Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O primeiro encontro entre PSG e Barcelona na Liga dos Campeões, em 1995

02 de abril de 2013 4

Matéria do jornal El Mundo Deportivo sobre a eliminação do Barcelona pelo PSG em 1995. Foto: Reprodução

A partida de hoje entre Paris Saint-Germain e Barcelona pelas quartas de final da Liga dos Campeões não é o primeiro confronto entre essas equipes na maior competição de clubes do mundo. Na temporada 1994/95 os dois times se encontraram na mesma fase.

Na época o craque do time de Paris era o brasileiro Raí que marcou um gol no jogo decisivo nos Parque dos Príncipes e ajudou na classificação do PSG para as semifinais. A primeira partida foi disputada no Camp Nou e teve o placar de 1 a 1, com gols de Igor Korneyev para o Barça e George Weah para o time francês.

No jogo da volta o PSG venceu o Barcelona de Guardiola, Hagi, Koeman e Stoichkov por 2 a 1 com direito a gol de Raí. Até hoje essa foi a melhor campanha do Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões. A campanha só acabaria na semifinal, contra o Milan (que seria derrotado pelo Ajax, o grande campeão).

Olhando o jornal El Mundo Deportivo do dia 16 de março de 1995 fica evidente que o time que um dia foi reconhecido como Dream Team estava desmoronando. Um dos craques da equipe, o búlgaro Hristo Stoichkov, de temperamento explosivo, tinha um desentendimento com o técnico Johan Cruyff e alguns dias antes da partida decisiva contra o PSG declarou:

- É Cruyff ou eu.

A diretoria ficou com o treinador, que continuaria no comando do time catalão até o fim da temporada 1995/96.

Ficha técnica da partida decisiva:

15/03/1995 – PSG 2 x 1 Barcelona

PSG

Lama, Cobos, Colleter, Kombouaré, Raí, Le Guen, Bravo, Guérin, Weah, Valdo, Ginola.

Técnico: Luis Fernández

Barcelona

Busquets, Ferrer, Sergi, Koeman, Nadal, Bakero, Iván, Stoichkov, Eusebio, Hagi, Óscar

Técnico: Johan Cruyff

Gols: Bakero, aos 49, Raí aos, 27, e Guérin, aos 37 minutos do 2º tempo
Árbitro: Gerd Grabher.
Estádio: Parc dels Prínceps
Público: 45.574

• Assista ao gol marcado por Raí

Comentários (4)

  • Alex diz: 2 de abril de 2013

    O Stoichkov é búlgaro e não húngaro.

  • leo diz: 2 de abril de 2013

    Exato… Stoichkov é búlgaro e levou a Bulgária àquela grande campanha da Copa de 1994.

    Húngaro bom é difícil… só o Puskas.

  • Leonardo Lago diz: 2 de abril de 2013

    E o Barcelona foi escalado com só 10 jogadores… Alguém revisa essas matérias antes de serem publicadas?

Envie seu Comentário