Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Avaí"

Qualidade

22 de julho de 2011 11

Bastou o treinador colocar Andrezinho em campo e o futebol aconteceu. Ele fez o gol de empate, ele tabelou, tocou bola, fez parceria com D’Alessandro, fez tudo. Uma palavra mágica que transforma tudo no futebol: qualidade.
Andrezinho tem qualidade capaz de fazer o jogo mudar completamente. Fazia tempo que o Inter não fazia gol. O meia estava parado há 65 dias, desde o jogo final do Gauchão. Ele deu passes maravilhosos, fez gol, destroçou o Avaí e deu uma contribuição inestimável neste vitória importante para o Colorado. Uma retomada depois da saída de Falcão.

Viagem

Agora a viagem para a Alemanha. Lá a Copa Audi, uma competição que enche de orgulho os colorados. O primeiro jogo é contra o Barcelona, que faz pré-temporada e ainda está com jogadores com musculatura presa.
A vitória sobre o Avaí tem a vantagem de devolver tranquilidade, de deixar os jogadores muito mais a vontade e prontos para ter bom desempenho. Zé Roberto não viaja, mas Andrezinho entra no time e dá a ele muita qualidade.

Trabalho

Julinho Camargo vai ter mais um bom tempo para trabalhar e colocar suas ideias no Grêmio. Contra o Figueirense foi decepcionante. O time foi amarrado, sem criatividade, repetindo todas as dificuldades anteriores.
Há muito o que fazer para que o Grêmio possa ter um time de qualidade. Até jogadores de qualidade tem. Mas daí a ter um bom time depende muito do treinador. Trabalho para Julinho Camargo.

Você sabia?

* Que Zé Roberto chegou com dores pubianas do Vasco da Gama e agora teve seus problemas agravados?
* Que Andrezinho declarou na Rádio Gaúcha que votaria nele como craque do jogo porque era uma volta depois de longo tempo afastado?
* Que o treinador do Inter só deve ser conhecido depois da viagem para a Alemanha?

Marcação

08 de julho de 2011 6

Não são apenas as três vitórias consecutivas do Inter que chamam atenção. Acontece que elas vêm acompanhadas por uma forma de atuar que chega a ser surpreendente. Ninguém mais consegue atacar o Internacional. E olha que Falcão, para tal, não colocou mais do que dois volantes. Ele conseguiu dar equilíbrio ao time, atacando com força e defendendo com segurança.
O Figueirense, que tomou quatro, só foi chutar no gol colorado aos 43 minutos do segundo tempo. O Atlético Mineiro também conseguiu muito pouco ofensivamente. Finalmente, o Furacão não passou de uma brisa quando imaginou atacar o Internacional.
Este comportamento explica três vitórias consecutivas.

Trocas

O mais incrível é que a zaga teve no primeiro jogo Bolívar e Rodrigo. No segundo, Bolívar e Juan. No terceiro, Índio, que fez companhia a Bolívar.
Ou seja, jogadores foram trocados, e a segurança continuou a mesma.
No meio, Guiñazu e Tinga atuaram em dois jogos. No terceiro, foi Bolatti. E nada mudou. Os dois meias tocaram o time para frente e o resultado foi mais do que satisfatório.
Falcão acertou a mão no time colorado.

Julinho

Dava para perder para o Cruzeiro sem prejuízos pessoais. Só que, agora, ele não pode perder para o Coritiba.
Não existe esta de “dar tempo ao treinador”.
O Grêmio está roçando a linha do rebaixamento. Precisa ganhar com urgência. Tem que ser domingo. Qualquer outro resultado começa a desgastar um treinador que, apesar da sua capacidade reconhecida, precisa muitíssimo de resultados urgentes.

Você sabia?

* Que Zinedine Zidane será o diretor de futebol do Real Madrid?
* Que Renato Portaluppi será o quinto treinador do Atlético Paranaense neste ano?
* Que sua estreia será neste sábado, às 21h, contra o Avaí?
* Que, na sua primeira entrevista, Renato brincou muito e falou em otimismo para tirar o Furacão do buraco da lanterna?

Com ataque

29 de junho de 2011 6

André Lima volta, Miralles está liberado para jogar e Leandro está pronto para ser escalado. Estas três novidades mudam completamente o time do Grêmio para enfrentar o fraco Avaí, o lanterna do campeonato, esta noite.
Quem tem um ataque pode ganhar jogos com tranquilidade. No futebol, quem não faz, leva. Não adianta o time conquistar espaços, criar situações e não aproveitá-las. Lá vem o adversário e faz o gol dele e leva a vitória.
Claro que ainda não sabemos as reações destes jogadores, que há muito tempo não atuam, mas a simples presença deles em campo já é um alento.
O torcedor sabe disso.

Gallo

O treinador Alexandre Gallo não é exatamente um profissional de primeira linha, mas já teve grandes trabalhos. No Sport, ele deu um show.
Foi contratado pelo Inter e fracassou. Agora, pegou esta barca furada do Avaí. Levou uma goleada do Palmeiras no Canindé, para começar os trabalhos. Seu time é fraco e ele está em busca de um milagre. Mas uma equipe assim, mesmo desprovida de qualidade, pode ser perigosa, pelo desespero.
E o Grêmio precisa ganhar. Não há mais espaços para tropeços.

Equilíbrio

Falcão mantém o time que encantou contra o Figueirense. É uma equipe equilibrada, com quatro zagueiros, quatro meio-campistas e dois atacantes.
Pena que vai perder Juan e Oscar para a Seleção Sub-20, já que parece ter encontrado o time. Andrezinho deverá entrar no lugar de Oscar, e, na zaga, Índio deve voltar. Mesmo que estes não consigam jogar tanto quanto os titulares o esquema é que pode garantir seus bons desempenhos.
O equilíbrio ajuda os jogadores.

Você sabia?

* Que a Seleção de Mano Menezes me parece muito ofensiva?
* Que Ganso, Robinho, Neymar e Pato não são jogadores de marcação?
* Que, colocados todos ao mesmo tempo, acabam reduzindo o poder de marcação do time no todo?
* Que, em compensação, são jogadores de alta qualidade e podem desequilibrar nos jogos?

Novo ataque

28 de junho de 2011 6

Finalmente o Grêmio vai conseguir colocar em campo um ataque. O argentino Miralles, André Lima e o garoto Leandro são jogadores que estão à altura do clube e de sua grande torcida.
Não dá para ter certeza de vitória na quarta-feira, mesmo contra o modesto Avaí, mas com jogadores desta qualidade, o Grêmio se candidata a muitas vitórias. A direção esperou demais. Levou os torcedores ao desespero. Foi uma providência que beirou a irresponsabilidade. Mas finalmente eles estão em campo ainda em tempo de dar a volta por cima.

Escolhas

Nenhum dos três estão bem fisicamente, muito menos em ritmo de jogo. Mas parece que André Lima começa o jogo por ser atleta de referência. Os outros dois ocupam a faixa lateral do gramado. Neste caso cabe ao treinador escolher o que estiver melhor.

Torcida

Os clubes jogam para a torcida quando surgem informações de que não querem seus jogadores na Seleção Brasileira. Os dirigentes sabem que esta é a grande vitrine e por ela surgem os grandes negócios.
Como gastam muito mais do que arrecadam estão sempre louquinhos por vender seus jogadores para poder fechar a conta.

Você sabia?

* Que a derrota do Cerâmica, no domingo, embolou a classificação da Segundona Gaúcha?
* Que depois dos três primeiros jogos, só o Juventus, de Santa Rosa, não venceu?
* Que o Cerâmica lidera com seis pontos, seguido por Brasil de Farroupilha, cinco, e Avenida, quatro?

Imprevisível

10 de junho de 2011 13

O futebol é um mistério.
Vejam o caso do São Paulo, adversário do Grêmio no próximo sábado, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Poucos dias atrás, foi eliminado na Copa do Brasil pelo Avaí. Crise total, treinador demitido, de malas arrumadas e armário vazio. Só que o clube foi ao mercado e não encontrou nenhum nome que pudesse satisfazer a direção. Então, Paulo Cézar Carpegiani continuou.
Agora, passadas três rodadas do Brasileirão, ele lidera com o São Paulo o campeonato. E mais: com 100% de aproveitamento. E mais uma vez é um treinador afirmado, reconhecido por seu trabalho. Em qualquer outro negócio isso pode parecer loucura. Menos no futebol.
Claro que a boa fase, igualmente, não é definitiva. Mas, neste momento Carpegiani navega num mar muito sereno.

Atacantes

Sou plenamente a favor de dois atacantes. Odeio estes números apresentados por treinadores que não o 4-4-2, com dois volantes, dois meias e dois atacantes.
No caso do Grêmio, no entanto, sou capaz de compreender a decisão do treinador Renato por não escalar dois atacantes. Ele pode botar Gabriel de um lado, Lúcio de outro e Douglas mais à frente. Acontece que a contribuição de Lins é quase nula. Os outros atacantes ou estão lesionados ou não podem jogar. Por aí se explica a decisão do treinador.

Palmeiras

Felipão pediu reforços e estes não chegaram. Mesmo assim, com seu jeito defensivo de jogar, ele faz campanha com o Palmeiras, e pode ameaçar o Internacional.
Joga com três volantes, tem forte esquema de marcação e tem Kleber, um jogador combativo e perigoso. Não vai ser um jogo fácil, mas o Inter, se repetir a escalação do jogo contra o América Mineiro, pode empurrar o time palmeirense para dentro de seu campo e ganhar.
É um fim de semana de Renato x Carpegiani e Falcão x Felipão. Não é pouco.

Você sabia?

* Que o futebol carioca é tido como desorganizado, mas não para de empilhar títulos?
* Que o futebol carioca é campeão brasileiro nos dois últimos anos e agora também da Copa do Brasil?
* Que a Copa do Mundo vai garantir estrutura integrada de todas as polícias de todos os estados brasileiros?
* Que as cinzas do vulcão chileno podem atrapalhar realização de jogos pelo Brasileirão?

Finalíssima

20 de maio de 2011 6

Nos torneios com mata-mata nem sempre ganha o melhor. A Libertadores, por vezes, consagra times de menor  qualidade. Nesta edição da competição, está ficando cada vez mais claro que os dois grandes favoritos são Vélez Sarsfield e Santos.
Para o bem do futebol seria muito bom que eles fizessem as partidas finais e brigassem pelo título. É o que está  mandando a lógica, depois de um período nebuloso em que todos os times pareciam muito iguais. Nas quartas de final, o Vélez fez 7 a 2 no Libertad. Ganhou nos dois jogos e mostrou sua força. O Santos só ganhou uma do Once Caldas, mas
deu um chocolate no Pacaembu e só não ganhou porque até pênalti acabou errando. Vou torcer para não dar zebra e para que possamos ver esta grande final.

Copa do Brasil
Já na Copa do Brasil a igualdade é absoluta. Todos os quatro times que estão nela têm capacidade para ganhar, menos pelos méritos próprios e muito mais pela falta de qualidade de todos.
Pode dar qualquer coisa. O Coritiba tem uma retrospecto interessante. Conseguiu empatar em 0 a 0 com o Ceará e tem a grande chance de matar em casa. O Vasco corre risco, pois não conseguiu ganhar do Avaí e vai decidir na Ressacada.
Mas não há, nestas disputas, um muito melhor do que o outro.

Convocação
Victor e Leandro Damião eram convocações esperadas. O goleiro tem o respeito do treinador, que tem repetido convocações dele. Já o centroavante marcou fortemente sua presença, mesmo sem fazer gols, no amistoso contra a
Escócia, em Londres. Mano gosta dos dois e deve levá-los, também, à Copa América. Thiago Neves, para mim, é a grande aquisição do técnico. Ele joga tudo o que Ronaldinho ainda acha que joga no Flamengo.

Você sabia?
● Que o Cruzeiro completa 98 anos no dia 24 deste mês, e que estaremos no CTG Rancho da Saudade, em Cachoeirinha, com a Confraria do Show dos Esportes, comemorando o aniversário do clube?
● Que o Cruzeirinho emprestou o jogador Jô para o Inter até o final do Gauchão do ano que vem?
● Que, se o Internacional quiser ficar com 60% dos direitos federativos deste atleta terá de pagar R$ 1 milhão no final do contrato?

Dinheiro de Taison

26 de agosto de 2010 17

Celso Roth se pagou.

Dizem que ganhou um prêmio de R$ 1 milhão por ter conquistado a Libertadores. Foi ele quem reabilitou Taison, que nada mais valia dentro do Beira-Rio. Com a força que Roth deu ao jogador, ele passou a valer muito. Com este valor, o Inter garante a presença de Kleber para o Mundial, já que o empresário Delcyr Sonda tem 30% do valor de Taison.

Serve também para entendermos melhor a relação deste agente com o Internacional. Ele diz que é colorado e que perde dinheiro com seu time. Não me parece verdadeira esta frase. Ele é colorado, propicia bons negócios para o clube, mas até perder dinheiro vai uma distância enorme.

Homem de negócios não rasga dinheiro e não fica cada vez mais rico agindo com o coração. A razão está sempre na frente.

Duas leituras

A vitória colorada diante do Avaí, na Ressacada, pode ter duas leituras. Em uma delas, o Internacional recuperou os dois pontos deixados em casa, no domingo, com o empate diante do lanterna.

Na outra leitura possível, o triunfo diante dos catarinenses mostra que o Colorado errou ao escalar reservas na rodada anterior.

Tivesse obtido os três pontos, estaria muito próximo dos líderes, e com um jogo a menos. O jogo de ontem fez crescerem as dúvidas sobre a possibilidade de Wilson Matias substituir Sandro. 

Ia bem, mas…

Nem tanto pela atuação, que até foi boa, mas o resultado pintava como ótimo. Mesmo em casa, não serão muitos os clubes a bater o Santos, campeão da Copa do Brasil e dono de uma das vagas brasileiras na Libertadores 2011.

O Grêmio encaminhava uma vitória importantíssima, com as afirmações de Victor, que voltava a demonstrar a segurança que sempre o caracterizou e principalmente, de Borges. Ia tudo bem, mas, aí, Fábio Santos cometeu um pênalti besta, infantil, e o Grêmio voltou a sentir o fedor do

pântano da zona da morte…

Você sabia?

* Que o gol de Índio, ontem, na Ressacada, foi o 27º deste jogador no Colorado?

* Que, com este número, ele supera Figueroa, que marcou 26 em sua passagem pelo Internacional?

* Que a situação do Grêmio pressiona Fabio Koff a concorrer contra Odone à presidência do clube?

* Que Koff não deve aceitar, pois recém foi reeleito vice-presidente do Clube dos 13, de quem ganha salário milionário?

A torcida

25 de agosto de 2010 2

O momento do Grêmio é grave. Todos sabem disso.

Renato tenta modificar o time, busca arranjar melhor a equipe para o enfrentamento da noite, contra o competente time do Santos e seus meninos talentosos.

Um reforço importante de que o técnico e o time precisam é a torcida. Diz o colunista de Zero Hora David Coimbra que o torcedor foi quem empurrou o time nos últimos sucessos do Grêmio. Não concordo muito com isto, mas se tem algum fundo de verdade, que a torcida faça sua parte: grite, faça avalanche, vaie o Santos e aplauda o Grêmio, mesmo nas dificuldades.

O que importa é ganhar, e qualquer força que possa ser utilizada nesta hora complicada tem que ser saudada. Espero por 30 mil torcedores esta noite no Olímpico.

Meninos

O Santos chega a Porto Alegre com seus meninos de ouro.

Neymar está vitaminado pelo novo contrato que tem até aproveitamento no seu fabuloso faturamento. Paulo

Henrique Ganso é outro que merece atenção especialíssima.

Porém, o Santos não é só eles. Tem um bom treinador, uma equipe bem montada e que já passou pela ressaca da Copa do Brasil e agora se dedica ao Brasileirão. O Grêmio vai ter que marcar muito e tentar buscar o acerto de seus atacantes, Borges e Jonas, que estão juntos outra vez .

Titulares

Depois da recaída do último domingo, o Inter volta com seus titulares. O jogo é muito complicado, o Avaí teima em ser um time competente, mesmo que tenha jogadores modestos, de salários baixos e sem

projeção nacional. Não é fácil jogar lá na Ressacada, mas foi exatamente lá que o Internacional fez sua

melhor partida no ano passado, quando amassou o time catarinense e ganhou por 2 a 0.

Para quem quer ganhar o título, a vitória é fundamental.

Você sabia?

* Que o zagueiro Vilson deve fazer sua estreia no Grêmio esta noite?

* Que, segundo os repórteres que o viram treinar, ele é bom jogador e vai muito bem nas bolas por cima?

* Que Luiz Felipe esperneia na falta de vitórias e agora acusa a CBF de se vingar porque o Palmeiras votou em Fábio Koff para presidir o Clube dos 13?

* Que o centroavante Alecsandro não jogará as duas próximas partidas do Colorado?

Inter jogou a melhor partida do ano

23 de abril de 2010 2

De tudo o que vi neste ano do Internacional, o melhor jogo foi ontem à noite.
Vi um time incisivo, solto e muito combativo. Aliou técnica e garra para jogar uma partida de Libertadores. Além disso, fez três golaços.
O de Andrezinho, então, foi cinematográfico. Era o começo da partida e este gol dava confiança para o Inter produzir a melhor partida da temporada. Fechou o turno de grupos com a esperança de que o time está melhor, encaixado, e, muito provavelmente, pronto para ser muito melhor no que virá pela frente.

Banfield

Tudo indicava o Cruzeiro como adversário nas oitavas, mas no último minuto, Giuliano fez um golaço. Claro que um adversário argentino deve ser sempre respeitado, mas o Banfield não é um grande clube argentino, não tem grande tradição, não tem grande torcida, nem é uma das forças do vizinho país.
Não é barbada, mas o Cruzeiro seria um adversário bem mais poderoso. Viva o golaço de Giuliano.

Eletro

Que Grêmio é, afinal, esse?
Por momentos, envaidece seu torcedor, em outros, deixa todo mundo à beira da loucura.
Contra o Avaí, Leandro e Douglas foram incapazes de marcar quem quer que fosse. Os laterais for impotentes, e até Willian Magrão conseguiu jogar mal.
Veio a classificação, mas não veio a tranquilidade. Não veio também um futebol que possa convencer o torcedor, que vai ter de encarar o Gre-Nal e o Fluminense.

Você sabia?

* Que o jogador Pedro Carmona foi emprestado pelo São José ao Atlético Paranaense?
* Que o aumento dado pelo Internacional ao atacante Walter foi de apenas R$ 5 mil?
* Que muitos torcedores colorados já começaram a se mobilizaram para acompanhar seu time em Buenos Aires, na semana que vem?

Jogo gremista foi sofrido

22 de abril de 2010 9

A partida de ontem, na Ressacada, foi bem mais complicada do que se imaginava após o placar gremista de 3 a 1, no Olímpico.
O primeiro tempo do Tricolor foi horroroso. Willian Magrão e Leandro, especialmente, erraram todos os passes e sequer achavam os avaianos para marcar.
No segundo tempo, as coisas mudaram e o time de Silas conseguiu o empate em 1 a 1, com Jonas. Vacilou de novo mas Rochemback salvou em um pertardo. Que venham Flu ou Lusa!

Trânsito
O Inter espera por 40 mil torcedores no início da noite para o jogo contra o Deportivo Quito. É uma decisão, só a vitória interessa. O torcedor se anima nestes momentos, curte a participação do time na Libertadores, quer estar junto dele.
O problema é o horário: 19h30min. O trânsito em Porto Alegre é infernal. É a hora que a maioria deixa seu trabalho e vai para casa. Todas as ruas ficam congestionadas. Agora imagine 40 mil torcedores indo todos, ao mesmo tempo, para o Beira-Rio!
Vai ser um sufoco. Acho que quem puder ir antes, deve fazê-lo. Colabora com todos e consigo mesmo. Escapa do pior trânsito, escolhe comodamente seu lugar no estádio e depois curte o jogo.

Deportivo Quito
Não estamos diante de uma equipe de primeira grandeza. Mas também não se pode desconsiderar o valor deste adversário e entender que ele é jogo jogado. Numa decisão, o cuidado é importante.
Minorar os erros é uma obrigação. Para o torcedor cabe a participação, a solidariedade, a possibilidade de ajudar o time dentro de campo. Decisão se joga com diretoria, time e torcida. Sendo assim, a vitória fica muito próxima.

Você sabia?
* Que D’Alessandro é a grande dúvida do Inter para o jogo desta noite?
* Que a outra dúvida é do treinador Fossati, entre usar dois ou três zagueiros? 
* Que não há nenhuma equipe jogando futebol diferenciado na Copa Libertadores? 
* Que na Copa do Brasil o diferencial fica com o Santos de Robinho e Neymar?