clicRBS
Nova busca - outros

Solidariedade

25 out09:55

Hemopel desenvolve ações para captar doadores de sangue

Nesta terça-feira (25), o Hemocentro Regional de Pelotas (Hemopel) promove uma capacitação sobre Captação de Doadores de Sangue, com a finalidade de dissiminar às agências transfusionais conveniadas com o Hemocentro de Pelotas ferramentas para captação de doadores de sangue e incentivar grupos comunitários a desenvolverem esta atividade social. O evento conta com a participação da Central Única das Favelas (Cufa), parceira do Hemopel no trabalho que será desenvolvido nos bairros de Pelotas com coleta de sangue. A capacitação é realizada no auditório da secretaria municipal de Educação – na rua General Neto, 870.

O Hemocentro de Pelotas é responsável pela distribuição de hemocomponentes de 11 municípios da metade sul do Estado – Arroio Grande, Bagé, Dom Pedrito, Herval, Pedro Osório, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Santa Vitória do Palmar, Santana da Boa Vista e São Lourenço do Sul, incluindo três pronto-socorros municipais.

Capacitação de recursos humanos para captação de doadores:

“Encontro de parceiros e amigos do Hemopel”

Programa:

8h30min - Recepção e Credenciamento

8h45min - Abertura

Direção do Hemopel – Direção Técnica

9h - O Sangue – O que é? Qual sua importância? Porque usá-lo?

Dra. Gilca Costa Nachtigal

9h45min - O Fluxo da Doação de Sangue

Msc. Samanta Bastos Maagh

10h30min - Intervalo

10h45min - Hemopel Hoje – Epidemiologia

Eloiza Silva / Assistente Social/ Captação do Hemopel

12h - intervalo para almoço

13h30min - A Importância da Parceria da Comunidade no Processo de Captação de Doadores de Sangue

Maria de Lourdes Peck/ Assistente Social/ Captação/Hemorgs/POA

15h - Experiência de quem trabalha pela vida

Ana Maria Tavares/ Captação/ Hemorgs/ POA

16h - Intervalo

16h15min - Trabalhando em Parceria

Fonte: Ascom

Comente aqui
29 set15:06

Lição de vida: Atleta torna-se símbolo da doação de órgãos no país

Há dois meses, uma corrente virtual iniciava a enxurrada de e-mails com a sugestão de um nome para o novo mascote da Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos (Adote), ONG com sede em Pelotas. A mobilização levou à escolha do apelido de um jogador de handebol de 19 anos que teve todos os órgãos doados após morrer no trânsito em 2005.

A arregimentação de familiares e amigos garantiu a vitória do nome Vili – como era chamado Willian Bourscheid Wagner – em votação no site da instituição com outros dois nomes concorrentes. Com mais de 90% dos votos, o jovem de Chapecó (SC) tornou-se o rei da campanha.

Para o presidente da Adote, Francisco Neto de Assis, o nome pequeno e fácil de memorizar só não é melhor que a história do homenageado, um rapaz que, em vida, pediu para que todos os seus órgãos fossem doados. Foi uma lição para a importância da doação. Conforme o Ministério da Saúde, em todo o país, pelo menos 35 mil pessoas esperam na fila do transplante, enquanto que o número de doadores é de 11,1 por milhão de habitantes.

 A iniciativa da mobilização virtual foi do tio de Vili, Elton Boursched, 50 anos. Depois do primeiro e-mail disparado, teve início a corrente de mensagens com o pedido para que todos acessassem o site da Adote e escolhessem o apelido do seu sobrinho. A maioria foi de moradores da cidade catarinense onde o jovem ficou conhecido pelas atuações no Clube Recreativo Chapecoense.

– A vitória do nome Vili chama atenção para a participação da família no processo da doação. Por mais que o Willian tivesse dito, quando era vivo, que queria ser doador, foi a família quem autorizou a doação de todos os órgãos – destaca Boursched.

O acidente que matou Willian chocou a cidade. Em 17 de maio de 2005, o micro-ônibus da equipe de handebol colidiu com um ônibus de turistas. Ao descer do veículo para procurar ajuda, Vili e um colega foram atropelados por um carro.

>> Confira os números sobre doação de órgãos no Estado na edição impressa de Zero Hora

Comente aqui
26 set17:48

Força Jovem do Pelotas organiza projeto social

Os integrantes da torcida organizada ‘Força Jovem do Pelotas’ realizam um projeto social pelo Dia das Crianças, intitulado “Saia da Indiferença. Doe Alegria!”. Nele, os interessados podem participar doando brinquedos, roupas e livros infantis (novos ou em bom estado). O local da arrecadação é a secretaria da Boca do Lobo e a coleta será feita até o dia 09/10.

Após o encerramento das doações, integrantes da FJP, em parceria com diretores do clube, levarão as arrecadações à instituição escolhida a ser beneficiada.

Fonte: Assessoria de Imprensa EC Pelotas

Comente aqui
10 set17:03

Pediatria do Hospital Universitário São Francisco de Paula promove campanha de doação de brinquedos

A pediatria do Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP/UCPel) está promovendo uma campanha para arrecadar brinquedos em prol da sala de recreação do Núcleo Pediátrico. A ideia partiu da Fisioterapeuta Cristiane Aquino e da Dra. Luiza Novaes, que juntamente com os colaboradores da pediatria do HUSFP/UCPel iniciaram a mobilização através dos seus amigos do Facebook.

A campanha intitulada “Amigos que ajudam amigos” tem dois pontos de coletas: a recepção do HUSFP/UCPel (rua Marechal Deodoro, n° 1123) e a Doceria Márcia Aquino (Av. Bento Gonçalves 3295 – Centro).

A sala de recreação é um local onde as crianças internadas podem brincar, descontrair e ter uma estadia mais tranquila.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Marketing HUSFP

Comente aqui
10 set15:59

Cadeiras de rodas são entregues a comunidades carentes

Graça Vignolo de Siqueira | Leitora-repórter

Em um ato incomum nos dias de hoje, o da solidariedade, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecida como Igreja Mórmon, doou cadeiras de rodas para a comunidade.

Cadastradas previamente, moradores de Pelotas e região, receberam das mãos da liderança da Igreja, cadeiras novas e confortáveis. Os que estavam presentes conheceram o Projeto Humanitário de Cadeira de Rodas, que junto com o Programa Mãos que Ajudam, o Projeto de Reanimação Neonatal e o de Armazenamento de Água, visam diminuir o sofrimento dos menos favorecidos. Seus membros, voluntariamente, se unem em favor do próximo, pintando escolas, recuperando praças, doando sangue e cadeiras de rodas. A Igreja, com esse projeto humanitário, já entregou mais de 550 mil unidades de cadeiras em 80 países nos últimos oito anos.

Inédita em Pelotas, a doação contou com a ajuda de vários membros da congregação que, emocionados, abriam e montavam as cadeiras e viam nela sentarem, desde crianças a idosos. Alguns sonhavam com aquele momento há muito tempo, outros trocavam a cadeira já usada e velha por uma nova.

Pessoas que não podiam se locomover foram representadas por parentes ou entidades ligadas à assistência social. Também estavam presentes representantes da Associação Municipal dos Deficientes Físicos e Superdotados, Loja Maçônica Perseverança, Lions Pelotas Norte, Apae, Louis Braille, Alfredo Dub, Cerenepe e Centro Social Urbano.

O projeto visa cadastrar pessoas, encaminhando seus nomes, juntamente com altura e peso, para a sede em Salt Lake City, nos Estados Unidos. A ideia, após a aprovação dos cadastros, é de entregar três mil cadeiras anualmente em nosso país.

Quem desejar se inscrever pode se dirigir até a avenida República do Líbano, nº40 e fazer inscrições para o próximo ano.

Comente aqui
05 set12:39

Campanha do Agasalho Ecosul contempla mais três entidades carentes

 A Campanha do Agasalho Ecosul acabou em julho, mas a solidariedade da comunidade não para. Em agosto três instituições receberam agasalhos provenientes das doações da campanha. Foram 3,6 mil peças de roupas entregues à Sociedade União e Instrução Espírita, à Igreja Mover de Deus e aos moradores do Balneário dos Prazeres (Barro Duro), em Pelotas. A campanha encerrou a edição 2011 batendo recorde de arrecadação, contabilizando 15 mil peças de roupas e contemplando mais de dez entidades assistenciais beneficiadas na região sul.

- A comunidade da região está de parabéns pelo engajamento nesta iniciativa que está na sexta edição e a cada ano contempla um número maior de famílias carentes - avalia o coordenador de comunicação empresarial da concessionária, Johny Calegaro.

Comente aqui
01 set20:00

Hospital Escola realiza mais uma edição do Brechó Solidário

Deco Rodrigues, e-Cult

Nesta sexta-feira (2), o Hospital Escola UFPel/FAU irá realizar mais uma edição do Brechó Solidário, com o objetivo de investir os recursos em melhorias na qualidade dos serviços prestados no único hospital de Pelotas que atende exclusivamente pelo SUS.

>> Saiba mais no site e-Cult

O Brechó será realizado em uma sala em frente ao Hospital Escola (rua Professor Araújo, 439), a partir das 9h.

Comente aqui
30 ago16:14

Surpresa na campanha do mascote da Adote

Joice Bacelo | Zero Hora

Uma corrente virtual em prol de um nome chamou a atenção da comissão julgadora da campanha pelo batizado do mascote da Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos (Adote), com sede em Pelotas. Até ontem, a instituição recebeu cerca de 400 e-mails – mais da metade do total – com a sugestão de Vili, apelido do chapecoense Willian Bourscheid Wagner, que teve todos os órgãos doados após morrer em um acidente de trânsito.

Por iniciativa do tio de Vili, Elton Boursched, de 50 anos, teve início a enxurrada virtual que está tomando conta da caixa de e-mails da Adote. A maioria das mensagens é de moradores de Chapecó (SC), cidade onde o jovem nasceu e ficou conhecido por ser um dos jogadores da equipe de handebol do Clube Recreativo Chapecoense.

- Colocar o nome do mascote de Vili será mais que uma homenagem, será uma forma de conscientizar as pessoas para a importância da doação – explica Elton.

 Willian morreu aos 19 anos, em um acidente que chocou a cidade. No dia 17 de maio de 2005, o microônibus da equipe de handebol que disputaria uma partida pelo campeonato brasileiro júnior em Toledo, no Paraná, bateu de frente em um ônibus de turistas que ia para Foz do Iguaçu. Ao descer do veículo para procurar ajuda, ele um colega foram atropelados por um carro. Willian foi levado ao hospital com traumatismo craniano, onde acabou morrendo dois dias depois.

A campanha

A campanha da Adote quer encontrar um nome para o personagem que será símbolo da instituição. As sugestões podem ser enviadas até amanhã, pelo site da Adote.

Uma comissão avaliadora selecionará os três melhores nomes, que serão colocados à votação popular a partir da próxima segunda-feira. O autor no nome mais votado ganhará um notebook e o segundo e terceiro colocados receberão menção honrosa.

3 comentários
29 ago16:31

Hospital Universitário São Francisco de Paula realiza mais uma captação de órgãos

A Comissão Intra-Hospitalar para Doação de Órgãos e Tecidos do Hospital Universitário São Francisco de Paula (CIHDOTT/HUSFP) e Pronto Socorro de Pelotas (PSP) realizaram no sábado (27), a 6ª captação múltipla de órgãos. Houve doação de rins e coração para válvulas cardíacas, que foram encaminhados para Porto Alegre, onde existe uma lista única de pacientes que aguardam por um transplante. Também aconteceu a doação de córneas ao Banco de Olhos da Fundação de Apoio Universitário (FAU). Esta é a 24° doação de córneas realizada através do HUSFP/UCPel e PSP neste ano.

A família do paciente de 43 anos autorizou a doação, sendo solidária com aqueles que esperam por um transplante. Participaram deste processo a Enfermeira Ivana Brum, a Assistente Social Aline Wienke e o Doutor Luciano Teixeira.

Fonte: Assessoria de Comunicação e Marketing do Hospital Universitário São Francisco de Paula


Comente aqui
16 ago15:05

Santa Casa necessita de todos os tipos de sangue

A Santa Casa de Misericórdia necessita com urgência de todos os tipos de sangue. As doações podem ser feitas no banco de sangue do hospital das 08h às 18h30min.

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 68 anos e pesar pelo menos 50kg.

Comente aqui