Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

É proibido beijar

24 de maio de 2013 0

Os restaurantes, mas principalmente os bares noturnos com música ao vivo, sofreram nos últimos tempos dois rudes golpes.

O primeiro foi quando proibiram fumar. Como se sabe, os boêmios e os que cultivam alma noturna gostam de fumar.

O segundo golpe foi a Lei Seca para os motoristas, como é que uma pessoa vai beber num bar ou restaurante se depois não pode dirigir?

Ambas as leis são justas e adequadas, mas elas feriram quase que de morte os bares noturnos, para tristeza de seus proprietários e frequentadores, que os viram esvaziar-se.

***

É um tempo de proibições. Não faz muito, um shopping de Porto Alegre proibiu os casais de se beijarem no interior das lojas e também nos corredores.

Ficou interessante: quem quisesse se beijar ou fumar tinha de sair lá para a rua.

Será que um casal se beijando dentro de um shopping comete atentado ao pudor?

Eu confesso que beijos de boca insistentes e acintosos entre casais num ambiente público parecem um pequeno acinte, principalmente quando são tão lânguidos, que fazem suspeitar que, daqui a pouco, o casal vai deitar no chão, tirar a roupa e amar-se. Mas daí a proibir o beijo é um exagero.

O fato é que essas proibições do álcool, do fumo e do beijo têm no seu cerne a intenção de ferir de morte a alegria das pessoas. No fundo, quem proíbe tem inveja da alegria dos outros.

***

No caso do cigarro, na marcha em que vai o ódio dos não fumantes e dos ex-fumantes a quem fuma, em breve será proibido fumar, além de em lugares públicos fechados, também nas ruas.

No início dessa onda antitabagista, reagi com fúria, cheguei a fumar ligado nos tubos de uma UTI de hospital.

Hoje já me conformo com a proibição de fumar em todos os lugares que frequento. Ao fumar com alguém por perto, o fumante agride o direito dos outros à higiene e à saúde.

***

A gente tem de manter no ar a peteca da música ao vivo nos bares noturnos de Porto Alegre, são raras as casas que contratam músicos, que ganham uma miséria.

Por isso é que aconselho que compareçam os leitores às terças-feiras à noite no Restaurante Terra Nova, na Rua Santa Cecília esquina com Rua Neusa Brizola, onde se apresentam os cantores e músicos Clayton Franco, Silvana Prunes e Helena Ruperti, música e comida da melhor qualidade e ótimo preço.

E nas outras noites há várias outras atrações.

***

Ia esquecendo: não se pode fumar no Terra Nova, mas em compensação é permitido beijar.

* Texto publicado na Zero Hora desta sexta-feira, 24/05

Envie seu Comentário