clicRBS
Nova busca - outros
29 ago08:00

Distrito Industrial deve receber R$ 2,4 milhões em infraestrutura

A Caixa Econômica Federal solicitou à prefeitura documentos complementares para viabilizar a liberação de recursos para obras de infraestrutura, nas quais, na primeira fase, serão investidos mais de R$ 2,4 milhões, sendo R$ 700 mil dos cofres municipais e R$ 1,76 milhão de emenda parlamentar ao Orçamento Geral da União.

Com esses recursos serão pavimentadas vias urbanas do Distrito Industrial:

– avenida Pinheiro Machado – 1.185 metros – complementação da avenida Herbert Hadler a BR-116 (pavimentação, drenagem, calçadas, sinalização e rampas de acessibilidade);

– rua Lauro Ribeiro – 660 metros – iniciando no entroncamento com a BR-116 (pavimentação, drenagem, sinalização e rampas de acessibilidade);

– rua Sítio Dona Ana – 420 metros – desde o entroncamento com a rua Antônio Satte Alam até o entroncamento com a avenida Presidente João Goulart (pavimentação, drenagem, sinalização e rampas de acessibilidade);

– rua Giussepe Mattea – 462 metros – desde o entroncamento com a BR-116 até o entroncamento com a avenida Pinheiro Machado (pavimentação, drenagem, sinalização e rampas de acessibilidade);

– rua Antônio Satte Alam – 180 metros – do entroncamento com a avenida Pinheiro Machado ao entroncamento com a rua Sítio Dona Ana (pavimentação, drenagem, sinalização e rampas de acessibilidade).

Da entrega dos documentos depende o processo de aprovação final que liberará os recursos financeiros para a implementação das obras. A equipe técnica de engenharia da Caixa Federal, já havia pré-aprovado com ressalvas o projeto executivo anteriormente. A prefeitura procurou levantar todos os impedimentos para a aprovação definitiva, adequou o projeto e incluiu os documentos solicitados. O secretário de Obras, João Tavares, diz que este será o passo derradeiro na conquista dos recursos financeiros para custear mais uma importante obra viária. O projeto deve ser concluído até 2012.

Tavares diz que o projeto qualificará o núcleo viário que abriga grande parte das maiores indústrias instaladas em Pelotas, além de beneficiar todo o entorno habitacional e de lazer, como os bairros Fragata e Gotuzo; o futuro Centro de Treinamento do ex-jogador da seleção brasileira, Emerson; e o Centro de Eventos Fenadoce, onde ocorrem eventos culturais e de negócios.

Fonte: Assessoria de Comunicação da prefeitura de Pelotas

Por

Comentários