Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Grêmio e Inter são favoritos na rodada do fim de semana do Brasileirão

23 de novembro de 2013 3

Grêmio e Inter são melhores do que Ponte Preta e Coritiba, respectivamente, seus adversários neste final de semana pela penúltima rodada do Brasileirão. Podem ser considerados favoritos por isso. Mas não dá para ver barbadas nesses enfrentamentos.

Primeiro porque a Dupla não está com tudo isso. Segundo porque os adversários estão apavorados com a ideia de rebaixamento. A Ponte está praticamente na Série B de 2014, mas seu presidente manda dizer que, enquanto existir um pingo de esperança, seu time vai com todas as forças. Até mandou fazer promoção de ingressos. O torcedor pagará somente R$ 10 para ver o jogo, e o Moisés Lucarelli deve lotar. Pressão contra o Grêmio.

Já o Coritiba chegou sexta-feira a Caxias do Sul e vai treinar neste sábado no Centenário para conhecer o gramado. O Coxa também faz desse jogo uma decisão. Joga a vida. Portanto, Grêmio e Inter que se cuidem se não quiserem ser surpreendidos.

Realidade

O Palmeiras até pensou em contratar um treinador famoso mas esbarrou em altas pedidas. Assim, o Verdão decidiu encarar a realidade de não pagar salários altíssimos, sob pena de ver seu orçamento combalido.

Foi renovar com Gilson Kleina e ofereceu um salário menor do que ele ganha neste ano, com prêmios sobre conquistas. Além de pagar pouco – em relação ao que era desembolsado -, o Palmeiras valoriza a produtividade, como qualquer empresa que respeita seu orçamento.

Exemplo

Recém chegado da Série B, o Palmeiras dá um exemplo de como se deve fazer para não inviabilizar um clube.

Sou do tempo em que jogadores e treinadores faziam muita questão do bicho. Ele era importante porque os salários eram bons, mas longe desta loucura que se vive agora. Um jogador que ganha R$ 500 mil ou mais, como muitos que andam por aí, está nem aí para o bichos. Não altera sua vida.

Melhor é dar um salário civilizado e compensar com produtividade, ou seja, vitórias. Se não consegui-las, vai ganhar pouco.

É demaaais!

Até sou capaz de entender dirigentes atuais da Dupla que pagam salários milionários. O mercado estava enlouquecido, puxando para cima. Para ter um técnico de primeira linha, era preciso passar dos R$ 500 mil por mês, sem garantia de que daria certo. Mas a grave crise que os clubes enfrentam está colocando a todos na real. Ou termina com a loucura ou a loucura termina com os clubes.

Comentários (3)

  • Guilherme diz: 23 de novembro de 2013

    No caso da Chapecoense outra que subiu para a serie A, a diretoria vai pagar um milhão em bicho, como o maior salario do clube é de 25 mil, então ja faz uma boa diferença para os jogadores

  • LAERT diz: 23 de novembro de 2013

    …ou termina a loucura ou a loucura acaba com os clubes…

    Salarios milionarios pagos por torcedores, socios e patrocinadores?

    Jogadores e treinadores tem que ganhar por PRODUTIVIDADE.

    Certo Pedro. Falou tudo.

  • jefersonGREMISTA diz: 23 de novembro de 2013

    Claro que a crise dos clubes também é motivo mas o que mais salta aos olhos é que os clubes estão pagando caro por profissionais que não tem dado resultado em campo. TANTO os TÉCNICOS (Luxa,Abel,…) COMO OS JOGADORES(Gabriel, ìndio,Kleber…) caros e com rendimento de clubes de 2ª divisão. Ex. tanto no Grêmio como no Inter tem aos montes. Treinadores exigindo de 600.000 para cima numa realidade bem diversa do trabalho que desenvolvem nos clubes. Tá certo começar com um salário real e pagar prêmios por produção ou seja títulos ou metas alcançadas.

Envie seu Comentário