Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Mulheres na liderança

22 de maio de 2010 4

As mulheres tomaram conta completamente do mercado de trabalho.

Quando entrei em Zero Hora, 1971, 1972, havia só duas mulheres na Redação, a Gemma Generalli e a Núbia Silveira.

Hoje, a Redação está completamente tomada pelas mulheres, o setor administrativo também, no bar atendem mais mulheres do que homens, das dezenas de pessoas que prestam serviços de higiene e de limpeza, 90% são mulheres. Como 90% dos advogados da RBS são mulheres.

É mulher por tudo quanto é lado.

A taxa de desemprego no Brasil anda ao redor de 12%. Podem crer que todos os desempregados são homens. As mulheres tomam conta de todas as vagas.

Os dois lugares em que há mais mulheres no Rio Grande do Sul são a PUC e a RBS.

*

Frase de Jorge Fossati, treinador do Internacional, um minuto depois da classificação do Internacional contra o Estudiantes, dirigida à torcida colorada: “Espero que daqui a 10 anos vocês saibam reconhecer isso”.

É muito difícil guardar durante 10 anos a memória de uma derrota.

*

Não escapam entre as vítimas de assaltos nem os cadeirantes. O cadeirante que foi assaltado na Zona Sul na quarta-feira trazia a sua cadeira de rodas no banco de trás do carro que dirigia. “Mãos ao alto”, lá estava o cadeirante em poder dos três assaltantes, todos eles menores de idade.

Foram gentis os assaltantes: armaram a cadeira de rodas e colocaram o assaltante nela, deixando-o à beira da rua. E, quando o cadeirante pediu a eles a sua carteira de motorista, foi atendido.

Um tratamento excepcionalmente gentil a um deficiente. Levaram o carro dele, mas o crivaram de gentilezas.

Minutos depois, os três adolescentes foram apreendidos e o carro recuperado.

*

Não vai faltar o dia em que assaltarão o cadeirante na cadeira e roubarão a cadeira de rodas. Em breve, muito breve…

*

No Rio de Janeiro, esses dias, assaltaram uma mulher e levaram grande quantidade de dinheiro que ela tinha na carteira, dentro de uma delegacia…

*

O Dr. Luiz Gonçalves Pinto, cadeirante, manda reclamar dos imensos obstáculos físicos para deficientes, começando pelas vagas destinadas aos portadores de deficiência nos espaços de estacionamento, na maioria das vezes ocupadas por não deficientes.

Diz ele que a prefeitura de Porto Alegre tem um gabinete de acessibilidade, mas ele não tem poder de fiscalização.

Além disso, diz o deficiente, quem tem defeito físico depara com escadas e degraus inacessíveis na via pública, lixo nas calçadas, falta de banheiros adaptados.

Pede que tornem a cidade mais acessível aos deficientes físicos, que amam nossa Capital, mas sentem-se amassados por ela.

*

O coronel José Carlos Riccardi Guimarães, presidente do Conselho Deliberativo da Associação dos Oficiais da Brigada Militar, lança-se à eleição para a presidência da entidade, tendo como plataforma política de sua chapa, entre outros itens, o fortalecimento da carreira de nível superior, do capitão ao coronel, consolidando-a entre as demais carreiras jurídicas, e resgate salarial dos oficiais da Brigada Militar por meio do subsídio.

Comentários (4)

  • jorge diz: 22 de maio de 2010

    É dificil entender sua crítica para com o Fossati, que até o presente momento tem mostrado capacidade e profissionalismo e seus elogios a uma gangue que assalta um cadeirante. Desde quando um assaltante pratica um ato gentil.

  • Desmond diz: 22 de maio de 2010

    Existe uma sujeira, que ocorre em alguns lugares, principalmente no ramo de direito. Quando o empregador ou o entrevistador é homem, tende a dar preferência por mulheres, principalmente se forem atraentes, se é que me entende. Não estou desempregado, mas acho que a sorte de vários dos homens desempregados depende de as mulheres se tornarem mais empregadoras. haha

  • Gerson Ribeiro diz: 22 de maio de 2010

    Caro Paulo Santana!
    Não vai faltar carioca que reclame da sua manchete com relação ao assalto na delegacia,
    o fato ocorreu em Salto, Interior de São Paulo.

  • Sérgio Bärwinkel diz: 23 de maio de 2010

    Já aconteceu de roubarem cadeira de rodas. Era de alumínio e não perdoaram, virou pedra. Faz alguns anos. Foi ali no início da farrapos. Não lembro se saiu na ZH.

Envie seu Comentário