Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Quanto o Governo Federal investe em educação?

20 de setembro de 2012 Comentários desativados

Perguntas:

Por que o governo investe tanto no Ensino Superior, agiliza o ingresso a esse grau de ensino, deixando em segundo plano o Ensino Fundamental? Como formar uma geração futura, negligenciando o presente? Nas escolas fundamentais, faltam professores, faltam materiais de apoio.

de Dilon Pinto Bresam, 56 anos, aposentado de Palmares do Sul (RS)

Por que a educação está relegada a um plano inferior nos orçamentos do Governo?

de Humberto Dufour

Resposta:

Os resultados de uma recente pesquisa sobre investimentos da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) demonstraram que o Brasil ainda investe pouco em educação. Segundo os dados, os investimentos do país na área representam 5,5% do Produto Interno Bruto (PIB), enquanto a meta estabelecida para os países participantes da OCDE é de 6,23%.

A média de gastos com alunos do pré-primário é US$ 1,69, comparado aos US$ 6,67 da média da organização. É a terceira pior entre 34 países. No ensino primário, o resultado do Brasil é o quarto pior entre 35 países: U$$ 2,40 contra US$ 7,71 da média. A relação não melhora no que diz respeito ao ensino secundário, o investimento é de US$ 2,23 – a terceira pior – contra US$ 9,31 da média de 37 países avaliados.

Ainda assim, segundo a análise, o Brasil aumentou os investimentos totais em educação. Em 2000, as despesas com ensino representavam 10,5% dos recursos públicos, enquanto em 2009 subiram para 16,8%. É uma das taxas mais elevadas entre os 33 países. De 2000 a 2009 , os investimentos em educação superior registraram redução de 2%.

Para a organização, no entanto, o fato de 92% das crianças com menos de seis anos estarem em sala de aula deve ser comemorado, pois, em 2005, o percentual era de 83%.

Leia na íntegra a reportagem de Zero Hora sobre o assunto

Não é possível comentar.