clicRBS
Nova busca - outros
27 abr16:50

Ex-Chefe da Unidade de Pelotas toma posse como diretor da Embrapa

Chefe-geral da Unidade Clima Temperado (Pelotas/RS) de 2008 até meados deste mês, Waldyr Stumpf Júnior foi empossado diretor-executivo de Transferência de Tecnologia da Embrapa pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Wagner Rossi, em solenidade realizada na última terça-feira (26), em Brasília. A solenidade de posse fez parte das comemorações do aniversário de 38 anos da Embrapa.

A nova Diretoria-Executiva é composta por três membros e terá um mandato de três anos. Maurício Lopes assumiu a diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento e Vânia Castiglioni a de Administração e Finanças.

O grupo foi selecionado após um processo seletivo coordenado por um Comitê de Busca específico e focado no mérito técnico e administrativo. Nomes de diferentes regiões do Brasil formavam a lista de indicados. O Conselho de Administração da Empresa pré-selecionou três opções para cada cargo. A decisão final foi tomada pela Presidência da República.

- É uma satisfação, uma honra muito grande, ter participado do processo e ter chegado ao fim com a nomeação – comenta Stumpf Júnior.

Para o novo diretor, a questão da segurança alimentar será um de seus principais desafios.

- Uma das grandes preocupações da presidente Dilma [Rouseff] passa pela produção de alimentos. A questão da pobreza passa pela segurança alimentar e, cada vez mais, o tema é uma questão estratégica – expõe.

Com o país fortalecendo sua posição de referência mundial na produção alimentar, o diretor analisa que “ainda há um contingente de pessoas passando fome no mundo e, de alguma forma, o Brasil e a Embrapa precisam ter um papel importante neste cenário”.


Trajetória

O agora ex-chefe-geral da Embrapa Clima Temperado destaca a trajetória do processo de gestão na Unidade como um dos fatores preponderantes que o levaram à Diretoria Executiva. Potencializar o sucesso registrado na área de transferência de tecnologia em Pelotas está entre os objetivos do novo diretor.

- Nós estamos levando uma experiência de sucesso da Embrapa Clima Temperado e da região Sul do País. O desafio é potencializar isto de uma forma institucional, buscando ações de transferência de tecnologia que permitam fazer as soluções da Embrapa serem apropriadas pelos agricultores – comenta.

- A Embrapa é uma empresa de inovação e queremos que ela, cada vez mais, atenda as demandas do Estado brasileiro – complementa.

Waldyr Stumpf Junior tem 33 anos de trabalho na área da pesquisa e está na Embrapa desde 1986. Engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 1975, possui mestrado e doutorado em Zootecnia.

Na Embrapa Clima Temperado, foi chefe-adjunto de Desenvolvimento – 1996 a 1997 – e de Pesquisa e Desenvolvimento – 2003 a 2007. Desde 2008, ocupava a função de chefe-geral da Unidade.


Chefia da Unidade

Com a ida do atual chefe-geral para Brasília, a Chefia da Unidade será exercida interinamente pelo chefe-adjunto de Administração, José Dias Vianna Filho.

Um novo processo de seleção para a definição do novo chefe-geral deve ser encaminhando em breve. O futuro ocupante do cargo terá um mandato de três anos, prorrogáveis por mais três.

Por

Comentários