clicRBS
Nova busca - outros
02 out16:04

A um ano da eleição: As articulações nas 10 maiores cidades

Zero Hora

O dia 7 de outubro está no calendário eleitoral e na cabeça dos políticos. Na próxima sexta-feira, o país estará a um ano das eleições municipais de 2012. A Justiça exige dos candidatos que, a um ano do primeiro turno, estejam filiados ao partido pelo qual pretendem concorrer.

Já na agenda da política, a data pode ser encarada como o início das articulações mais concretas para construir projetos consistentes de poder. Em quatro páginas neste domingo, Zero Hora apresenta o mapa da reeleição nos 496 municípios e o cenário de negociações nos 10 maiores colégios eleitorais gaúchos. Da tranquilidade de Jairo Jorge (PT) e de seu amplo leque de apoios em Canoas à luta da família Branco para dar continuidade aos seus quatro mandatos em Rio Grande, a eleição efetivamente passa por este 7 de outubro.

>> Confira a situação política de cada cidade na edição impressa de Zero Hora deste domingo

PP quer manter comando em Pelotas

Com Fetter Jr. (PP) em seu segundo mandato, a disputa para as eleições de 2012 será aquecida por brigas entre as siglas que hoje formam a base aliada. O PP, mais uma vez, tentará a supremacia, mesmo que, para isso, tenha de duelar com o partido do atual vice-prefeito, Fabrício Tavaves (PTB), pré-candidato à prefeitura. O nome mais forte do PP é o do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Eduardo Macluf.

Para fazer frente à corrida eleitoral, PSDB e PSB deverão apostar em caras novas. Os tucanos tendem pelo jovem presidente da Câmara de Vereadores, Eduardo Leite. Já a aposta dos socialistas é no mais novo entre os parlamentares da Assembleia, Catarina Paladini.

Na oposição, apesar das indefinições, despontam líderes conhecidos. Pelo PT, surge o casal Marroni. Ainda não se sabe, porém, quem terá a preferência: se Miriam (líder do governo Tarso Genro na Assembleia) ou Fernando, deputado federal, ex-prefeito e adversário de Fetter nas duas últimas eleições.

Em 2008, o petista chegou na frente de Fetter no primeiro turno, com uma diferença de poucos votos: 65.125 contra 64.461. No segundo turno, porém, o atual prefeito virou a disputa, vencendo por 109.011 votos contra 83.193.

Ao que tudo indica, o PT terá reforço do PMDB, que ainda não se manifestou sobre uma candidatura própria. Pelo PC do B, Reginaldo Bacci é pré-candidato – até agora o nome mais forte do partido para concorrer às eleições de 2012. O DEM deverá se apresentar, mais uma vez, com Matteo Chiarelli, que na última eleição já havia concorrido à prefeitura de Pelotas. Chiarelli ficou em terceiro lugar no primeiro turno, com 31.028 votos. Naquela campanha, nove chapas foram lançadas para tentar tirar Fetter Jr. da prefeitura.

Por

3 Comentários »

  • paulo cesar gonçalves disse:

    Boa tarde

    Gostariamos de informar a este glorio jornal que o Partido Verde em Pelotas ja tem Pré-candidato a prefeitura de Pelotas. Paulo Cesar Gonçalves éo pré candidato do PV a próxima eleição 2012. Pena que a zero não procurou se informar com todas as agremições partidárias.

    saudações verdes

    paulo cesart gonçalves
    presidente e précandidato a prefeito pelo PV

  • Milene Antunes disse:

    Gostaria de salientar bem o que Paulo Cesar disse no comentário anterior e que se possível este erro fosse solucionado. Pois temos sim, pelo PV, pré candidato a Prefeitura de Pelotas.

  • Paula Blaas (Autor) disse:

    A Zero Hora já entrou em contato com Paulo Cesar. Abraços

Comentários