Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Top 5: erros bizarros de goleiros

03 de junho de 2013 0

Ter Stegen correr para evitar seu erro contra os Estados Unidos. Foto: Nicholas Kamm/AFP

Motivado pelo erro do goleiro Camilo do Icasa na derrota de seu time para o Avaí na última sexta-feira decidi fazer um top 5 com erros de goleiros. Eles são solitários, geralmente chegam mais cedo nos treinos e são os últimos a sair. Além disso podem passar a partida inteira fazendo grandes defesas, mas um erro pode estragar tudo.

• Esse foi o erro que motivou o post.

Marcos foi um grande goleiro. Decisivo na Copa do Mundo de 2002 no titulo do Brasil e muitas vezes salvou o Palmeiras. Porém o São Marcos tem algumas páginas tristes. Marcão falhou mais de uma vez com a camisa do Palmeiras. Mas um jogo que resume todos esses lances é Palmeiras 2 x 7 Vitória, em 2003, nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Rodolfo Rodrigues ficou conhecido no Brasil por fazer grandes defesas pelo Santos. No entanto em 1993 ele deu mole e o jovem Ronaldo, com 17 anos, foi mais rápido. O goleiro do Bahia fez uma defesa rápida, quando quase deixou passar a bola por baixo das pernas, aliviado ele descansou e deixou a bola parada do seu lado. Ronaldo foi mais rápido e fez o gol.

Júlio Cesar já foi considerado o melhor goleiro do mundo. Principalmente em 2010, após o título da Inter de Milão na Liga dos Campões. Mas antes dessa fase gloriosa ele falhou feio. Isso foi em 2003 no Brasileirão. O Flamengo venceu o Bahia por 2 a 1, mas o gol baiano foi marcado por Fabinho, meio-campo do Fla contra. O detalhe é que quem errou foi Júlio Cesar. O goleiro foi sair jogando rápido e acabou chutando a bola na cabeça de Fabinho, ela explodiu no jogador e entrou no gol.

Na Copa do Mundo de 2010 a Inglaterra empatou com os Estados Unidos em 1 a 1. E o gol americano foi de Dempsey, o meio-campo arriscou de longe e o goleiro Green aceitou. Um frango clássico. O jogo foi pela estreia da Copa e depois os dois times conseguiram se classificar para as quartas de final.

Para fechar a lista um erro fresquinho. A Alemanha enfrentou o Estados Unidos em amistoso no último fim de semana. Sem poder contar com Neuer que foi liberado para jogar a final da Copa da Alemanha pelo Bayern de Munique. Assim, Ter Stegen, do Borussia Mönchengladbach, foi o titular. E protagonizou uma lance muito parecido com o do goleiro do Icasa contra o Avaí.

Envie seu Comentário