clicRBS
Nova busca - outros
23 abr07:12

Museu da Baronesa comemora 29 anos com música e novas exposições

A data máxima do Museu da Baronesa se aproxima e para comemorar os 29 anos de fundação da instituição museológica, a direção da casa programou uma série de atividades alusivas ao aniversário, inclusive a abertura de uma nova mostra, intitulada “Restauração do Mobiliário Dourado e Pinturas do Museu da Baronesa”. A referida exposição tem início no dia 28 de abril, às 18h, para autoridades e convidados, e na sexta-feira (29), abre ao público para visitação gratuita (Dia de Passe Livre), entre as 13h30 e as 18h. No dia 28, a instituição estará fechada ao público para fins de montagem da nova mostra, abrindo apenas às 18h.

Além desta mostra, estarão em exposição também as peças que compõem o projeto “Restauração de Peças do Acervo do Museu da Baronesa”, com financiamento da Lei Rouanet, captação de recursos financeiros realizada pela ATO Produção Cultural junto à Eletrobrás Eletrosul e ao BRDE, e executado pela empresa Restauratus Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis Ltda, em parceria com o Curso de Conservação e Restauro da Universidade Federal de Pelotas. O trabalho teve início em 2009 com a restauração e o acondicionamento de 63 leques da coleção Adail Bento Costa.

Neste momento festivo retornam à exposição quatro pinturas da coleção Família Antunes Maciel – um espelho, dois consoles e duas cadeiras estilo rococó – além de duas cadeiras, uma mesa e uma banqueta em estilo neoclássico.


Música no Museu

No dia 30, a programação de aniversário continua com a apresentação da primeira edição deste ano do projeto “Fazendo Música no Museu”, com a presença, já confirmada, do músico e instrumentista Silvério Barcellos, a partir das 16h, nas dependências do Salão Dona Sinhá.

O músico apresentará ao público o espetáculo Meu violão vadio, inspirado na obra dos grandes mestres do violão no Brasil. Dentre as pérolas do repertório escolhido para a ocasião, destacam-se composições como Sonhando contigo, Uma valsa e dois amores, Sons de Carrilhões e Samba em Prelúdio.

Com mais de 12 anos dedicados ao violão, o músico, tem uma trajetória vitoriosa como instrumentista e compositor, tendo participado de diversos festivais de música, dentre os quais, destacam-se a Califórnia da Canção Nativa e outros do mesmo gênero musical. Silvério faz parte também do conhecido Trio Sovaco de Cobra, que inclusive já marcou presença, durante o ano passado, no mesmo projeto da Baronesa, apresentando o melhor do chorinho.

O acesso à apresentação musical se dará por meio de senhas, que serão distribuídas a partir de quarta-feira, dia 27, no próprio Museu. A distribuição das senhas evita a superlotação do espaço, que dispõe de apenas 50 lugares.

Por

Comentários