clicRBS
Nova busca - outros
12 jan12:45

Uma pinguela no caminho das charqueadas

Desde o início desta semana moradores do Areal – Fundos estão precisando se adaptar a uma nova realidade: a ponte de madeira que substituía há anos a histórica Ponte dos Escravos sobre a Sanga do Passo Fundo, na Estrada da Costa (Rota das Charqueadas), foi desmanchada para a construção da nova ponte de concreto. Lá embaixo, nas águas que seguem rumo ao Arroio Pelotas, ainda estão os tijolos antigos derrubados pela enxurrada.

Ao lado foi feita uma pinguela para a passagem de pedestres e foi ali que o fotógrafo Nauro Júnior registrou este flagrante: um grupo se equilibrava na estreita passagem carregando um berço.


Como a passagem dos carros está suspensa, os extremos da ponte viraram um estacionamento, onde moradores deixam os carros e seguem a pé ou de ônibus para o centro ou para o bairro. As fundações na nova ponte já começaram e a obra deve durar três meses.


Caminho da história

Segundo a pesquisadora Zênia de Leon, a Ponte dos Escravos original, que foi destruída pela enchente, foi construída em 1875 por escravos do charqueador Joaquim Assumpção.

Por

8 Comentários »

  • Nice Vargas disse:

    Oi Pessoal!!!!!!
    o mais interessante é que tem 02 mulheres carregando e os homens olhando, acompanhando, deveria ser ponte das escravas….os cavalheiros podeiam ter sido gentis, ficariam melhor nas fotos.
    abr

  • Isabel Rodrigues disse:

    É pena que a Nice nao ira ler este meu comentario, em vez de falar sobre o que as pessoas estao carregando ou nao na ponte provisoria, deveria estar se lamentando pela tragedia de perdermos uma ponte historica… Mas afinal, pra que ter este tipo de pensamento.

  • Eder disse:

    não adinta reclamar , quem está procurando isso é nós mesmos , preserve a natureza……………………………………………………………………………………

  • Marcelo Silveira disse:

    Mas por favor, que grande perda essa: uma ponte histórica. Por acaso, Sra. Isabel, quantas vezes fizeste uso de tal ponte? Aposto que a população está ansiosa em receber uma ponte nova, ao invés desta que vemos na foto, ou a tal ponte histórica, que sequer foram colocadas as fotos e que deveria ser insegura tal qual a apresntada na matéria.
    Lamentar a perda de uma ponte histórica??? Faça-me um favor: preocupe-se mais com as pessoas, com vidas, com o bem estar delas.

    Abraços.

  • marcelo disse:

    escravizava pessoas e ainda é nome de avenida(joaquim assumpção), coisas de Brasil mesmo!!!

  • Isaac disse:

    Tem algo errado nestas fotos..
    As duas últimas fotos não condizem com as fotos com as pessoas atravessando.(?)

    1 – Das 5 primeiras, a ponte tem uma base acima dos trocos de madeira, tem um barco com água dentro e um pilar de madeira que sustenta a ponte mais alto.
    2 – Nas duas últimas, não aparece o pilar, a base acima dos troncos e nem o barco, já que é possível ver o leito do riacho.

    Posso estar errado, mas essa fotos devem ser de outra ponte.

  • nice vargas disse:

    Isabellll!!!!
    eu leio críticas tambem não construtivas, inclusive li toda reportagem p/observar o grupo se equilibrando, devemos nos preocupar com pessoas,futuro, educação, conciencia, progresso, que venha ponte nova e voce comemore acenando p/nós.

  • Giane disse:

    É realmente uma cena lamentável em todos os sentidos… Uma, duas mulheres carregando um móvel em uma ponte perigosa e outra dois homens logo atras de mãos abanando, francamente!!!

Comentários