Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Trânsito e mercado

24 de dezembro de 2011 0

Na quinta-feira, saindo para Gramado, demorei duas horas apenas entre Porto Alegre e São Leopoldo, em virtude de um trânsito infernal e estafante. O motivo? Acontecera um acidente envolvendo caminhões na pista contrária, sentido Novo-Hamburgo para Capital, e a turma caipora diminuía a velocidade para olhar. A Polícia não deu mostras de fazer nada, isto é, não se coçou para punir o pessoal que diminuiu a velocidade sem necessidade, produzindo uma tranqueira monstruosa, muito embora esta seja uma infração da lei de trânsito. Numa cidade que cresce, pequenos gestos de incivlidade podem acarretar desdobramentos bem desagradáveis.

Dentre os contratemos advindos desse atraso, cheguei a Gramado bem mais tarde do que o previsto, o que me obrigou a fazer as compras no Supermercado Nacional. Não gosto deste estabelecimento. Sempre falta alguma coisa óbvia lá – dessa vez, não tinha mozarela de búfala! As verduras não são fresquinhas como poderiam ser. Mas o pior é a fila nos caixas. É tanta engronha na hora de pagar a conta, que os administradores resolveram montar um brete com cestos entupidos de bugigangas. Fica, assim, evidente ser mesmo o objetivo que as pessoas fiquem quarando nas filas, pois, assim, espera-se, os trouxas dos clientes tenderão a ainda levar umas das porcarias dispostas nestes cestos. Estes, a propósito, são tantos e tão grandes que ninguém mais nem mesmo consegue circular direito com os carrinhos junto aos caixas. Então, além de lento o desconforto é muito grande. Não fossem em Gramado alguns pequenos mercadinhos, estaríamos perdidos! O De Barba, por exemplo, é ótimo: frutas e verduras fresquíssimas, sempre! Mas falta em Gramado em grande mercado, bem organizado e com bom serviço, como os que existem em Porto Alegre e em Caxias do Sul.

Envie seu Comentário