Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Deu a lógica

18 de fevereiro de 2010 3

Não foi difícil prever que a Unidos da Tijuca (título desta coluna ontem) seria a campeã do Carnaval carioca.

Quando se soube que a Tijuca se houvera bem em evolução, em fantasia, em enredo, em mestre-sala e porta-bandeira, em bateria, ficou-se sabendo que ela fora bem em tudo, ninguém poderia superá-la, nem a Grande Rio em modernidade, nem a Beija Flor, a Mangueira e a Vila Isabel em tradicionalidade.

*

Mas encharcando todos os espíritos de admiração estivera a comissão de frente da Tijuca: algo de beleza inenarrável. Beleza de ópera, de teatro, de ribalta, de circo, a magia do ilusionismo invadindo a avenida.

A impressão forte foi a da comissão de frente. Mas a pontuação de 299,9, apenas um décimo de desconto por parte de 50 jurados, demonstrou que a Unidos da Tijuca foi um sucesso inteiro, total, avassalador.

Mas existe sempre o perigo do que vai pelas cabeças dos jurados. E, por isso, no início da apuração, a Imperatriz Leopoldinense e a Mangueira saltaram na frente da Tijuca. Mais tarde, a apuração foi se ajeitando, os 10 sobre 10 foram sendo computados para a Tijuca. A Grande Rio, outra que impressionou, foi se acomodando no segundo lugar e encerrou-se a apuração consagrando a Tijuca.

*

Não tinha sido só a unanimidade do público, a quase unanimidade da imprensa a vaticinar a vitória da Tijuca. Faltava ainda a enigmática e imprevisível vontade dos jurados. E ela veio de forma arrasadora, de maneira folgada a Tijuca empolgou o júri e arrebatou a vitória indiscutível.

Não poderia ter sido outro o resultado. Em toda a parte que se fosse, ouvia-se no seio do povo a admiração pela proeza da comissão de frente da Tijuca. Era só do que se falava.

Aquela troca rápida e mágica dos vestidos das seis bailarinas, cinco trocas de roupa embasbacantes, seja debaixo da passagem do manto, seja dentro dos sacos, ali na frente do público e a desafiar a tecnologia da televisão a desvendar-lhe o segredo, foram instantes de estupenda beleza, nunca mais serão esquecidos como o maior show jamais proporcionado em todos os tempos no Carnaval brasileiro.

*

E tinha de ser no Rio de Janeiro. Se fosse em São Paulo, não teria a mesma legitimidade. Falta ao extraordinário Carnaval de São Paulo aquela originalidade, aquela autenticidade que sobra ao Rio de Janeiro como berço do Carnaval.

Paulo Barros, o carnavalesco da Tijuca, sucede, assim, a Joãozinho Trinta como o grande arquiteto modernista do carnaval de desfiles, sem dúvida que ele descobriu o “segredo” da planificação carnavalesca e nos próximos anos despontará como o grande revolucionário da avenida, a principal atração de tantas e tão grandes atrações que se espalham pela geografia do carnaval brasileiro.

*

Quem como eu já estava um pouco cansado da mesmice ficou empolgado com o desfile da Tijuca. A mesmice ficou cristalizada no desfile das outras Escolas, com exceção da Grande Rio.

Valeu. Jamais sairá da memória de todos aquela comissão de frente. E como nos outros itens todos a Tijuca foi melhor que as outras, jamais sairá da memória de todos que a Escola do Morro do Borel, despretensiosa e carregando tantos anos sem vitória, iria arrebatar o país inteiro com um espetáculo ímpar de mágica beleza.

Salve, Unidos da Tijuca!

*Texto publicado hoje na página 55 de Zero Hora

Comentários (3)

  • carlos augusto oliveira diz: 18 de fevereiro de 2010

    Santana:
    Concordo contigo. Jurados são imprevisíveis. Como pode um jurado, em Porto Alegre, dar um 10 no quesito evolução para a Império da Zona Norte. Estava bêbado? Dormindo? Foi um belo desfile, mas neste quesito foi onde a escola mais pecou.
    Outra jurada, deu 10 para quase todas as escolas(não me lembro o quesito!). Ora, que critério é esse? Ficar de bem com todos?
    Nosso carnaval, para evoluir mesmo, tem que ser mais atento nesses detalhes.
    Carlos

  • cesar rotta diz: 18 de fevereiro de 2010

    Ilustre santana com todo o respeito acho que já está na hora de tu romper esse silencio exacerbado que está fazendo diante da continuidade da imcompetencia dos dirigentes e da comissão tecnica do GREMIO.
    O Palmeiras já tomou providencias hoje,amanhã poderia =ser tarde,
    acho que o tecnico é inapropriado para o GREMIO, e o grupo de jogadores estão muito a quem das expectativas da torcida que não sabe o que é um titulo de verdade já faz muito tempo.
    Vejo o inter se preparando bem encaminhando contratações de fundamento e tem um tecnico ganhador, alem da direção ser muito competente é ganhadora ao contrario nós GREMISTAS NOS RESTA A ESPERANÇA DE MELHORA
    SOLICITO OBSEQUIOSAMENTE QUE TUA VOZ VENHA VOLTAR ALERTAR ESSA DIREÇÃO QUE DEVE TOMAR PROVIDENCIAS AGORA NO INICIO E NÃO DA METADE PARA FRENTE.
    Precisamos urgente de um xerifão para zaga de um articulador rapido e criativo e um atacante matador, alem é logico de um tecnico com a cara do GREMIO

  • nicolino antonio brun diz: 18 de fevereiro de 2010

    Paulo. É possível um jogador do Gremio, tendo um preparador fisico do nível do Paulo Paixao, sentir cãibras durante um jogo?

Envie seu Comentário