clicRBS
Nova busca - outros
01 dez17:40

Lixo volta a se acumular no Canal do Pepino

Descaso e falta de participação e envolvimento de parte da comunidade têm resultado em desperdício de mão-de-obra e investimentos na limpeza do Canal do Pepino. Há um mês o Departamento de Esgotos do Sanep deixou o trecho do canal, entre a rua Tiradentes e a Casa de Bombas da rua Gomes Carneiro, fluindo rente ao piso com sua base totalmente limpa, mas o que voltou a chamar a atenção, na última semana, é o acúmulo de lixo em toda a extensão do canal.

Sacolas, pedaços de televisão, colchões e até um carrinho de bebê estão depositados no piso do canal. Outro problema verificado pelo chefe da divisão de Esgotos, Luiz Augusto Duarte, que coordenada o trabalho de limpeza do Pepino, é o acúmulo de restos de materiais de construção nas laterais do canal, próximo ao estádio Bento Freitas.

- É impressionante a falta de consciência de algumas pessoas. É um aspecto muito ruim, nem parece que no final de outubro deixamos aquele local limpo, no concreto – reclama Duarte. – Nós retiramos o entulho, capim, lodo, aterro e, inclusive, lixos domésticos de toda a natureza, até animais mortos, mas a manutenção depende da comunidade. A nossa parte foi feita, agora depende da população fiscalizar e cuidar – reforçou.

Ainda conforme Duarte, equipes estão fazendo um retoque final de raspagem e jateamento de água no trecho entre as ruas Cassiano e Barão de Butuí e devem retornar para uma última remoção no outro lado após a rua Tiradentes.

- Tem sido muito complicado. De um lado é o lixo doméstico e perto do estádio são os restos de construção. Faremos este último trabalho e daremos por concluído, porque senão não terminaremos nunca. E volto a frisar, a comunidade tem que assumir a responsabilidade de ajudar a manter o Canal do Pepino limpo – concluiu.


Por

Comentários