Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Gre-Nal no Centenário já era esperado

10 de abril de 2014 8

Tem algumas coisas que são difíceis de responder. Começa pelo órgãos de segurança, que liberaram o Beira-Rio para uma festa e um jogo, com 50 mil espectadores cada um. Uma semana depois, com muito mais coisas sendo colocadas nos seus lugares, espaços do entorno com mais asfalto e entulhos retirados, não é permitido jogar o Gre-Nal no estádio.

Claro que é um jogo de competição, com duas torcidas e rivalidade. Mas é difícil de entender nossas autoridades nessa decisão. Difícil entender por que o Inter não teve um empenho maior para fazer o jogo no seu estádio, que estaria repleto de colorados e tendo o fator local somado à grande vantagem conseguida na Arena.

Não dá para entender, também, que o Grêmio preferisse jogar no Beira-Rio, um estádio todo colorado, em detrimento de aproveitar a neutralidade do Estádio Centenário. Isso que perde a decisão por 2 a 1. Fala em nome da logística e do seu jogo de Libertadores na próxima semana, cujo local e data ainda desconhece.

Nacional

O time uruguaio está muito mais preocupado com o seu campeonato nacional. Nem poderia ser diferente, já que está eliminado na Copa Libertadores. Bom para o Grêmio, que terá mais facilidade para construir uma vitória e ratificar uma das melhores campanhas da fase de grupos.

O que ainda não se sabe é quem entra no lugar de Luan. Se quiser preservar o meio-campo, Enderson Moreira deve escalar Alán Ruiz. Mas se sua vontade for repetir mais a característica do titular, a escolha recairá sobre Jean Deretti, que chega mais à frente e tem mais velocidade. Ou pode testar os dois e ver quem mais se adapta a este time numa hora tão importante.

Juan

Segundo André Silva, repórter da Rádio Gaúcha, o veterano zagueiro Juan treinou no time titular de Abel Braga na manhã de ontem. Significa que está recuperado e, como é titular, Ernando deve ceder o lugar. Com isso, o técnico contará com todos os titulares para o clássico de domingo. Alex foi preservado contra o Peñarol para estar bem no clássico. Rafael Moura superou suas dores no joelho direito, aturou no domingo e vai para o Gre-Nal. O Inter só não terá seu estádio na decisão.

Confronto

O centroavante Fred, do Fluminense e da Seleção Brasileira, resolveu enfrentar torcedores marginais que o esperaram depois de treino nas Laranjeiras. Segundo o jogador, eram cerca de 20, faziam ameaças e gritavam palavrões e ofensas. Fred precisou acelerar seu carro e sair. Lançou nota oficial repudiando as atitudes. Insatisfeitos, os marginais prometem arrumar mais problemas para o jogador.

É verdade que Fred está jogando pouco, preocupa seu time e a Seleção Brasileira. Mas não são essas as maneiras para solucionar isso. É o caos do futebol brasileiro, no qual os vagabundos acham que pode resolver tudo na força.

Comentários (8)

  • Carlos Alberto diz: 10 de abril de 2014

    Bom dia, Pedro.
    Eu acho que Gre-Nal em P.Alegre, daqui prá frente, só com torcida única. Os imbecís de depredam Arena e Beira Rio conduzem as direções dos clubes para esta decisão. Uma pena. Bonito ver um estádio meio-a-meio. Dá um colorido, um toque especial ao espetáculo.
    Libertadores: curiosamente o torneio mais importante da América pode não ser justo, pelo formulismo. Um time pode ser campeão sem ganhar uma partida sequer, ao mesmo tempo que outro time, ganhando todas até a semifinal, pode perder nos pênaltis a decisão para aquele que não ganhou nenhum jogo. Por isso sou a favor dos pontos corridos no brasileirão. É mais justo, embora o critério não se enquadre muito bem às características da dupla. Mas, com o tempo, acontecerá. Lembra quanto tempo o Cruzeiro bateu na trave? Pois é. Um dia acontece.
    Abraços.

  • Claudio diz: 10 de abril de 2014

    Prezado Pedro Ernesto.

    A preferência do jogo no estádio do Inter, seria a motivação, pois acredito, os jogadores estão “loucos” para vencer lá dentro, além do lado financeiro, pois uma porcentagem da renda não será do Grêmio ??

  • Carlos Alberto Blas diz: 10 de abril de 2014

    Bom Dia Pedro Ernesto
    Entendo q o Inter não quis arriscar ver o Gremio dando volta olimpica no novo beira rio, pelo menos agora. um abraço.

  • Ademir diz: 10 de abril de 2014

    Grenal fora do Beira-Rio é a decisao mais sensata. Facil de entender. Com o Beira-Rio remodelado, bonito, inaugurado, padrao fifa, preparado especialmente para a copa do mundo que começará daqui a dois meses, marcar um grenal no Beira Rio com a presença historica e ja conhecida de alguns vandalos, insanos, uns quebra-tudo é por em risco os jogos da copa em Porto Alegre. Ja foi um parto deixar tudo pronto, um ano de espera para o Inter e AG assinarem os contratos, atrasos, incertezas, agora com quase tudo pronto e a copa começando, marcar grenal no Beira-Rio com a presença desses baderneiros, convenhamos, não dá. Parabens à direção do Inter que não se deixou levar pelo romantismo e avaliou muito bem essa questão no momento atual. Grenal pode ser em Caxias, Erechim, Rivera, menos no Beira-Rio. Inter, campeão gaúcho de 2014. Abraços

  • Walmir gremista diz: 10 de abril de 2014

    O que não entendo é porque o jogo não pode ser na ARENA OAS, já que não é do Grêmio mesmo, é campo neutro, pra que jogar lá na serra num campo pequeno e que cabe poucos torcedores. fazeer os torcedores se deslocarem 140 KM, e depois o Grêmio já perdeu mesmo, não ganhou no ARENA, vai perder lá tbm…

  • Chris Pozzebon diz: 10 de abril de 2014

    Sr. Cláudio: a renda é sempre do mandante do jogo. Nesse caso, o Inter.

  • Eduardo diz: 10 de abril de 2014

    Pedro, pelo que estou entendendo, as seleções na copa vão treinar no remendado padrão FIFA e jogar no Centenário agora tambem padrão FIFA…………é demaissssssssssss.

  • dirceu diz: 12 de abril de 2014

    Carlos Alberto, se você quer acreditar acredite, o GRENAL mostrou a superioridade colorada.

Envie seu Comentário