRARDI diz: 9 de junho de 2009

    o povo do rio grande do sul, tem motivos para se orgulhar de suas raizes,,,quantas guerras,,,tem tradição,,,,tem futebol,,,tem mulher bonita,,,tem sua musica regional,,,,é um povo trabalhador,,,se isso é ser diferente????sim somos diferentes com muito orgulho sim senhor.

  • Daniel Gonçalves Ferreira diz: 14 de junho de 2009

    Primeiramente, acho que o Fábio deveria se mudar para Criciúma e morar com o Emerson e formar um par de imbecis. Eles não sabem o que é o verdadeiro gaúcho. Não sabem ser gaúchos. Não têm a fibra do gaúcho. Não são gaúchos.

  • nelson L diz: 9 de junho de 2009

    Orgulhoso de que mesmo??? Ah: de ser o maior exportador de mão de obra qualificada e de mulher bonita do pais………

  • LUIS CELSO BAZZANELLA diz: 9 de junho de 2009

    O Gaúcho é muito diferente mesmo!Em tudo, fala,comida,roupas e tradições. Com esta mistura de Raças Europeias,indios,Sul Americanos e Africanos nasceu este gaúcho que adora desbravar estas terras desse mundo para levantar esse progresso onde estiver. Por isso é muito comentado e as vezes odiado pelas atitudes que toma.

  • Fábio diz: 11 de junho de 2009

    Um dos “símbolos” da enorme arrogância é a ideia IDIOTA de separatismo. Como se o nosso medíocre estado pudesse se manter. Estaríamos em situação mais desfavorável do que o Uruguay. Se ocorresse esta besteira, o Brasil tiraria de nós tudo que fosse do Brasil: as forças militares, todos os bancos públicos, todos os órgãos como Correios, Trensurb, etc. Iríamos regridir no mínimo 50 anos. O RS é tão (ou mais)corrupto que o resto do Brasil, por isso, esqueçam esta “moralzinha” que não existe.

  • jeferson p lopes diz: 11 de junho de 2009

    VIVA O RIO GRANDE DO SUL!!!VIVA O PAIS DOS GAUCHOS!!! LEVANTA MEU POVO,LEVANDA PARA UM FUTURO DE MAIS GLORIAS! RS LIVRE JÁ!! http://WWW.RIOGRANDELIVRE.ORG

  • joao marcelo de oliveira batista diz: 9 de junho de 2009

    o orgulho que tinhamos agora virou vergonha,pois com este governo corrupto e está imprensa comprada. que orgulho vamos ter!!!! tá de brincadeira né santana!!

  • Fábio diz: 9 de junho de 2009

    Está parcialmente correto. Mas com certeza o gaúcho deixou de ser alguém “guerreiro, valente e corajoso”. Foi-se a época quando nos indignávamos com os desmandos e corrupções; quando tínhamos nomes como Oswaldo Aranha, Getúlio Vargas, Brizola, Jango. Atualmente aceitamos passivamente a corrupção “legalizada” instituída no Governo do Estado. Cada dia sinto menos orgulho de ser gaúcho. Quando procuramos parecer melhores do que somos, caimos no perigo de sermos consideramos ARROGANTES.

  • Rodrigo R. diz: 14 de junho de 2009

    Aos separatistas, inclusive os enrustidos, que vejo aos montes: Que o Rio Grande do Sul se separe mesmo; seria um vagão letárgico, pesado, racista e falido a menos para a locomotiva São Paulo puxar. Vão balançar o rabo para os argentinos, para os quais pagam pau e recebem desprezo de volta. No RS, dor de cotovelo pura é chamada de “orgulho pelas coisas da terra”. Pfff. Porto Alegre é a capital latina da estagnação; se não fosse a Copa do Mundo, teria a mesma cara daqui há 90 anos. Sabem disso.

  • Thiago Azeredo diz: 9 de junho de 2009

    Olá Paulo Santana, meu comentário não é acerca desta matéria, mas é uma forma de buscar uma solução para um problema real vivenciado por um número significativo da população da região metropolitana: A GREVE DOS METROVIÁRIOS.
    A questão é que o trabalhador de bem está sofrendo com essa paralização, o trabalhador é o maior prejudicado pois recebe mensalmente o passe do empregador sofre um desconto em folha, e agora fica com o bilhete na mão.

  • Mauricio diz: 9 de junho de 2009

    concertesa sant`ana, somos diferentes, por termos cultura e valores que nao se perde no tempo. Amor pelo nosso rio grande pasado de pai para filho, é algo que dexa as pessoas de outros estados de boca aberta. E outra, ja ouvi dize que o povo mais educado é o povo gaucho.

  • Ana Panazzolo diz: 13 de junho de 2009

    Amei o que o Santana escreveu e digo: – Sou gaúcha, colorada e depois brasileira.
    Sou casada e moramos na Europa a dois anos e meio e quando viemos para cá trouxemos a bandeira do RS e esses dias uma amiga paulista me deu uma bandeira do BR. Agradeci e disse que eu não tinha a bandeira brasileira e sim a bandeira do RS. Todos riram e acharam engraçado uma brasiliera não ter a bandeira do seu país e sim a do estado que ninguém conhece. Eu disse a eles que gaúcho antes de ser brasiliero é GAÚCHO!

  • Marcelo Bernardes diz: 9 de junho de 2009

    Realmente, trata-se de um fenômeno raro no Brasil, quiça no mundo. Mas entre o orgulho excerbado (e justificado) que temos nós gauchos e a arrogância, vista pelos olhos dos demais, existe uma linha tênue. Cabe a nós um cuidado especial para que não ultrapassemos esse limite. Mas se quereis vós achar que somos arrogantes, melhor assim, pois então separaremos o joio do trigo. E “sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”…

  • Beto Terra diz: 12 de junho de 2009

    Pois é Fabio de Ivoti é por pessoas como tu cruzarem os braços e não gritarem contra os abusos do governo centralizador que o RS continua sofrendo com o sistema oligárquico do brasil. E não adianta dizer pra votar certo, porque o sistema já vem errado das raízes partidárias.
    E quando elegemos alguém de boa vontade esse pouco pode fazer contra o sistema centralizador.
    EU ACREDITO NO SEPARATISMO !!!!
    VIVA A REPÚBLICA RIO GRANDENSE….

  • RODRIGO IMORTAL diz: 9 de junho de 2009

    inacreditavel que um homem publico falou isso do nosso povo gaucho, amamos nossa terra tentamos torna-la a melhor moradia para nossos decendentes e a nova geração, e vem um ladrão fala isso do nosso povo amado e guerrero, europa brasileria, é brincadera é por isso que deviamos ser um país e não um estado.

  • Camila diz: 9 de junho de 2009

    Gaúcho é arrogante, sim! Não sabe brincar com sua condição, não ri das piadas que os outros fazem sobre ele, considera-se mais inteligente, mais politizado, melhor, superior aos outros brasileiros. Não tenho orgulho de ser gaúcha, como não tenho orgulho de ser brasileira. Ter nascido em determinado lugar não me determina como pessoa, não define minha personalidade… Gaúcho é igual a todo mundo!

  • Marcelo diz: 9 de junho de 2009

    Eu como gaúcho tenho a dizer que o nosso povo é tão orgulhoso que chega a ser burro… ser orgulhoso de suas tradições é uma coisa, agora ser orgulhoso a ponto de achar que é melhor que os outros é burrisse. O resultado disso é um Estado quebrado, falido, e com uma política de cabo de força, em que cada um puxa pra um lado e não saímos do mesmo lugar há anos.

  • Fabiane Viegas diz: 10 de junho de 2009

    Esse tipo de impressão acontece devido aos prejuízos que temos em fazer parte de um povo totalmente diferente de nós. Diferente não no sentido de sermos melhores, mas sim de diferente mesmo, outra cultura, outro pensamento, outros ideais, outra história, outro sistema que mereceria ter sua própria política e autonomia.
    Sim, queremos a separação! Não queremos diminuir os brasileiros, apenas melhorar a nossa terra e cuidar dela com nossas próprias mãos!
    Não me sinto brasileira, me sinto gaúcha!

  • Juliana diz: 9 de junho de 2009

    Somos tão orgulhosos de nossa condição de gaúchos quanto qquer outro brasileiro de outros estados. Apenas os demais não tem a necessidade de bater no peito reafirmando isto a toda hora e não se acham os eternamente `perseguidos` e injustiçados`. Escrevo isto com conhecimento de causa, pois sou gaúcha, tenho vínculos muito fortes com o meu estado, mas já morei e outros lugares que me possibilitaram ver que não estamos no centro do mundo.

  • márcio souza diz: 10 de junho de 2009

    A frase completa do Papa foi: “se Deus é brasileiro, o Papa é gaúcho”. Mas no Rio ele disse que era carioca. Aí larguei o Papa..

  • Simone Luft diz: 9 de junho de 2009

    É um orgulho que temos e que deve ser preservado, mas com o cuidado necessário pra não exagerar. Exageros de alguns gaúchos torcedores de Grêmio e Inter, principalmente quando na mídia, e de alguns locutores esportivos, é que nos fazem parecer arrogantes frente ao resto do povo brasileiro!

  • Felipe Marangoni diz: 9 de junho de 2009

    Sou gaúcho, de volta ao estado depois de sete anos morando fora, e posso dizer que o gaúcho não só é arrogante, como também mal educado. O gaúcho se acha a “bolacha mais recheada do pacote”.

  • Joana diz: 9 de junho de 2009

    As diferenças vão muito além de ter orgulho do RGS. Moro em Campinas/SP e sofro muito com a falta do povo gaúcho. Para teres uma idéia moro num bairro de classe média alta e a falta de educação é tremenda, raros são os que no elevador se cumprimentam ou dizem obrigado por ter segurado a porta. No supermercado os funcionários não sabem dizer se uma abóbora é para sopa ou para doce; eles nunca sabem nada. Já não pergunto mais nada. No trabalho há competição do mais esperto, não se pode vacilar ..

  • zeca pinto diz: 9 de junho de 2009

    Paulo

    Buenas. Eu moro em São Paulo há mais de trinta anos. Quando cheguei aqui um paulista disse-me o seguinte: “Vocês gaúchos são brasileiros por opção”.
    Eu nasci na fornteira com o Uruguai, creio que nós fronteiriços temos o sentimento de nativismo um pouco maior do que os demais.
    Por aqui, só de brinadeira, eu falo para os meus amigos, paulistas, nordestinos, cariocas, mineiros, entre outros.
    “Eu não gosto de dizer que eu sou gaúcho para não causar inveja”.
    Abraços

  • Carlos/Porto Alegre diz: 9 de junho de 2009

    Concordo que,como povo,dentre os brasileiros,nós gaúchos somos diferentes.Somos sim,orgulhosos de nossa condição de sermos brasileiros por escolha.Não fosse esssa escolha e as lutas para mantê-la,hoje estariamos falando español,como parte de algum dos países vizinhos.Então,não me agradou o termo usado pelo ministro para nos caracterizar:ARROGANTE.Ele sim se mostra arrogante em tudo,especialmente na fala e esquema corporal.Mas isso é da personalidade dele.Nós,somos ORGULHOSOS de sermos gaúchos.

  • Carlos diz: 9 de junho de 2009

    Eu nasci no Rio Grande do Sul, mas por essas e outras eu dispenso o título de ser gaúcho, eu prefiro ser chamado de Sul Rio Grandense, amo meu estado sim, especialmente a região do centrosserra aonde nasci, agora ter que aguentar os meus patrícios com suas arrogêancias, prepotências, e uma soberba de dar inveja a qualquer Imperador Romano é demais, e digo mais, hoje alguns “gaúchos” querem o separatismo, amanhã quem vai querer o desmembramento vai ser o Brasil, pois o pessoal já tá de saco cheio

  • Emerson O. Fornari diz: 11 de junho de 2009

    Com tanta soberba e arrogância daqui a pouco o Brasil é que vai implorar para se separar do RS. Tirando o Grêmio, nada mais me encanta no RS. Na verdade o Brasil é que está de saco cheio com o RS, sempre na contra-mão o soldado do passo errado. Só se vê de fato o que é o gaúcho depois que se vai viver fora dele.

  • Ana Panazzolo diz: 13 de junho de 2009

    Para o nosso instruidíssimo “amigo” de Ivoti, existem países muito menores que o RS que são riquíssimos como Luxemburgo, Liechtenstein, San Marino, Malta, Monaco entre outros.
    O RS tem grande potencialidade política e econômica para ser uma nação forte, rica e próspera.
    Realmente concordo com o amigo de Soledade que mora em Manaus, quando saímos do nosso estado conseguimos realmente ver o orgulho do do gaúcho se difere ao sentimentos das pessoas de outras regiões do Brasil.

  • joel passos moraes diz: 9 de junho de 2009

    ola. nao somos arrogante. somos um povo de muita luta e nao eceitamos certas palhaçadas que envolve esse país. um país tao maravilhoso e uma enorme desigualdade social corrupçao onde so vai para a prisao ladrao de galinhas.o dinheiro publico e do povo e nao de um bando de corrupto. acho que falta o envolvimento de todo o povo brasileiro o povo nao sabe a força que tem. o que a gente faz quando alguem rouba nosso dinheiro? nada. pense nisso. vamos nos unir e limpar esse belo país. ou nao?

  • Jhonatan diz: 9 de junho de 2009


    A República Riograndense (como está escrito na nossa bandeira) é uma pátria muy respeitável a quem devemos honra e gratidão pelas origens e cultura.
    O gaúcho tradicionalista e moderno, segue no processo lento mas seguro de gauchificação e liberdade!
    “… povo que não tem virtude, acaba por ser escravo…” !!!

  • Marcelo Bernardes diz: 9 de junho de 2009

    Sou Gremista de coração,com um orgulho que beira a sandice.Mas se eu estiver longe do meu pampa e avistar um colorado, ficarei feliz em cumprimentá-lo, pois sei que ali tenho um aliado.Orgulhoso de ser gaúcho,sei que ele se sentirá respeitado.E se o Jobim se sente arrogante,que leve esse sentimento pra longe de seus conterrâneos.Pois aqui existe um povo que trabalha,cultua suas raízes e se orgulha de resistir ao “cabresto”.E aqueles que se rendem ao poder,por favor,não digam que são gaúchos…

  • laura caroline fereira diz: 10 de junho de 2009

    bom para começar, aí que eu me refiro!!!
    precisamos levantar a moral dos gauchos guascas!!! e muito bem falado, defendo com unhas e dentes nossas tradições, nossa história marcada por ideias, cheia de grandes nomes.
    viva o rio grande taura véio!!!!!!!

  • Antonio diz: 9 de junho de 2009

    Tudo bem, orgulho até pode ajudar no super-ego, mas daí nos acharmos que somos melhor do que o resto do país já é falta de inteligencia, infelizmente é o que acontece, o que só nos prejudica em todos os sentidos, até naquelas piadinhas dos progamas humorísticos da global. Vivi por muitos anos no centro do país.
    Afinal, orgulho do que ?

  • Emerson O. Fornari diz: 9 de junho de 2009

    Sim, o gaúcho é diferente, acredita ser Argentino(o falta de ambição na vida), ainda vive em 1960, a maioria é marxista(isto ainda existe), só no RS, claro. É valente? ou é bravateiro, transporta um boi e afirma que transportou uma boiada, vive do passado e glórias e supostas glórias que não existem mais e se acha a última coca-cola do deserto quando na verdade a cada dia o RS mais pobre e atrasado se torna o último Estado do Brasil. Realmente, o gaúcho é bem diferente.

  • João Horácio Borges diz: 9 de junho de 2009

    Esse orgulho muitas vezes se manifesta como um ranço tipo o dos Argentinos, que se consideram melhores que os demais. Muitas vezes principalmente em relação ao norte e nordeste existe um tipo de preconceito, não entedemos e não respeitamos as tradições e os costumes de outras regiões e achamos que somos mais brasileiros que os demais. Falo isso por já ter convivido por bom tempo fora do nosso estado. Acho ainda que essse tipo de comportamento em nada contribui para a valorização de nosso povo.

  • Matheus diz: 9 de junho de 2009

    Não somos arrogantes! Somos orgulhosos sim! Somos patriotas e nos unimos quando é necessário pelo bem do Rio Grande. Amamos esta terra e louvamos à nosso Senhor por ela! Seja em músicas, seja na mantença das nossas tradições.. sempre exaltamos nosso amor à nossa condição existencial. Eu me sinto gaúcho, e não brasileiro! E isso não é só por questão política, ou cultural.. é um sentimento indizível que me faz sentir parte de um todo.. me sinto pertencente à uma nação! Quebra-costelas à todos!

  • Alexandre Teixeira Rodrigues diz: 10 de junho de 2009

    Existe muita gente orgulhosa no nosso estado mas também existem muitos que deveriam ter nascido na $%¨&*@… e não dentro de um estado como o nosso com tanta história e tradição.
    Pois nasceram aqui, cresceram aqui, comem e dormem sobre esse chão e não sabem nem o porque são chamados de gaúchos se ser gaucho é ser orgulhos e se ter orgulho é ser visto como arrogante que assim seja que me importa, nasci cresci e se deus ajudar vou morrer loco e bem gaúcho.

  • Jhonatan diz: 9 de junho de 2009

    Na minha opinião o Exc. Ministro equivocou-se. O povo gaúcho tem Orgulho sim, mas sem arrogância e sentimento de superioridade. O Rio Grande do Sul é diferente dos outros estados e, conscientes disso, com suas posições firmes, inclusive por conta da defesa do separatismo, os gaúchos terminam sendo mal interpretados, as vezes, até mesmo por seu próprio povo.

    … continua

  • DANIEL BERNARDES diz: 9 de junho de 2009

    E ai Santana,nao gostou da lista de pessoas “diferentes”, nascidas ou criadas no Rio Grande amado? Mas ainda faltou dizer que “somos tao diferente” dos outros “brasileiros”, nascidos em outras unidades da federaçao, que o Gov e, os cidadaos, do Rio Grande, oferecem incentivos para as fumageiras, ao contrario de Minas e, ainda assim arrecadam menos impostos e patrocinam menos empregos. Isto sim é que podemos chamar de “povo” inteligente, politisado, culto, eivado de tradiçoes, etc…

  • Carlos diz: 9 de junho de 2009

    Em referência ao tópico do gaúcho ser diferente ao resto dos brasileiros, concordo plenamente, pois viajando pelo Brasil, vemos que é o único povo que leva junto suas tradições como o chimarrão e encontra um CTG em qualquer rincão deste imenso país e em outros países no mundo inteiro. O gaúcho demonstra seu orgulho nos jogos de futebol onde ele sempre canta o hino riograndense. Enfim o Rio Grande do Sul é quase um país dentro de outro país, mas tem muito orgulho de ser um dos estados do Brasil.

  • jeferson p lopes diz: 14 de junho de 2009

    VIVA MEU PAÍS! VIVA O PAMPA!! VIVA MEU RIO GRANDE DO SUL!!!!! O PAÍS DOS GAÚCHOS!!!
    http://WWW.RIOGRANDELIVRE.ORG

  • Rodrigo R. diz: 14 de junho de 2009

    Sabe, esse orgulho todo não combina com a tietagem à Seleção Brasileira que vejo sempre que eles vêm jogar aqui. A cidade pára, ao ponto da CBF pensar em jogar mais vezes aqui, fugindo de lugares realmente exigentes como BH, Rio e São Paulo. Nem precisa ser a seleção: qualquer ator da Globo que chega ao Salgado Filho já causa furor. O que vejo, portanto, é um “provincianismo-dor-de-cotovelo”, um bairrismo frágil, que facilmente é deixado de lado em favor do embasbacamento pelas coisas de fora.

  • Alex diz: 9 de junho de 2009

    Santana, que sirva de lição. Adoramos chamar os Argentinos de arrogantes e coisas do genero, pois se orgulham de seu povo, seu pais (em decadencia), sua historia e até de seu futebol. Nós não somos a mesma coisa com nosso estado (tambem decadente)? É ruim quando pisam em nosso calo… é preciso, no mínimo, refletir.

  • Leandro diz: 11 de junho de 2009

    quem ja saiu do estado e conviveu com outros brasileiros sabe o quanto somos odiados. os paulistas gostam menos de gauchos do que de cariocas. ja viajei e conheci brasileiros de todos estados.chamam os gauchos de viado e as gauchas de prostitutas. ateh hj nao consigo entender como existem gauchos q conseguem viver em outros estados sofrendo tamanha discriminacao.eu realmente nao consigo entender de onde vem tanta raiva. quando eu pergunto eles dizem q nos achamos melhores

  • elias diz: 9 de junho de 2009

    SIM … QUALIDADES QUE SAO A CARA DO TIME AZUL QUE OS PAMPAS TEM. AH O OESTE CATARINENSE TMB EH GAUCHO. POR EX EU SOU OESTINO CATARINENSE FILHO DE PAI E MAE NASCIDOS NO RIO GRANDE.

  • Tche Voni diz: 9 de junho de 2009

    Exatamente! Não somos braZileiros e nunca fomos!
    Queremos nossa idependência politica, econômica, cultural!
    RS Livre já, Basta ser Gaúcho, ser Gaúcho nos basta!
    Viva nossa eterna República Rio Grandense!

  • antonio fedrizzi diz: 9 de junho de 2009

    O Gaúcho é tão diferente que até quando um governo corrupto do RS compra sua casa com dinheiro dos outros, o tal governo não é gaúcho.

  • jeferson p lopes diz: 18 de junho de 2009

    parabens santana pelo aniversario!!! santana pq tu nao chamas o pessoal do RSLIVRE para uma prosa buena no jornal do almoco??? seria interessante para mostrarmos a nossa ideia!!!VIVA NOSSO RIO GRANDE DO SUL!!!

  • Daniela diz: 10 de abril de 2014

    Hola, ingreso por que leí comentarios que involucran a mi país con intención de agraviar a la gente de Rio Grande do Sul, con una intención insidiosa. Veo que dicen “son arrogantes como los argentinos” o “quieren parecerse a los argentinos”. Ante todo quiero afirmar que RGS es un rico y prospero estado, con una rica historia, cultura y tradiciones; su pueblo es orgulloso de las mismas y de los valores que tienen, tienen un nivel de educación alto, y el IDH mas alto de Brasil.
    Es agraviante atacar a esa gente por el conocido motivo de que RGS, Argentina y Uruguay compartimos una composición poblacional y una esencia cultural muy similar y por mas particular; una especie de hermandad en muchos valores, tradiciones, en fin cultura, que pueden decirse sin duda que va desde allí y hasta Tierra del Fuego , y que mucha gente del resto de Brasil no comprende (que no debería molestar a nadie, que no pone en riesgo nacionalidades, ni traiciones, ni fronteras, ni ninguna otra bobada elevada al cubo) . La esencia y elementos culturales que tenemos en común, no es culpa de ninguno de los 3 estados, se da por razones históricas, humanas, geografía, geopoliticas etc. ( hasta RGS es componente del Cono Sur). No es arrogancia, no, el hecho de sentir orgullo y pertenencia a su tierra, es una virtud. En fin, a ellos le sobra personalidad y temperamento e historia, y Rio Grande do Sul, es Rio Grande do Sul, no es Uruguay, ni Argentina, pero con esencias humanas y culturales que trasciende profundamente a los países del sur, donde el principal icono compartido es ese guerrero de la libertad, y de los hermosos valores que tiene la Libertad, que fue el gaucho. Difícil debe ser comprender para el mas radical de otros estados brasileños, pero trato de ilustrar con este ejemplo: todos los años, en diferentes lugares de RGS, Argentina, y Uruguay, en grandes festivales se reúnen gauchos de esos estados a celebrar su rica cultura, historia y tradición; en paz, sin ofender a nadie y sin faltarle el respeto a culturas diferentes a la de ellos.

Envie seu Comentário