Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Esportivas

04 de junho de 2013 0

O notável cirurgião torácico José Camargo, que também é colunista de ZH, afirma que o problema do atual time do Grêmio está localizado na precariedade da preparação física. Camargo diz que foi um erro o Grêmio desfazer-se do preparador físico Paulo Paixão.

Já o gremistão Fernando Ernesto Corrêa diz que o problema atual do time do Grêmio é sua covardia tática, faz um gol e recua miseravelmente.

***

Não entendo como se levanta a dúvida sobre quem jogará amanhã contra o Vitória, se Kleber ou Welliton.

Pelo amor de Deus, é a hora do Kleber. Se ele não jogar agora, nunca mais jogará.

Justiça seja feita, Luxemburgo não tem essa dúvida. Se por acaso não escalasse Kleber, estaria delirante.

***

O Internacional não dá sorte com treinadores que foram ídolos do clube: Falcão não deu certo como treinador no Inter. O mesmo com Fernandão. O mesmo com Figueroa.

Paulo César Carpegiani também não deu certo treinando o Inter.

Minha pergunta: Dunga dará certo como treinador no Inter?

A regra a respeito tem sido quase sempre a seguinte: quem foi grande jogador será treinador medíocre, quem foi mau jogador, caso de Luiz Felipe e Luxemburgo, pode vir a ser grande treinador.

***

Faço um balanço sobre as duas contratações que ajudei a fazer no Grêmio: Dida vem se constituindo em figura ímpar, fez duas defesas espetaculares e milagrosas quando estava 0 a 0 contra o Santa Fe e se constitui em tranquilidade da torcida nas intervenções em bolas altas e reposição da bola.

Já com Barcos não acontece o mesmo: ele está jogando muito aquém do que rendia no Palmeiras. Não sei o que está acontecendo com Barcos, embora o esquema tático fajuto que o Grêmio está empregando não o ajude, tanto que ele recua lá para a meia-cancha em busca de maior participação.

***

Luxemburgo deu a entender que deverá poupar Elano e Zé Roberto neste Brasileirão, por vezes revezando-os, em face da veterania deles.

Não concordo a respeito de Elano, ele tem apenas 31 anos de idade, Ronaldinho Gaúcho tem 33 anos e é o melhor jogador brasileiro da atualidade. Consta que não foi convocado para a Seleção Brasileira apenas por motivos boêmios.

Então, que história é essa de poupar Elano?

Quanto a Zé Roberto, concordo. Ele tem 39 anos, foi garçom da Ceia de Cristo, merece certos descansos.

Ademais, jogador a ser poupado tem de ser o ruim.

Jogador ruim no plantel é um perigo, dali a pouco ele entra numa emergência e sempre nada resolve.

* Texto publicado na Zero Hora desta terça-feira, 04/06/2013

Envie seu Comentário