Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Curtas: ISS, arrecadação, comércio, vendas de Natal, UFSC, CDL, consumidor

14 de dezembro de 2017 0

A mudança na lei do ISS sugerida em Blumenau que isenta facções de recolherem o imposto quando as atividades de costura e acabamento estiverem inseridas em um ciclo de produção está servindo de exemplo para a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Enquanto negocia em nível federal para alterar a legislação, a entidade mobiliza sindicatos regionais para que repliquem o modelo adotado pelo município.

***

A atividade econômica dá sinais de reação, mas ainda insuficientes para proporcionar melhora significativa na arrecadação da prefeitura de Blumenau. A projeção do Executivo é de que haja uma frustração de receita (o que foi previsto e não entrou no caixa) de R$ 40,3 milhões neste ano. A meta para 2018 é reduzir em R$ 20 milhões as despesas de custeio.

***

O comércio de Blumenau pode ganhar novo fôlego nesta reta final de ano com a liberação da segunda parcela do 13º salário do funcionalismo público local. O pagamento, que vai ocorrer até o dia 20, vai injetar R$ 15,1 milhões no bolso dos servidores municipais.

***

Levantamento feito pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL-SC) revela que quase 60% dos empresários do comércio acreditam em vendas melhores no Natal deste ano. De acordo com a pesquisa, pouco mais da metade dos consumidores (54,6%) vai usar o 13º salário para reforçar as compras. O restante deve utilizar o benefício para quitar dívidas.

***

Fruto de uma parceria com a prefeitura, a UFSC terá acesso ao banco de dados dos fornecedores cadastrados em Blumenau e, com isso, poderá solicitar deles cotação de preços para licitações da universidade.

***

Com um crescimento de 20,6% em relação a 2016, a quarta edição do Feirão Limpe Seu Nome da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Blumenau atendeu 1.072 pessoas entre terça-feira e sábado da semana passada. A iniciativa resultou na negociação de R$ 1,05 milhão em dívidas de consumidores com o comércio local.

***

Quase 70% dos consumidores dispostos a pagar mais por um produto ou serviço se o atendimento fosse melhor. O dado é de uma pesquisa feita pela NeoAssist, empresa especializada em soluções para atendimento ao cliente, e o Instituto Ibero-Brasileiro de Relacionamento com o Cliente (IBRC). Prova de que, no geral, este ainda é um ponto que muitas empresas pecam.

Comments

comments

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: