Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Índice de inadimplência em Blumenau volta a cair em março

18 de abril de 2017 1

O índice de inadimplência em Blumenau, medido pelo Departamento de Economia da Furb a partir de dados repassados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), voltou a cair em março. Ficou em -1,58%, ou seja, houve mais cancelamentos do que novos registros de consumidores no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Tanto o professor e economista da Furb Bruno Thiago Tomio quanto o presidente da CDL, Helio Roncaglio, avaliam que uma das consequências diretas do resultado é a liberação dos saques das contas inativas do FGTS, que iniciou justamente no mês passado. Muita gente usou o dinheiro extra para quitar dívidas e limpar o nome na praça.

Com base nessa linha de raciocínio, é provável que mais pessoas, ao longo do ano, tenham seus nomes retirados da lista negra de devedores à medida em que novos saques forem autorizados – conforme a regra da Caixa de liberar o dinheiro a partir dos meses de aniversário dos trabalhadores.

Ao mesmo tempo, dívidas quitadas significam que o consumidor está “apto” a fazer novas compras e financiamentos, aquecendo as vendas do varejo e movimentando a economia. Pelo menos é o que o comércio espera.

Vale notar que, conforme os dados do mesmo levantamento, a inadimplência vem caindo substancialmente desde julho de 2016. O volume de novos registros no SPC superou o de cancelamentos apenas em novembro daquele ano e em janeiro de 2017 – neste último caso, as tradicionais contas de início de ano, como pagamentos de IPTU, IPVA e material escolar, podem ajudar a explicar a alta.

Será interessante observar o comportamento do consumo nos próximos meses. Como em Blumenau a taxa de desemprego é muito menor que a média nacional, a cidade deve sair na frente quando houver uma retomada definitiva da economia.

Comments

comments

Comentários (1)

  • Cleiton Oliveira diz: 18 de abril de 2017

    Nas entrevistas, a maioria dos endividados dizem que pretendem utilizar o saldo do FGTS para eliminar as dívidas e ficar com a conta em ordem.

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: