Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Fim do Programa Direito & Literatura

12 de julho de 2012 2

Lamento aqui a notícia da extinção do programa “Direito & Literatura: do fato à ficção”, veiculado até agora na TVE/RS e na TV Justiça e produzido pela equipe do Procurador de Justiça Lenio Streck e do Instituto de Hermenêutica Jurídica do Programa de Pós-graduação em Direito da Unisinos, a partir de um convênio com a Fundação Piratini. Em cinco temporadas, foram gravados mais de 160 programas, em alguns dos quais participei, debatendo com outros intelectuais obras referenciais da literatura sob a perspectiva do Direito e da Justiça. Nesse programa, por exemplo, discutimos o livro As Bruxas de Salém, clássico de Arthur Miller. Uma experiência enriquecedora de diálogo interdisciplinar de feição modelar que deveria estar sendo emulada e replicada ao invés de suprimida unilateralmente pela Fundação Piratini. Já é tão limitada a produção local de conteúdo pela TVE. A supressão desse programa de sucesso empobrece ainda mais a emissora. É uma pena.

Comentários (2)

  • Margarete diz: 12 de julho de 2012

    Caro Gunter,

    Como já comentei aos produtores do Programa, lamento profundamente que um dos poucos programas de reflexão inteligente e crítica que ainda restam em nossa programação televisiva esteja sendo encerrado.

    Um povo não se educa sem que tenha acesso à educação e à cultura; e cumprem uma função importante, nesse sentido, instituições públicas de difusão como escola e TVE, possibilitando a formação de opinião, a postura crítica aliada ao conhecimento consistente do passado entrelaçado ao contemporâneo, a ampliação de horizontes de possibilidades endereçada ao futuro…

    O Programa Direito e Literatura tinha este compromisso com a cultura e com a educação, com o resgate dos processos regulatórios da sociedade ao longo dos tempos, quando apontados e magnificamente trazidos à luz pela mão dos escritores, matéria prima para pensar o nosso futuro enquanto nação, enquanto sociedade planetária.

    É realmente uma perda, perdem a cultura, a educação.
    Um abraço,
    Margarete

  • Dieter diz: 12 de julho de 2012

    A equipe do Direito & Literatura agradece a manifestação e reforça a satisfação que foi poder contar com sua presença em nossos programas. A televisão publica pode(ria) ser cultural, assim como a literatura pode(ria) ser popuularizada. Isto depende apenas da (boa) vontade daqueles que comandam sua grade televisiva. é uma pena que a ideia destes seja a de que a literatura não foi feita para o povo. Meus sinceros lamentos.

Envie seu Comentário