Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Férias

18 de abril de 2017 0

O blog dá uma pausa por alguns dias para merecidas férias. Este espaço voltará a ser atualizado no dia 5 de maio. Até lá!

Empresa de Blumenau fornece luminárias para santuário em Içara

18 de abril de 2017 0
santuario

Foto: Divulgação

Cerca de 250 luminárias fabricadas pela Imperial Luminárias vão dar mais luz ao Santuário Sagrado Coração de Jesus, o segundo maior de Santa Catarina, em Içara.

A estrutura principal do espaço tem 3,5 mil metros quadrados de área construída, com capacidade para abrigar 1,5 mil pessoas sentadas, e vai fortalecer o turismo religioso do Sul do Estado.

Além de atuar como fornecedora, a empresa de Blumenau também fez um projeto de dimensionamento das peças, para que elas proporcionem menos consumo de energia.

Projeto de lei prevê multa a quem passar trote para serviços de emergência

18 de abril de 2017 0
Jens Mantau

Ideia é do vereador Jens Mantau (Foto: Lucas Correia)

Já é crime previsto no Código Penal. Mesmo assim, o vereador Jens Mantau (PSDB) apresentou projeto de lei que prevê punição a quem passar trotes por telefone à Polícia Militar, ao Corpo de Bombeiros e ao Samu em Blumenau.

A multa, no entanto, seria irrisória: apenas R$ 20, cobrados do proprietário da linha de onde partiu o trote ou do infrator, caso ele seja identificado. O valor dobra em caso de reincidência dentro de 24 horas. Os recursos arrecadados seriam utilizados na manutenção do Samu.

O texto está em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal.

A ideia é nobre. Mas é lamentável que precisemos de lei para coibir esse tipo de prática irresponsável.

Índice de inadimplência em Blumenau volta a cair em março

18 de abril de 2017 1

O índice de inadimplência em Blumenau, medido pelo Departamento de Economia da Furb a partir de dados repassados pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), voltou a cair em março. Ficou em -1,58%, ou seja, houve mais cancelamentos do que novos registros de consumidores no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Tanto o professor e economista da Furb Bruno Thiago Tomio quanto o presidente da CDL, Helio Roncaglio, avaliam que uma das consequências diretas do resultado é a liberação dos saques das contas inativas do FGTS, que iniciou justamente no mês passado. Muita gente usou o dinheiro extra para quitar dívidas e limpar o nome na praça.

Com base nessa linha de raciocínio, é provável que mais pessoas, ao longo do ano, tenham seus nomes retirados da lista negra de devedores à medida em que novos saques forem autorizados – conforme a regra da Caixa de liberar o dinheiro a partir dos meses de aniversário dos trabalhadores.

Ao mesmo tempo, dívidas quitadas significam que o consumidor está “apto” a fazer novas compras e financiamentos, aquecendo as vendas do varejo e movimentando a economia. Pelo menos é o que o comércio espera.

Vale notar que, conforme os dados do mesmo levantamento, a inadimplência vem caindo substancialmente desde julho de 2016. O volume de novos registros no SPC superou o de cancelamentos apenas em novembro daquele ano e em janeiro de 2017 – neste último caso, as tradicionais contas de início de ano, como pagamentos de IPTU, IPVA e material escolar, podem ajudar a explicar a alta.

Será interessante observar o comportamento do consumo nos próximos meses. Como em Blumenau a taxa de desemprego é muito menor que a média nacional, a cidade deve sair na frente quando houver uma retomada definitiva da economia.

Servidores públicos começam a negociar campanha salarial com a prefeitura

18 de abril de 2017 0

Reunião na manhã desta segunda-feira no Salão Nobre da prefeitura de Blumenau marcou a largada das negociações do sindicato dos servidores públicos com o Executivo em relação à campanha salarial deste ano.

As reivindicações – incluindo reajuste nos vencimentos –, no entanto, só serão definidas após análises financeiras e da divulgação da inflação acumulada em 12 meses a partir da data-base da categoria, que é o mês de maio.

Prefeitura de Blumenau assina nesta terça-feira o novo contrato do transporte coletivo

17 de abril de 2017 1
piracicabana

Piracicabana venceu a licitação (Foto: Gilmar de Souza, BD, 5/4/2016)

A prefeitura de Blumenau assina nesta terça-feira o contrato da nova operação do transporte coletivo da cidade. Vencedora da licitação, a Viação Piracicabana finalizou a constituição de uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) – como exigia o edital -, criada especificamente para realizar o serviço.

Ou seja, a partir de amanhã começa a correr um prazo de até 90 dias para que novos ônibus da cor prata comecem a circular no município. Enfim o sistema deixará de ser emergencial e teremos uma nova concessionária: a BluMob.

De imediato, a operação terá 104 veículos zero quilômetro, que demandaram investimentos de R$ 32 milhões. A expectativa é que toda a frota, com cerca de 240 veículos, seja renovada em três anos.

Osterfest recebe 207 mil pessoas em Pomerode

17 de abril de 2017 0
osterfest

Foto: Pedro Machado

Estive sábado à tarde pela primeira vez na Osterfest, em Pomerode, de onde saí positivamente surpreendido.

Além do grande público – no total, 207 mil pessoas passaram pela festa -, chamou a atenção o cuidado e o carinho de quem faz a festa de Páscoa na cidade mais alemã do Brasil.

Decoração impecável, ambientes extremamente limpos, centenas de opções dos mais variados tipos de artesanato, lazer para as crianças, boa comida e bebida.

Muita gente aproveitou a Osterbaum, maior árvore de Páscoa do mundo, com 82 mil casquinhas de ovos naturais, para fazer uma selfie e garantir o registro do passeio.

Apesar da aglomeração de gente no simpático Centro Cultural do município, tudo num clima ordeiro e civilizado. Uma prova irrefutável de que sabemos fazer bom turismo no Vale.

A controversa postura de Jovino Cardoso

17 de abril de 2017 0

Nos bastidores e até mesmo na tribuna, crescem entre os vereadores de Blumenau as críticas à postura do ex-vice-prefeito Jovino Cardoso (PSD) dentro da Câmara. O pessedista já havia causado desgaste ao propor reduzir os salários dos parlamentares a praticamente um terço do que eles recebem hoje. O projeto tramita dentro da Casa.

Na quinta-feira, voltou a provocar polêmica ao sugerir a suspensão imediata das atividades da Odebrecht na cidade.

Em ambos os casos, colegas dizem que Jovino está tentando fazer média com o eleitor. Ele tem pretensões políticas para 2018.

Viacredi ultrapassa a marca de 400 mil cooperados

16 de abril de 2017 0
Viacredi

Foto: Lucas Correia

Em seis anos, a Viacredi saltou de 180 mil, em 2011, para 400 mil associados. Hoje a cooperativa de crédito tem ativos na ordem de R$ 4 bilhões e em 2016 devolveu aos seus cooperados cerca de R$ 154 milhões (as chamadas sobras). É dinheiro que, em vez de abastecer cofres de instituições financeiras de fora, fica no Vale do Itajaí e ajuda a movimentar a economia da região.

O presidente Moacir Krambeck (foto) conta o segredo: por ter uma estrutura mais enxuta, a Viacredi – assim como outras do ramo – opera com taxas menores do que o sistema tradicional. É, portanto, mais atrativa do que os bancos convencionais em alguns aspectos.

— No mínimo ela é 50% mais barata, seja na operação de crédito ou em tarifas — compara.

Formada a partir de uma cooperativa de trabalhadores da Cia. Hering, a Viacredi atua em 19 municípios do Vale do Itajaí. Mas tem autorização do Banco Central para operar em outras seis cidades da região, o que abre margem para manter um ritmo constante de crescimento – no mapa, há 1,2 milhão de potenciais cooperados. Krambeck estima um crescimento entre 20% e 30% neste ano.

***

A expansão do cooperativismo ganhou força de 2000 para frente, quando ações de relacionamento começaram a ser intensificadas e o modelo começou a “mostrar a cara”. Santa Catarina e Blumenau são referências neste assunto no país, muito em função da colonização europeia. Era algo que já acontecia no Velho Mundo e que os imigrantes de lá para cá trouxeram na bagagem, lembra Krambeck.

Para o presidente da Viacredi, o cooperativismo, em qualquer ramo, desempenha um forte papel de transformação social: os cooperados são os donos da instituição e regem o seu destino, planejando de que forma querem mudar a comunidade ao seu redor.

— O objetivo do cooperativismo não é o lucro. É fazer com que o seu cooperado tenha melhor qualidade de vida.

Dados indicam horizonte positivo para o setor têxtil

15 de abril de 2017 0

Dados da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (Abit) apontam um horizonte mais favorável para o segmento no médio e longo prazos.

O nível de produção abaixo do esperado caiu de 62%, em março de 2016, para 41% no mesmo mês deste ano. As vendas aquém do planejado também recuaram no período: passaram de 70% para 47%. A retomada, no entanto, será lenta, projetam especialistas.

O Brasil é a quinta maior indústria têxtil do mundo, com faturamento anual de R$ 130 bilhões e 1,5 milhão de trabalhadores – 160 mil deles em Santa Catarina.