Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sexta de música: a homenagem de Tom Zé para Neto, ídolo do Corinthians

31 de maio de 2013 0

Foto: Divulgação

Tom Zé é um corintiano assumido. O cantor e compositor inclusive compôs um hino só para o centenário do Timão. A canção faz parte do livro Corinthians 100 anos de paixão, lançado em 2010. Mas, essa não foi a primeira vez que o músico compôs algo ligado ao Corinthians.

Em 1990, indignado com o técnico da Seleção Brasileira que não tinha o craque Neto entre os chamados, Tom Zé compôs: Neto. A música citava os jogadores convocados para a Seleção como Taffarel, Branco, Jorginho, Careca e Mazinho, mas com a inclusão de Neto. No música o cantor baiano ainda narrava um gol hipotético em que o craque corintiano acabava com a defesa adversária.

- Quando o Neto apareceu, eu fiquei muito curioso porque era um jogador driblava como Rivelino, que batia faltas como Zico, que batia faltas de longe como Nelinho, que batia escanteios como Éder. Dava passes de 50 metros como Gérson. Ai pendei que a CBF poderia fazer um espécie de trabalho psicológico bastante apurado para tirar dele pequenos defeitos. Já que ele tinha tantas qualidades. Qual era o seu defeito? Gostava de tomar uma cerveja, comer um prato de macarrão e não querer fazer força para marcar. Ora, é como uma grande bailarina que não gosta de fazer preparação física, você faz um trabalho metal e convence ela. O mais importante ela sabe, que é dançar. Era isso que eu pensava do Neto, por isso fiz a música – explica Tom Zé no livro A música no país do futebol, de Beto Xavier.

• Confira a música de Tom Zé para Neto e depois o hino do centenário do Corinthians.

Hino do centenário

Envie seu Comentário