Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Superação

12 de março de 2013 3

A noite nos reserva uma decisão para o Grêmio. Com todos os ingredientes de Libertadores: campos malconservados, torcida barulhenta e um adversário aguerrido. O Caracas mostrou na Arena que está longe de ser um primor técnico. Mas também mostrou que não se entrega. Dentro de casa, faz valer o fator local, joga empurrado pela sua torcida e se energiza com ela.

Mas por que o caráter decisivo do jogo? Simples. Se ganhar esta noite, o Grêmio, além de encaminhar sua classificação às oitavas de final, tira de cena um concorrente. Se perder, o Caracas está fora da luta. Agora, se vencerem, os venezuelanos entram na disputa. Empatam com o Grêmio em pontos e recebem o Huachipato em casa na próxima rodada. Um tropeço esta noite esquenta ainda mais o jogo do Tricolor contra o Fluminense na Arena. Por isso, hoje é como se fosse final de campeonato.

Linha direta

Vanderlei Luxemburgo assistiu ao jogo do Fluminense contra o Caracas, na primeira rodada. Viu pela tevê a precária situação do gramado do Estádio da Universidad Central da Venezuela. Talvez nem na várzea de Porto Alegre se jogue em um campo como aquele do Caracas.

Mas a Conmebol liberou e é lá que se deve jogar. Por isso, o técnico gremista simplificou a estratégia de jogo. Nada de toque de bola, de jogar bonito. A ordem é lançamento longo, se possível para a cabeça de Hernán Barcos.

Um meia

Dunga ajeitou a defesa, fez Forlán voltar a ser o jogador que nos encantou na Copa de 2010. Mas ainda busca o melhor encaixe no meio-campo. O técnico é exigente, avisou depois de ganhar a Taça Piratini que seu modo de trabalhar é sempre com a corda esticada ao máximo.

Por isso, podem escrever: no returno, haverá uma disputa por vaga no meio-campo. Só D’Ale está garantido. As outras três posições estão em aberto. Josimar é a boa surpresa deste início de ano. Fred mantém regularidade. Há Ygor, Willians, Aírton, Dátolo. E ainda virá mais um meia.

Você sabia?

* Que Vélez e Peñarol se enfrentam esta noite sem torcida, em Buenos Aires?

* Que a Conmebol agiu com mão pesada e decidiu fechar os portões pela briga entre os torcedores dos dois times em Montevidéu?

* Que o técnico Paulo Porto terá um grande desafio pela frente no ABC, quinto colocado do Campeonato Potiguar?

Comentários (3)

  • jairo bampi diz: 12 de março de 2013

    Pedro, te admiro não só como narrador mas como um sujeito de rádio, que sabe lidar com esse meio de comunicação mais utilizado no mundo. Legal acessar o teu blog pela primeira vez. sou gremista, quero vitória hoje em caracas. Pra sacanear o BAIRRISTA< saca essa Pedro. APÓS INDICAÇÃO DE DIDA E DE BARCOS, CONCLAVE NO VATICANO PEDE A pablo sant'ana QUE INDIQUE O NOVO PAPA, é mole, grande abraço. Jairo.

  • marco camargo diz: 13 de março de 2013

    Olá Pedro:

    Pior não é ter que engolir uma derrota para o limitadíssimo Caracas (folha salarial que não paga os seguranças do Grêmio). Pior é ouvir um jogador da envergadura do Cris, que já prestou grandes serviços ao futebol – e acho que o verbo é no passado mesmo – , dizer em entrevista que o time entrou muito relaxado, achando que ia ganhar quando quisesse, por quantos gols quisesse! Absurdo! Marcou quem no segundo gol?
    Sou advogado trabalhista, e o profissional que confessa agir com desídia no cumprimento da função pela qual é (super bem) pago, pode e deveria ser demitido por justa causa!
    Ou será que o Koff vai ter que ficar chutando a porta do vestiário a toda hora pra demonstrar pra esse grupo que Libertadores não se ganha no nome?
    Ou muda a mentalidade ou põe a camisa tricolor no Caracas que a gente pode ir mais longe na competição, gastando muito menos dinheiro.

    P.S. Contra o Fluminense a Globo deve transmitir o jogo, aí a motivação deve aumentar.

    Grande abraço,
    Marco Camargo
    Gremista indignado

  • Alvaro diz: 13 de março de 2013

    Pedro, se o Luxemburgoi “pediu” ligação direta, então ele é o grande culpado pela derrota, pois foi exatamente isso que o time fez. A propósito, o Cris sabe que deve marcar o jogador e não a bola? Ontem ele não soube. Prefiro Fernando mal do que Marco Antonio bem, que cara sofrível esse.

Envie seu Comentário