Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Memória SC: o árbitro carregado nos braços da torcida após o título da Chapecoense em 1977

20 de junho de 2013 2

O árbitro Alvir Renzi nos braços do povo. Foto: Acervo Cine Som

Há quase 36 anos a Chapecoense conquista seu primeiro título Estadual. A decisão foi no ainda modesto Índio Condá e para ficar com o caneco o Verdão do Oeste precisava vencer o Avaí. E o jogo foi muito tenso em campo e fora dele.

No intervalo do jogo os atletas do Leão correram para o vestiário e só conseguiram entrar com proteção policial, o lateral-direito Orivaldo ainda levou a pior e recebeu uma garrafada na cabeça.

O segundo tempo ficou marcado pela invasão de campo de um torcedor da Chapecoense que insatisfeito foi tirar satisfação com o árbitro Alvir Renzi. Por tudo isso ninguém esperava ver o árbitro ser carregado nos braços dos torcedores ao apito final.

O time campeão de 1977. Foto: Arquivo Victor Zolet

Os problemas de Ranzi começaram na chegada a cidade no Oeste de Santa Catarina. Na véspera da decisão, já no quarto do hotel, o árbitro escutou no rádio o comentarista Telles da Silva desconfiar de sua seriedade. Alvir Renzi na hesitou e pegou um taxi e foi até a emissora de rádio.

- Vim para pedir paz, para valorizar a festa. Sei da bronca de vocês, mas me deixem fazer meu trabalho – disse no microfone o árbitro que tentava escapar da pressão dos torcedores da Chapecoense, que estavam indignados com o juiz do primeiro jogo.

Renzi preparou o campo para ter uma situação mais tranquila no dia da partida e não esperava ser carregado nos braços pelos torcedores.

Doeu no bolso

Se Renzi escapou ileso da final do Campeonato Catarinense de 1977, dois anos depois ele não conseguiu escapar da Federação Catarinense de Futebol em 1979 que descontou 700 cruzeiros do árbitro porque ele levou embora uma bola da partida entre Avaí e Figueirense. Alvir Renzi tinha o costume de levar para casa a bola que de jogos decisivos ou em que ele avaliou que tinha jogado bem. Essa doeu no bolso.

Comentários (2)

  • Walter Souza diz: 20 de junho de 2013

    Renzi figura impar no futebol catarinense. Erros aconteceram, mas o saldo está a seu favor sem dúvida alguma. Acertos 8, erros 2. Alvir era um show, antes, durante e depois das partidas.

  • BOCÓ DE FLORIPA diz: 20 de junho de 2013

    Foi o melhor jogador da chape com certeza

Envie seu Comentário