Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dandy, de 1988

18 de junho de 2012 2

Lembrei-me de postar hoje aqui para vocês link para o filme Dandy, de 1988, uma viagem experimental dirigida por Peter Sempel. É da época em que Berlim foi o centro planetário da cultura pós-punk. O filme é uma colagem, sem roteiro claro, com trechos de conversas aleatórias, tomadas de animais, cenas urbanas e alguns objetos que se repetem, como um peixe morto e um bule de café, este, com efeito, considerado nos créditos um ator de fato! O elenco é bem interessante, com destaque para o Blixa Bargeld, líder da lendária Einstürzende Neubauten, e o Nick Cave, que está ótimo! Meio non sense nas falas, mas sempre com canções pungentes. A Nina Hagen, uma das grandes revelações do rock no fim dos anos 1980 está um luxo. A voz ainda potente, o jeito escrachado e o visual opera punk, um barroco street pós-moderno que só ela sabia imprimir. É incrível perceber como ela decaiu. Hoje, perdeu a voz, mantem um arremedo fora de época do visual cheio de personalidade daqueles tempos e tornou-se evangélica fervorosa, iso depois de uma fase esquisita em que pretendia se comunicar com extra-terrestres. Mas ela vive na patética Lady Gaga, que copia muito do visual da Nina, sem mencionar a referência, óbvio! Ainda aparecem no filme o Dieter Meier, integrante da poderosa banda eletrônica suíça, a Yello, e o Campino, da Toten Hosen. Um destaque é o dançarino butoh japonês Kazuo Ohno. A trilha sonora é impecável!

Comentários (2)

  • Rivaldo Nogueira diz: 19 de junho de 2012

    Olá! Agradeço esse lembrete sobre o filme Dandy, alguém o colocou na integra no youtube, mas com uma taxa de resolução muito baixa. Agradeceria se alguém o postasse com melhor qualidade ou mesmo torrents! Especialmente pra mim foi um marco em minha vida, vi pela primeira vez na 13º mostra de cinema em SP. Essa colagem de cenas amarradas com os questionamentos filosóficos inspirados da obra de Voltair, com artistas muito expressivos, como Nick Cave e Blixa Bargeld do Newbaltein e a Nina Hagen, na sua melhor fase, realmente é muito instigante! As duas cenas em que aparecem o Kazuo Ohno e seu filho, estão além da linguagem, vi no cinema todas as vezes que pude, e não me esqueço nunca! Tirando alguns deslizes da montagem e algumas gratuidades, é um filme marcante, espero revê-lo um dia com a qualidade que merece…Obrigado.

Envie seu Comentário