Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O melhor do Mano

30 de setembro de 2011 6

O jogo contra a Argentina foi a melhor coisa que Mano Menezes apresentou até agora. O segundo tempo foi maravilhoso. Os jogadores se soltaram, conseguiram marcar dois gols e o time andou.
Não importa que a equipe da Argentina seja fraca. Sempre é a Argentina, tem forte marcação, tem catimba, tem suas qualidades perenes.
Lucas foi ótimo, Neymar começa a ter na Seleção o desempenho que consegue no Santos, Cortez é uma grande novidade e até o goleiro Jeferson foi maravilhoso, seguro nas intervenções e com grandes defesas.
Agora vem amistosos contra Costa Rica e México. Nestes jogos, Mano terá os jogadores de fora do país. Vamos ficar atentos para que possamos avaliar os progressos de uma Seleção que nos preocupa pela qualidade inferior.

D’Alessandro

O jornal Olé, de Buenos Aires, contesta a ausência de D’Alessandro na seleção da Argentina no jogo de quarta-feira, em Belém. Os jornalistas de lá entendem que o jogador possa ter dado um migué com a história de desconforto muscular.
Isso de desconforto é, realmente, muito subjetivo. Eu não arrisco afirmar que o jogador colorado não quis se apresentar à sua seleção, mas que o fato de estar escalado para jogar domingo pelo Inter deixa muitas dúvidas. Uma questão para ser muito debatida.

Renovação

A direção do Grêmio teria convidado Celso Roth para um papo inicial visando à sua renovação de contrato para a próxima temporada, e o treinador não quis saber de conversar sobre este assunto.
Acho um perigo o que fez o profissional. O Grêmio não pode ficar na mão de quem espera por possível valorização e vá pedir um salário fora da realidade. Penso que esta atitude tomada por Celso Roth o está retirando do Olímpico na próxima temporada.

Você sabia?

* Que Fernando Raffaini, presidente do Vélez Sarsfield, concorre à presidência da Associação de Futebol da Argentina, como oposição a Julio Grondona?
* Que as chances deste dirigente ganhar a eleição não são pequenas, porque o futebol argentino atravessa péssima fase nos clubes e na seleção?
* Que Michel Platini pede leis mais rígidas para conter o avanço de resultados arrumados na Europa para favorecerem apostas?
* Que devo lançar meu livro Dez Copas – É Demaiiisss – dia 11 de outubro, às 19h, no Chalé da Praça XV?

Comentários (6)

  • silvio jaime fernandes diz: 30 de setembro de 2011

    Olá Pedro:….acho que como teu leitor assíduo, mereço um presente teu:…Teu livro autografado. Eu pago o frete…..
    Quanto a D’Alesandro, a Comissão Técnica do Inter informou aos médicos argentinos que as dores musculares do jogador foi constatado após o jogo contra o Atlético MG e poderia se agravar se ele jogasse contra o Brasil. Não foi “migué”, mas a lesão do Fred SIM.
    Em relação a Michel Plarini, “juro” que eu pensava que estas coisas só acontenciam no Brasil. ETA MUNDO PODRE DO FUTEBOL.

  • Ademir S Ledermann diz: 30 de setembro de 2011

    Olha Pedro, pensando bem, no caso do D’Alessandro, se e que ele nao quiz a Selecao, concordo e dou apoio a ele. Quem acompanhou a Copa America e viu a baba que era aquela selecao diria que ele teria que ser titular incontestavel. Na hora do file nao serve, na hora do osso raspado pode ate servir…

  • PANDOLFO diz: 30 de setembro de 2011

    Pedro, tu estás vendo com outros olhos. O Brasil fazia um péssimo jogo ao ponto da Argentina achar que poderia ganhar e arriscar. O Brasil fez o primeiro gol em “CONTRA-ATAQUE”. Ou seja , quando a Argentina já ameaçava o Brasil. Somente aí, com a fraca Argentina desorganizada, é que os acrobatas de circo (ronaldinho e Neymar) começaram o que tu chamas de maravilhoso!!! Qual foi a jogada eficiente do Ronaldinho? Não acertou uma única falta em gol, não acertou nenhum escanteio e errou passes logo????? O Neymar perdeu um gol incrível, errou todos os cruzamentos, fez um gol de canela e fez muita firula para as menininhas vibrarem. Quem realmente jogou eficientemente foi o LUCAS, o Rever e o Cortez! O resto é apenas acidente de uma Argentina fraquíssima sem nenhum titular da principal!

  • CLENIO CORREA diz: 30 de setembro de 2011

    Pedro Ernesto: se a contenda contra los hermanos tivesse sido realizada em um conventilho, aquele local frequentado pelas mulheres dos destinos desgraçados, o seria de terceira categoria. Foi o verdadeiro jogo engana bobo e o estádio teve a sua lotação esgostada em razão de que o nortista, em termos futebolísitcos, se contenta com pouca coisa.

  • Heloísa Pires diz: 1 de outubro de 2011

    FALTAM SÓ 30 DIAS PARA O RETORNO DO DAMIÃO!

  • Heloísa Pires diz: 1 de outubro de 2011

    Pedro Ernesto. Não me venha querer discutir assunto superado. Estás por fora!…Leio aqui, na coluna do Zini Pires, na Zero Hora de sexta-feira (dia 30/09/2011), página 49: “CONFERÊNCIA – D’Alessandro e Sabella conversaram segunda-feira por telefone, depois que o técnico da Argentina recebeu, em Buenos Aires, um laudo médico do Inter sobre a lesão do meia. O colorado se queixou de dores, mas disse que enfrentaria o Brasil, se necessário. O treinador decidiu não arriscar e o liberou”. Pedro Ernesto. Bastava ter prestigiado o colega, lendo a matéria do cara. Vocês não conversam um com o outro? Depois vocês (imprensa) não sabem o porquê do silêncio de respostas dos jogadores, das direções de clubes, etc., para determinadas questões que já estão dirimidas entre as partes interessadas. Se eu sou o D’Alessandro, e fiz a coisa certa, eu não tô nem aí para a discussão inócua da imprensa. Apenas fico esperando para o Sabella, à quem fiz a justificativa certa, me convocar de novo num futuro próximo, ou não!…O que é que eu vou fazer!

Envie seu Comentário