Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Daniel Alves é negociado "de graça" com a Juventus, diz imprensa espanhola

25 de maio de 2016 0

Daniel Alves

Daniel Alves, lateral-direito brasileiro, está com as horas contadas no Barcelona, afirma o periódico local Marca. O jogador está de saída para a Juventus, onde ficará nas próximas três temporadas.

A oficialização, esclarece o jornal, acontecerá nos próximos dias. Assim, Daniel Alves voltaria ao Barcelona depois da Copa América Centenário – competição para a qual já está concentrado junto à Seleção Brasileira – para se despedir do clube e, depois, rumaria ao novo time.

O Barcelona não receberá nada pela negociação, mas economizará 8 milhões de euros, o equivalente a R$ 32 milhões, em salários no último ano de contrato que o jogador tem com os catalães.

Em oito temporadas no Barça, o lateral participou da conquista de 23 títulos – entre os quais, seis Ligas Espanholas, quatro Copas del Rey, três Supercopas da Europa, três Mundiais e três Champions League.

 

Conheça a história das torcidas de clubes europeus no Brasil

25 de maio de 2016 2
Encontro da Arsenal Brasil. Foto: Divulgação

Encontro da Arsenal Brasil. Foto: Divulgação

*Por Nícolas Andrade

Que o torcedor brasileiro é fanático por futebol todos sabem. Mas um fenômeno muito forte alterou um pouco o panorama das torcidas, por volta dos anos 1990, no cenário local. O esporte praticado na Europa começou a chegar de forma mais fácil ao Brasil e o aumento nos acessos a conteúdos ligados ao assunto criou uma legião de fãs destas equipes no país.

Uma pesquisa da Stochos Sports & Entertainment, empresa especializada, aponta que o número de torcedores que afirmam não torcer por nenhuma equipe no exterior diminuiu de 45,9% para 36,1%. O primeiro a aparecer na lista de times com mais torcida no Brasil é o Barcelona, que em 24,9% dos casos é apontado como clube favorito. Outros clubes europeus populares como Real Madrid, Borussia Dortmund, Arsenal, Manchester United e Chelsea aparecem na lista. Mais do que admiradores, estes clubes contam com torcidas oficiais por aqui.

Veja no gráfico a porcentagem de torcedores brasileiros que simpatizam com algum clube estrangeiro:

Um exemplo disso é a Manchester United Brasil. Membro da torcida, Daniel Martins conta como funciona este grupo de torcedores dos Red Devils e as dificuldades de se obter uma oficialização: “Cada clube tem as suas regras. O United é o que tem mais exigências. Foi muito complicado a oficialização. A gente tenta desde 2005. Eles pedem que a torcida para ser oficializada tenha que ter 50 sócios do clube. Essa é a exigência mais complicada. Precisa ter um comitê com secretário, contador, presidente, é bem complicado”, conta.

Equipe da Manchester United Brasil em evento no Rio de Janeiro

Equipe da Manchester United Brasil em evento no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Mas, as vantagens colaboraram para que a Manchester United Brasil chegasse lá: “Teve recentemente o evento “I Love United Brasil”. Foi o primeiro evento de grande porte do Manchester no Brasil e a gente teve acesso ao evento para entrevistar os jogadores que compareceram, o Yorke e o Fortune. Conseguimos acessos para os torcedores do Rio de Janeiro. Estamos preparando uma excursão para Old Trafford.”

Em outros casos, como no da Arsenal Brasil, até a compra de ingressos é facilitada, como conta Alcysio Canette Neto: “É bem difícil conseguir ingressos avulsos. Mas, com a gente fica simples. Cadastrando no site, você paga o valor anual, dependendo do que você pagou tem direito a camisa da torcida, vários brindes, revista anual com o preview da temporada. Tentamos criar um pacote legal. A partir disso o clube abre a janela de compra de ingressos, de 45 a 60 dias antes do jogo. Você seleciona ingresso, a gente manda o pedido e em 99,9% a gente recebe o ingresso”, explica

A Chelsea Brasil, oficializada desde 2011, aposta na produção de conteúdos para os torcedores do clube londrino no país em seu site e nas redes sociais, como conta Rafael França:  “A gente acompanha os jogos, faz pré e pós jogo. Fazemos uma cobertura bastante intensa. Mudamos o foco. Temos apostado em análise mais profundas. Materiais mais bem elaborados, até porque não tem como competir com os grandes portais.”

A percepção do tamanho destas torcidas no Brasil vem com o tempo, como conta Ariel Rother, da Dortmund Brasil: “A grandiosidade que isso teve foi inesperada, nunca pensei que se tornaria uma comunidade tão grande, existem vários grupos que organizam eventos nos jogos e sem dúvida a torcida do Borussia no Brasil é uma das maiores de um clube estrangeiro no país.”

E se o assunto é torcida grande, ninguém entende melhor do que os fanáticos pelos gigantes espanhóis. Na Real Madrid Brasil, o número de torcedores não para de crescer, como conta Luís Henrique Machado: “A repercussão que a nossa torcida tem no Twitter é muito legal, é muito grande mesmo. Atinge muita gente, de vez em quando até me surpreendo dos lugares que essas pessoas vem falar com a gente. É gente do Brasil todo. Eu acabei fazendo muita amizade com gente do mundo todo, da Espanha, do México, da Venezuela. Sempre tem gente entrando em contato. A repercussão é cada vez maior. Começamos em 2012 e era um perfil humilde eu e mais um amigo. Hoje tem uma dimensão enorme, mais de 20 mil seguidores.”

Claro que conhecer Signal Iduna Park ou comparecer a jogos no Emirates não são coisas tão acessíveis, mas, por aqui mesmo, as torcidas se reúnem para celebrar os clubes e assistir jogos. “Em São Paulo o movimento é mais forte. Tem lugares com essa lógica de abrir cedo para ver o jogo. Existe um movimento muito forte de a galera se juntar e ver 20, 30 jogos por ano. Nos outros estados é mais os clássicos e os horários acessíveis”, conta Alcysio, torcedor do Arsenal.

Arsenal Brasil reunida para assistir a um jogo dos Gunners. Foto: Divulgação

Arsenal Brasil reunida para assistir a um jogo dos Gunners. Foto: Divulgação

O Gunner garante que não torce por outro time no Brasil e a razão para isso e para o crescimento no interesse pelo futebol europeu é clara: “O futebol brasileiro frustra muita gente. Não porque o time não ganha, mas porque é tudo bagunçado. Nas ligas europeias, é tudo previsível. Há a janela, você vai com o time até o fim do ano, não vai mudar, demitir técnico. (No Brasil) Você as vezes não vai criar um afeto com o jogador porque sabe que em 4 ou 5 meses ele vai sair.”

Ainda sim, há espaço para que torcedores dividam seu coração. Na Chelsea Brasil por exemplo, muitos membros torcem por clubes brasileiros, como conta o botafoguense Rafael França: “Eu acredito que de uma maneira geral se houvesse um confronto contra o Chelsea, todos torceriam para times brasileiros, por uma questão de identidade e de ser o time do país, apesar de todo esse carinho pelo Chelsea”, revela.

Fellipe Arnold da Chelsea Brasil acompanha jogo do clube. Foto: Divulgação

Fellipe Arnold da Chelsea Brasil acompanha jogo do clube. Foto: Divulgação

Isso não diminui em nada a paixão destes fanáticos por futebol europeu. E nos próximos anos, não há porque duvidar de um crescimento ainda maior para torcidas de Arsenal, Chelsea, United, Dortmund, Arsenal, Real, entre outros clubes do velho continente.

Siga as torcidas!

twitter.com/ManUtdBR
twitter.com/Arsenal_Brasil
twitter.com/DortmundBrasil
twitter.com/chelseabrasil
twitter.com/realmadridBRA

Menino com perna amputada empresta muleta para amigo assistir a jogo e comove Argentina

24 de maio de 2016 0

Uma cena flagrada na Argentina, na despedida de Diego Milito, emocionou o país hermano. Um menino com a perna direita amputada emprestou sua muleta para o amigo conseguir assistir à partida entre Racing e Temperley, no último fim de semana.

A foto correu por redes sociais, e jornais argentinos repercutiram o fato. Segundo a imprensa local, Santiago Fretes, de 10 anos, amputou a perna devido a uma malformação congênita.

“Eu estava vendo Milito dar a volta no campo, e meu amigo não chegava, estava pulando para conseguir ver. Então lhe emprestei uma das minhas muletas para que subisse. Eu sempre subo para assistir”, disse o garoto ao jornal El Argentino Zona Norte.

Em entrevista ao jornal El País, a mãe do garoto, Sabrina Bonomo, afirmou que ele espera por uma prótese.

A caminho de Porto Alegre, Seijas publica foto no aeroporto: "Novos desafios"

23 de maio de 2016 0
Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Luis Manuel Seijas, novo reforço do Internacional, chega na manhã desta terça-feira em Porto Alegre. O venezuelano publicou no seu perfil do Instagram uma foto ao lado da esposa Paula e do filho no Aeroporto Internacional El Dorado, na Venezuela. O jogador chega para assinar contrato com o Inter e logo em seguida viaja para os EUA para disputar a Copa América.

O atleta escreveu: “Rumo a POA! Novos desafios na mão de Deus.”

Aos 29 anos, Seijas chega em definitivo ao colorado depois de se despedir como um dos maiores ídolos recentes do Santa Fé. O venezuelano assinará um contrato de três temporadas.

Vale lembrar que, se a equipe cair na primeira fase da Copa América num grupo com Uruguai, Jamaica e México, o atleta retorna e deve atuar já a partir da abertura da janela de transferências, em 20 de junho.

Rumbo a POA!!! Nuevos retos de la mano de Dios

Uma foto publicada por Luis Manuel Seijas (@lmseijasoficial) em Mai 23, 2016 às 5:30 PDT

Com empréstimo terminando na Europa, promessa diz: "Estou à disposição do Inter"

23 de maio de 2016 7

Primavera1-1

O Inter vasculha o mercado atrás de um atacante, ou dois. Na cidade portuária de Gênova, na Itália, está um garoto prestes a completar 20 anos e que pouco se ouviu falar com a camisa do Internacional. Bruno Gomes foi emprestado ao Genoa na metade do ano passado sem ter ganho muitas oportunidades no time principal colorado. Na Itália, a história se repetiu, assim como os gols.

Pelas contas do garoto, são cerca de 130 gols marcados em categorias de base. Liberado para jogar apenas em janeiro (por conta de um imbróglio em seu contrato), o atacante acabou ganhando oportunidades apenas na equipe Primavera (sub-20). Em 13 partidas oficiais e dois amistosos, foram 12 gols marcados. Agora na metade do ano o seu vínculo com a equipe europeia termina e Bruno Gomes retornará à Porto Alegre.

“Eu tenho que esperar a definição e ver o que os meus representantes vão decidir. Tem que ver o Inter, tem que ver o Genoa, etc. Se eu puder me reintegrar ao grupo e ajudar o Argel, para mim vai ser bom. O importante é que o melhor aconteça para todo mundo, se eu puder ajudar eu vou ajudar (…) Não cabe só a mim. Eu ficaria feliz em voltar e ajudar o Argel e fazer parte deste grupo. Se eu puder me reintegrar a este grupo, seria maravilhoso”, disse o atleta ao Planeta Bola.

DSC_4097-1024x683

Bruno foi campeão e artilhero do Inter campeão da Copa do Brasil sub-20 em 2014. O time comandado por Clemer tinha na época nomes que aparecem hoje na equipe principal, como Rodrigo Dourado e Andrigo entre os titulares. Além de Artur, Geferson, Eduardo, Maurides, Jacsson, entre outros.

Há quase um ano na Europa, o garoto agradece pela passagem na Europa, que o fez evoluir taticamente e fisicamente: “Eu acho que foi uma experiência boa. Tive contato com jogadores de fora do Brasil, que já estão acostumados com o futebol europeu. O futebol italiano é muito tático. Já conversei com muitas pessoas e, se você for analisar os gols do futebol italiano, são mais deméritos da defesa do que méritos dos atacantes. Uma falha na defesa e sai o gol. É muito tático, eles cobram bastante isso (…) Eles pedem bastante uma ajuda defensiva. A defesa começa com o atacante, eu tive que me adaptar um pouco. Eles correm muito aqui. Primeiro se corre e depois joga bola, eu tive que me adaptar e o fiz bem. As pessoas e os treinadores me receberam muito bem.”

O futuro? Bruno Gomes coloca mais uma vez nas mãos do Inter.
“Depende só do Inter, o Genoa não sinalizou nada. Ouvi algum rumor de renovação, mas eu estou à disposição da direção colorada”, comentou.

Campeão na Alemanha, Douglas Costa comemora temporada e mira primeiro título na Seleção

23 de maio de 2016 0

13178840_1079777345426672_3272434456891451330_n

O meia Douglas Costa foi um dos grandes nomes do Bayern de Guardiola na temporada. O jogador foi titular em boa parte dos jogos e acabou virando protagonista na final da Copa da Alemanha. Após a partida, o jogador foi só elogios ao treinador que pediu sua contratação ao clube alemão:

“É uma glória incrível ter feito o pênalti decisivo. Mas tudo é mérito deste grande grupo. Fiquei muito feliz pela primeira temporada no Bayern, com três títulos. O contato com jogadores do mais alto nível e o comando do Guardiola foram fundamentais para o meu crescimento como jogador. É um presente para ele também que se despediu e me deu esta oportunidade. Acredito que ainda tenho muito a desenvolver nos próximos anos. O treinamento resulta na melhora dentro de campo. E seguirei treinando com muita dedicação para evoluir a cada dia e buscar mais”, disse Douglas por meio de sua assessoria.

13265932_1091240197613720_990298285113997013_n

O objetivo agora é vencer o primeiro título com a equipe principal Seleção Brasileira, a Copa América Centenário: “A Seleção Brasileira é uma meta que sempre tive na minha carreira. Agora que conquistei meu espaço, vou fazer de tudo para ajudar o grupo. Quero muito conquistar meu primeiro título na Seleção profissional.”

Douglas foi campeão do Sul-Americano sub-20, em 2009, e quer repetir a dose.

 

Na despedida de Guardiola, Bayern supera Borussia nos pênaltis e vence a Copa da Alemanha

21 de maio de 2016 0
Divulgação/Bundesliga

Divulgação/Bundesliga

Após empatar em 0 a 0 com o Borussia Dortmund nos 90 minutos regulares e na prorrogação, o Bayern de Munique venceu a disputa nos pênaltis por 4 a 3 e conquistou a Copa da Alemanha neste sábado (21). A partida marcou a despedida do técnico Pep Guardiola no comando dos alemães.

Em três anos à frente do Bayern, Guardiola ganhou três Bundesligas, duas Copas da Alemanha, um Mundial de Clubes e uma Supercopa da Europa. No segundo semestre, ele assumirá o Manchester City, da Inglaterra.

Na disputa das penalidades, o título veio com a cobrança certeira do ex-Grêmio Douglas Costa.

Na prorrogação, Manchester United vence a Copa da Inglaterra

21 de maio de 2016 0

13239311_10153765397067746_1790306697179364990_n

O Manchester United terminou a temporada sendo campeão, neste sábado diante do Crystal Palace. O time de Van Gaal teve trabalho, saiu perdendo e na prorrogação conseguiu a virada.

O duelo foi marcado por muita provocação e ótimos contra-ataques. Nas movimentações destaques para Puncheon e Zaha pelo lado do Palace e Rooney e Rashford pelo lado do United. Esta última dupla, inclusive, é esperança da Inglaterra para a Euro que começa em junho.

Voltando para o jogo, Puncheon abriu o placar aos 34 do segundo tempo com direito a dancinha do técnico Alan Pardew.

 

Poucos minutos depois, Juan Mata aproveitou bola na área e empatou o jogo mandando para a prorrogação. Foi aí que apareceu Lingaard. Uma das grandes revelações da temporada marcou um golaço e deu o título aos Red Devils. Com isso, Van Gaal garante seu primeiro título nesta passagem pelo United e ganha mais argumentos para seguir no clube.

Clubes da Espanha atingem a marca de 11 títulos internacionais consecutivos

19 de maio de 2016 0

13254593_478937682297032_7171981775488326014_n

Não há um time na Europa que consiga bater as equipes espanholas na Champions League e na Europa League, há três temporadas. Com o título do Sevilla foi decretado o terceiro ano consecutivo em que o país emplaca uma “dobradinha” vencendo os dois torneios.

Em 2013/14 o Real levou a Champions League e o Sevilla iniciou seu tri consecutivo vencendo a segunda competição mais importante do continente. Na temporada seguinte foi a vez do Barcelona levar a Champions e o Sevilla conquistar mais uma vez a Europa League.

Agora, o Sevilla garantiu novamente o título e a Champions verá uma final entre Atletico e Real Madrid, garantindo a taça para a Espanha.

As conquistas, claro, se estendem para a Supercopa da Europa. Nas duas últimas temporadas, Real e Barça bateram o Sevilla levantando o caneco. Colocando os Mundiais de Clubes na conta, novamente, a Espanha se destaca, com títulos para os mesmos Real e Barcelona.

Sendo assim, nos últimos nove torneios internacionais possíveis para a conquista de um clube europeu (Champions, Europa League, Supercopa e Mundial), os times espanhóis venceram todos. O número chegará a 10 em 28 de maio, na final da Champions League, e a 11 na disputa da Supercopa da Uefa na próxima temporada. Se um espanhol vencer o Mundial, serão 12.

Champions League 2013/14: Real Madrid
Europa League 2013/14: Sevilla
Supercopa da Uefa 2014: Real Madrid
Mundial 2014: Real Madrid
Champions League 2014/15: Barcelona
Europa League 2014/15: Sevilla
Supercopa da Uefa 2015: Barcelona
Mundial 2015: Barcelona
Champions League 2015/16: Atletico ou Real
Europa League 2015/16: Sevilla
Supercopa da Uefa 2016: Sevilla ou Atletico ou Real
Mundial: Pelo menos um espanhol na disputa

Veja cinco opções ofensivas que poderiam chegar de graça ao seu time no segundo semestre

18 de maio de 2016 7

O Planeta Bola reuniu cinco nomes de atacantes e meias sem contrato, ou com contrato vencendo no meio do ano, que surgem como opções para o segundo semestre do futebol brasileiro. São quatro argentinos e um brasileiro que surgem como possibilidade no mercado sul-americano.

Gastón Fernandez – Estudiantes

1

O “Gata” Fernandez joga como meia ofensivo e como atacante. Seu contrato com o Estudiantes termina no final de junho. Até aqui são oito jogos, dois gols e três assistências no Argentino. Aos 32 anos o jogador já rodou por México, Estados Unidos e Argentina. É um dos jogadores mais citados na lista de transferências do Campeonato Argentino.

Pablo Osvaldo – Sem Contrato

Noticia-134155-boca-juniors-daniel-osvaldo

Osvaldo enfrentou muitos problemas de comportamento no Boca Juniors e acabou tendo seu contrato rescindido. O atleta está livre para negociar com qualquer clube que aposte em seu futebol. China e México surgem como principais mercados para a contratação do jogador.

Ricky Alvarez – Sampdoria

FBL-WC-2014-ARG-PRESSER

O contrato do argentino de 28 anos acaba em junho e o jogador ainda não acertou vínculo com nenhum clube. O Vélez já surge como principal candidato a ter o futebol do argentino. Álvarez, que é meia atacante, esteve no Brasil, em 2014, para a disputa da Copa do Mundo com a Seleção Argentina.

Dentinho – Shakhtar 

250040615

O jogador deixou o Corinthians muito jovem e não se firmou na Ucrânia. No meio do ano fica sem contrato e já negocia com alguns clubes para o futuro. O próprio clube paulista surge como principal candidato.

Óscar Scarione – Kasimpasa

EzequielOscarScarione_kasimpasaantrenman_B

27 jogos e 10 gols. Esse é o desempenho do argentino Scarione no Campeonato Turco. Ele tem 30 anos e foi muito bem na base da argentina, no início da carreira. Depois teve bom desempenho na Suíça e chegou à Turquia. Ele atua como meia ofensivo.

Outros nomes que surgem no mercado, porém, a má fase nas últimas temporadas colocam um fator de risco na contratação: Kevin Kuranyi, Jussiê, Leandro Damião e Willian José.